Abrir menu principal

Desciclopédia β

Reportagem do Cidade Alerta sobre a rota da prostituição em São Paulo

Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Eaew, jhow! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!
O relógio em que Marcelo Rezende viu a hora.

Cquote1.png Você quis dizer: Arrurra? Cquote2.png
Google sobre Reportagem do Cidade Alerta sobre a rota da prostituição em São Paulo
Cquote1.png Um kilo, dois kilos... Cquote2.png
Mulher puta sobre quantidade de droga.
Cquote1.png Aqui atrás. Cquote2.png
Travesti do Jockey Club sobre onde comê-la (ou comê-lo) por 40 reais.
Cquote1.png Um prédio inteiro destinado a prostituição de mulher e travesti me deixa furioso! Cquote2.png
Marcelo Rezende sobre o prédio.
Cquote1.png Só o Percival tem! Cquote2.png
Marcelo Rezende sobre Pinto alemão carro da marca Audi.
Cquote1.png Vai e volta, vai e volta, vai e volta, vai e volta... Cquote2.png
Marcelo Rezende sobre o que acontece no centro de São Paulo.
Cquote1.png FUDEU DE VEZ!!! Cquote2.png
Leandro Hassum ao ouvir que a moça pegou AIDS.
Cquote1.png Tá tudo bem, ela espera o coquetel: ela pode se divertir com jogos irados onde estiver! Cquote2.png
Pior comercial de todos os tempos [1] sobre citação acima.
Cquote1.png A Lei não proíbe que elas e/ou eles se prostituam! Cquote2.png
Ordem dos Advogados do Brasil sobre puta e travesti.
Cquote1.png AEEEEE!!! Cquote2.png
Empresários com carro último tipo que deixam de levar leite pro filho pra fuder travesti gay com o pau furioso de manhã, na hora do almoço e às 7 da noite sobre citação acima.

A Reportagem do Cidade Alerta sobre a rota da prostituição em São Paulo não é essa bobaginha aqui não. É mais uma reportagem sensacionalista grande que o Cidade Alerta fez pro senhor... pra senhora... pra você, meu amigo... pra você, minha amiga... ver a que ponto chega o ser humano, pra todo o mundo ver: mulheres que têm um pau grande.

Índice

Sobre a reportagemEditar

 
Um pinto de travesti gay que balança mais não cai soltando leite à madrugada inteira. Uaau...
 
Marcelo mostrando o tamanho do pinto da marca Audi que só o Percival tem.

Alguns dos 70 milhões de repórteres da Rede Universal de Televisão foram convocados para fazer uma reportagem sobre prostituição, um dos temas mais procurados pelo Sensacionalismo quando tá deprimido, quer desabafar e faz um discurso (coisa de mulher). Essa reportagem, no entanto, seria diferente das outras, pois não era um mercado de sexo, mas do vício do sexo e do vício das drogas.

Com uma equipe investigativa e drogas para terem coragem de pedir umazinha com os travecos, os repórteres entrevistaram as putas, perguntando os preços dos programas. Uma delas fez a delatora, como a maioria grande dos travestis gays falam na hora do almoço e às 15 para as 7 da noite, dizendo que havia droga para os clientes. Cocaína era fácil de achar, mas maconha não.

A investigação levou a um prédio grande no centro de São Paulo, afinal a rota da prostituição era em São Paulo. E não era essa bobaginha de travesti gay fazendo programa no outro lado da rua, era uma coisa muito mais gay: um prédio inteiro, inteiro. E não era um predinho, era um predião, que abrigava mulheres de pinto importado. E o que é pior é que não era um pintinho, era um pintão, da marca Audi e que só o Percival tem.

Entretanto, a censura da televisão não mostrou aqui direito a reportagem. Não se sabe se é bom ou se é ruim, só sabe-se que dois homens foram supostamente flagrados fazendo atos obscenos, mas era apenas um homem escontado no poste, um poste grande, que balança mais não cai.

Coisas que a investigação descobriuEditar

 
O leite que executivos deixaram de trazer para seus filhos.
  • Homens deixam de levar leite pro filho pra levar leite de pinto pros travestis.
  • Empresários com carro último tipo deixam de comer a esposa pra fuder travesti.
  • O homem vai e pega o travesti de manhã, na hora do almoço e às 15 para as 7 da noite, e chega em casa com o pau furioso.
  • Um travesti pegou a esposa do Marcelo Rezende à madrugada inteira e ele comeu o pau dele porque o travesti queria dar pra ele às 15 para as 7 da manhã, na hora do almoço e às 7 da noite.
  • Um empresário dá o cu pro filho gay.
  • Um pau importado que arrota leite com dificuldade pegou 7 mulheres e 15 travestis.
  • Um empresário dono de um Audi passou AIDS para a esposa porque foi atrás de travesti. Marcelo Rezende foi atrás do cretino e ele não sabia o que fazer.
  • Enquanto vários pedaços da cidade estão dominados por travestis, a Rua Augusta ainda são pertencem às mulheres e o preço dos programas delas é mais caro (100 no máximo com desconto de 70 contra mais de 200), mesmo assim, a rua possui dois travestis.

A parte renegadaEditar

A quarta parte da reportagem traria as informações referentes ao empresário que dá o cu pro filho gay, vindo depois da reportagem sobre o pinto alemão, o já citado pau importado que balança mais não cai que arrota leite com dificuldade, que pegou 7 mulheres e 15 travestis e que não era um pintinho, como o pinto do Marcelo Rezende, mas um pintão, como o pinto da marca Audi que só o Percival tem. No entanto, uma merda aconteceu lá e a parte foi cancelada.

Para mais informações, acesse(m) os vídeosEditar

 
Um carro da marca Audi.
 
O prédio importado no centro de São Paulo que deixou Marcelo Resende furioso.
 
Homem que não deixou de comer pra fuder travesti e consumir . O cretino consumiu nicotina pra sustentar o vício nas drogas.

Ver tambémEditar

  Este artigo é propriedade de Edir Macedo, assim como a Rede Record e a Universal, e ele fará de tudo para que você seja roubado pague o dízimo!

 
Conheça seus outros planos de dominação mundial clicando aqui.