Abrir menu principal

Desciclopédia β

Residências da Casa de Saboia

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Residências da Casa de Saboia são um conjunto habitacional italiano na região de Turim dedicado aos descendentes dos Saboia, foi construído pelas próprias mão de Paulo Maluf em sua cruzada pelo mundo na construção das mais diversas obras públicas com a finalidade de superfaturar todas e assim erguer sua atual fortuna. Atualmente são considerados patrimônios mundiais pela UNESCO, se quiser saber o porquê é recomendável perguntar a própria entidade.

Um dos palácios, note o veado no topo.

CaracterísticasEditar

As casas que, falando a verdade, são baita palácios foram construídos em arquitetura predominantemente barroca, naquele estilo cheio de frescuras de formas geométricas complexas, curvas, ondinhas, tudo naquele ideal bizonho de oposição de movimentos fortes e tal, simplificando são palácios que levaram mais tempo no acabamento do que na construção.

Esses castelinhos, originalmente, seriam destinados a descendência dos Saboia, mas por algum motivo qualquer essa família italiana não se reproduziu da forma esperada, não se sabe se o problema foi esterilidade ou um surto homossexual, de uma hora para a outra os Saboia podem ter virado são paulinos, o que explicaria a ausência de descendência, afinal não haveria condições de reprodução no caso e adoção por casais gays era um tabu imenso na época da inquisição.

PaláciosEditar

 
Mais um palácio da região, é exatamente igual ao da outra figura.
  • Palazzo Carignano — Um palácio barroco como qualquer um desses que você pode ver na rua, atualmente se tornou o inferno de qualquer estudante, virou museu no qual as escolas italianas teimam em levar os alunos para morrerem de tédio.
  • Castello di Govone — É um dos castelos abertos, a ala holandesa da coisa, serve atualmente como palácio comunal, seja lá o que isso signifique.
  • Palazzo Madama e Casaforte degli Acaja — É o castelo 2 em 1, combina a frescura barroca com a arquitetura medieval sendo, portanto, algo bem estranho, mas quem liga?
  • Castello di Moncalieri — É o castelo que fica no alto do morro, com o exôdo rural o pessoal da UNESCO arranjou um sério problema, pois a população que vem para a cidade pretende derrubar o castelo inútil para formar uma "comunidade".
  • Castello di Pollenzo — Outro castelo como qualquer um dos outros.
  • Castello di Rivoli — Outro castelo como qualquer um dos outros.
  • Palazzo Reale di Torino — Outro castelo como qualquer um dos outros.
  • Outros castelos de lá — Castelos como qualquer um dos outros.

Ver tambémEditar