Abrir menu principal

Desciclopédia β

República Socialista Soviética da Armênia


●Հայկական Սովետական Սոցիալիստական Հանրապետություն
●Армянская Советская Социалистическая Республика
●República Socialista Soviética de Jerusalém

Bandeira da RSS da Armenia.png Brasao da RSS Armenia.png
Bandeira Brasão
Lema: Shalom Lenin!
Hino: I-E-A-I-A-I-O
SovietUnionArmenia.png
Eu não estou vendo! E você?
Capital Ierevan
Língua armênio russo
Tipo de Governo Socialismo Soviético Ortodoxo
Líder pacífico Secretário-Geral Serj Tankian
Moeda ռուբլի
População Dados não encontrados



Cquote1.png É a nossa casa! Cquote2.png
System of a Down sobre República Socialista Soviética da Armênia

República Socialista Soviética da Armênia foi um minúsculo (minúsculo mesmo) curral de ortodoxos dirigidos por Moisés, dentro da União Soviética, que acabou se tornando Armênia.

HistóriaEditar

 
Uma imitação barata da Estátua da Liberdade na República Socialista Soviética da Armênia.

A RSS Armênia surgiu em 1920, quando os armênios estavam mais interessados em promover guerras de bolas de neve com seus inimigos turcos do que em defender as próprias fronteiras. Se ferraram rapidinho: naquele momento, o Exército Vermelho estava invadindo todo território que via pela frente, e não foi a Armênia que conseguiu escapar. O país foi invadido e os turcos foram colocados para correr, e após uma resistência de 15 homens com estilingues ter sido vencida, a região se tornou uma república socialista soviética.

Em 1922, os territórios armênios foram anexados à República Socialista Federativa Soviética Transcaucasiana. Porém, após longos anos de conflitos acerca de qual alfabeto seria utilizado na escrita do nome da república, a RSFS expirou, e a RSS Armênia voltou a ser a mesma Armênia minúscula e chata de sempre.

Os armênios desfrutaram de um período de estabilidade e tédio após a guerra, e porque Lenin estava de muito bom humor o povo dali recebeu remédios da Turma da Mônica, comida importada da China e outras coisas necessárias à extrema sobrevivência. Mas, depois da morte do carequinha, a população caiu na pegadinha do Mallandro, que tocou o terror nos manos: mais de 8000 cidadãos armênios foram mortos a colheradas ou deportados para o Tadjiquistão. Muito pensativo sobre tudo isso, Stalin se pronunciou: All your base are belong to us!

Em meio à Segunda Guerra Mundial não aconteceu porra nenhuma naquela RSS porque os turcos já haviam promovido um genocídio por ali e a Alemanha não se importou. Aliás, ninguém se importou.

Durante a sovietização da Armênia, a região foi habitada por ortodoxos que queriam fazer os soviéticos pagarem o dízimo e acabaram sete palmos embaixo da terra.

Em 1991, quando a URSS se auto-destruía, a República Socialista Soviética da Armênia conseguiu a independência, e a única coisa importante que aconteceu ali foram disputas entre eles e os azeris, por conta de um território que você nunca viu: Nagorno-Karabakh.

EconomiaEditar