Abrir menu principal

Desciclopédia β

Revista Recreio

 

Revista Recreio
A revista da criança fofinha
Revista recreio.jpg
Uma das capas da revista
Editora Editora Abril / Editora Caras
Testa-de-ferro Roberto Marinho
Gênero Muleki-Teen
Origem Bandeira do Brasil Brasil Brasil
link={{{3}}} São Paulo São Paulo
Rival
Nuvola apps core.png
Revista Gênios
Fontes de Plágio Revista Coquetel
Objetivo Maligno Levar informações Fúteis
Público Alvo Gurias Retardadas
Nível de Corrupção Baixo
Aliados Xuxa
Piores Inimigos Padre Marcelo
Leitores Ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Sabrina Sato
Colunista(s) Conchavado(s) Filha do Roberto Marinho
Pior Seção Todas
No. de propagandas Insuportável
Uso alternativo Para fazer fogueira no quintal



NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Revista Recreio.

Cquote1.png Você quis dizer: Revista sobre o Harry Potter Cquote2.png
Google sobre Revista Recreio
Cquote1.png Você quis dizer: Coro Coro Comics Cquote2.png
Google sobre Revista Recreio
Cquote1.png Ohhhhhhhhh!!! Cquote2.png
Você lendo as curiosidades da revista
Cquote1.png Finalmente o último Letronix! Cquote2.png
Moleque que faz coleção de Letronix que no ano seguinte será jogada fora
Cquote1.png Ei Chaves! Quem deixou você ler a minha Recreio! Devolve agora! Cquote2.png
Kiko que é mais um fã e leitor da revista.
Cquote1.png Pode ficar com ela mesmo! Só mesmo você pra gostar de ler isso, Kiko! Cquote2.png
Chaves depois de ler a revista.
Cquote1.png Que patacuada... Cquote2.png
Christian Pior sobre o comentário anterior.
Cquote1.png Criançada bunita! To vendendo por 1,50. Aqui mesmo, naquela floresta que sua mãe não deixou você ir! Cquote2.png
Mano Slender sobre revista recreio.
Cquote1.png Eu Coloco Essa Merda Na Minha Sala!!! Cquote2.png
professora do primario sobre recreio
A Revista Recreio, foi uma revista que só trazia informações sobre o Harry Potter e curiosidades que você já tinha descoberto na escola antes da 6ª Série. Também foi a plagiadora de Transformers criadora dos Letronix, Numerix, Megaletronix e outras idiotix.

O objetivo dessa revista era ensinar a garotada a fazer coisas inúteis, preparando-as para merda nenhuma ou para a merda de amanhã, sendo que a revista não ensinava nada que preste. Além de cara, era mentirosa. Por que você acha que o brinde vinha de graça?

Resumindo, era um negócio caro e só ajudava a manter entulhos no quarto de seu filho, pois ele não ia brincar com aquilo mesmo.

Depois de anos sendo arrastada pela Editora Abril, que viu que os pirralhos não se interessavam mais por brinquedos de plástico e sim por celulares e tablets, foi vendida para a Editora Caras (ficando BEM MAIS CARA), que teve a habilidade de afundar ainda mais a revista, fazendo com que ela deixasse de existir em outubro de 2018, deixando a faixa etária de 0 pessoas sentindo falta das coleções mequetrefes e assuntos repetidos pela 1.000.000 vez.


Índice

A revistaEditar

 
Típico desenho publicado na revista.


A Revista Recreio, como as milhares de revistas que existem no mundo, tinha várias seções, sendo uma mais inútil que a outra. Algumas delas:

  • Dúvidas: Retardados do Brasil todo escreviam para a revista para tirarem dúvidas que os atormentam à anos, como quanto é 1+1 ou se os pássaros voam.
  • Testes: Testes de personalidade reciclados de outras revistas ou até mesmo copiadas na íntegra. O resultado dos testes eram óbvios.
  • Reportagens: Reportagens sobre assuntos antigos como Nazismo e animais eram freqüentes. O mesmo assunto se repetia no mínimo 10 vezes ao ano.
  • Cartas e desenhos: Idiotas Crianças mandavam desenhos ridículos copiados por cima de uma outra revista ou da própria e ainda se diziam desenhistas, e cartas querendo que uma matéria sobre cachorros fosse publicada (mesmo já tendo sida publicada em edições anteriores).
  • Games: Provavelmente a sessão mais esperada pelos pirralhos que jogavam o seu velho nintendo Wii. Torciam para que saísse algum jogo que eles jogavam mas sempre acabavam aparecendo outros jogos. O Cúmulo disso foi quando a Revista recreio, em plena explosão do Playstation 2, deu dicas de "como se dar bem" no maior fracasso do Atari, o Et - The Extraterrestrial. As dicas então eram tristes, "pule em cima do inimigo para matá-lo 'Detona-lo'" e "Quando se consegue 100 moedas consegue uma vida!".
  • Piadocas: Piadas super-engraçadas contadas pelo Urso Fozzie, que inspiraram crianças a virarem "comediantes", como é o caso de Oscar Filho.
  • Harry Potter: A sessão que mais saía na revista, mesmo quando ninguém lembra o que é Harry Potter, eles punham matéria sobre ele, e sempre tinha uma guria retardada pra comprar!

Mangás e ColeçõesEditar

 
Típica criança que só compra a revista pelos brinquedos

Talvez o único motivo pelo qual essa revista demorou a falir, por estar sempre na cola da mente dos guris retardados com bonequinhos e mangázinhos na maior modinha para quererem comprar mais destas porcarias. O mais incrível é que quase todos os brinquedos eram plágios descarados de desenhos entre outras bugigangas o que fez com que a revista levasse processos de várias empresas. Algumas das bugigangas lançadas:

Lorde BorkEditar

 
Lorde Bork, o gigolô favorito das crianças

Depois de muito tempo publicando matérias sobre Harry Potter a revista decidiu criar um novo mascote e nisso saiu um gigolô alienígena chamado Lorde Bosta Bork. A primeira vez que esse doido apareceu foi num dos mangás mais toscos feitos pela revista chamado Galácticos que virou até um anime igualmente tosco no site da revista. A princípio este carinha era pra ser o vilão,porém acabou dando o contrário e a molecada acabou gostando dele que pediram pra que ele aparecesse mais vezes. A princípio os negócios com esse estrupício até que deu certo com planos até para um filme e revistinhas, mas como Recreio é tão bosta quanto a Disney derrubou do carequinha e o botaram na sarjeta. e desde então

R.I.P. LORDE BORK † (2010-2013)

FatosEditar

  •   Quase R$10,00! O pior é que antes era só R$4,00!  
    Teu Pai após notar a "pequena" diferença de preço.

Como você viu acima, o preço é relativamente alto que nem o Bill Gates tem a audácia de pagar.

  • Antes, o número de páginas era 42. Hoje já são 34, das quais 79% é só de propagandas.
  • Podemos observar que Dino Rock é uma mistura de DinoMania e Rock Animal, dos quais os personagens possuem uma extrema semelhança, tanto em aparência quanto em nomes, onde entram também os pirralhos aventureiros de Robits.

Ver tambémEditar