Abrir menu principal

Desciclopédia β

A foto da capa foi planejada de comum acordo por Joey e Johnny Ramone, homenageando a ilha de Cuba

Rocket to Russia é o terceiro álbum da banda funk punk norte-americana Ramones, que foi marcado por fortes brigas entre o vocalista Joey Ramone, notório comunista comedor de criancinhas, e o guitarrista Johnny Ramone, profundo admirador da ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher e do ex-presidente norte-americano Ronald Reagan. Lançado em 1977, quatro meses depois do álbum anterior, Leave Home, este trabalho tem forte conotação política e foi proibido nos países comunistas até a queda do muro de Berlim.

Índice

História do álbumEditar

 
Tommy Ramone em flagrante recente. Ele também se tornou afrodescendente para ser aceito nas comunidades do Queens e do Harlem, em Nova York

Depois de saírem do hospital-prisão onde ficaram internados por causa dos eventos acontecidos durante a gravação de Leave Home, os integrantes da banda perceberam que havia mais na vida que apenas drogas, fuc-fuc e dinheiro. Provavelmente devido às pancadas recebidas, suas cabeças estavam bem mais abertas e, desta forma, conseguiam identificar a transcendência da vida. Foi nesta época que o baterista Tommy Ramone fundou a Igreja Quadrangular do Triângulo Hexagonal, um enorme sucesso nos estados ao sul da Califórnia e os antigos amigos Joey e Johnny converteram-se, respectivamente, ao comunismo e ao capitalismo. No caso do baixista Dee Dee Ramone, completamente dependente de drogas, a iluminação deu-se de forma diferente: ele passou a mastigar fios desencapados para encontrar a luz.

A gravação do álbum deu-se num clima muito turbulento. Por diversas vezes tanto Joey como Johnny ameaçaram deixar a banda, mas o compromisso com o$ fã$ falou mais alto e as 14 músicas foram gravadas. Devido às brigas, o processo de gravação levou três dias - extremamente lento, se considerada a precariedade rapidez com que os músicos levavam a cabo suas apresentações, gravações, composições e outros ões.

Este álbum marca também a última participação em estúdio de Tommy Ramone segurando as baquetas da banda. Depois do show de ano-novo que fizeram entre 31 de dezembro de 1977 e 01 de janeiro de 1978 na sede da Liga das Senhoras Comunistas de Águas de Lindóia, ele abandonou oficialmente o grupo e foi dedicar-se às atividades pastoris à frente da sua igreja, sendo substituído pelo escocês Mark Knopfler (Marky Ramone).

  Pra mim chega. Quero mais é ganhar dinheiro.  
Tommy Ramone sobre sua nova fé

Lista de músicasEditar

  1. Cretin Hop – 1:55
  2. Rockaway Beach – 2:06
  3. Here Today, Gone Tomorrow – 2:49
  4. Locket Love – 2:11
  5. I Don't Care – 1:39
  6. Sheena Is A Punk Rocker – 2:49
  7. We're A Happy Family – 2:40
  8. Teenage Lobotomy – 2:01
  9. Do You Wanna Dance? – 1:55
  10. I Wanna Be Well – 2:28
  11. I Can't Give You Anything – 2:01
  12. Ramona – 2:38
  13. Surfin' Bird – 2:37
  14. Why Is It Always This Way? – 2:22

Sobre as músicasEditar

Todas as canções do álbum foram compostas ou pelo vocalista ou pelo guitarrista, o que o torna um produto seguro (e, por conseqüência, ofensivo inversamente) tanto para petralhas quanto para dementes.

Compostas por Joey RamoneEditar

  • Here Today, Gone Tomorrow - uma crítica à sociedade de consumo. Seu dinheiro está com você hoje, mas amanhã já foi embora, por causa de tudo que você tem que comprar.
  • Locket Love - instrumental, alternando ruídos de fábricas, gritos e discursos de líderes reacionários. Foi eleita pela revista Caros Amigos como a Melhor Música Instrumental Já Composta por uma Banda Punk Novaiorquina.
  • I Don't Care - balada de desapego, cuja mensagem é "não ligo para ficar rico".
  • We're A Happy Family - canção apontada pelo Conselho de Proteção a Moral da Família Soviética como "a mais bela obra musical composta fora da Mãe Rússia". Aponta os valores familiares como preponderantes em relação à acumulação de riquezas.
  • Do You Wanna Dance? - canção juvenil, mostrando que a vida pode ser curtida apenas dançando.
  • Ramona - canção de amor que retrata a humanidade lado a lado. Tempos depois, Joey rejeitou essa música por considerá-la excessivamente piegas.
  • Surfin' Bird - resposta a Rockaway Beach, de Johnny Ramone, conta a história de um pássaro que é livre para freqüentar as praias que quiser.

Compostas por Johnny RamoneEditar

  • Cretin Hop - música de define os comunistas como cretinos, que não sabem fazer outra coisa além de ficarem pulando.
  • Rockaway Beach - canção no estilo surf music, louva balneários como Guarujá e Búzios, onde quem não tem dinheiro não consegue se divertir.
  • Sheena Is A Punk Rocker - composta para mostrar que mesmo pessoas de origem européia e refinada, como Sheena, a Rainha das Selvas, podiam ser punks. Com esta música, Johnny buscava sua aceitação no Clube dos Ricos.
  • Teenage Lobotomy - crítica ao discurso de militantes comunistas, que pareciam ter sofrido uma lobotomia pos seus líderes.
  • I Wanna Be Well - canção que louva a acumulação de riquezas como garantia de se ficar bem na vida.
  • I Can't Give You Anything - outra crítica ao comunismo, pois demonstra que, sem dinheiro, não se pode dar presentes.
  • Why Is It Always This Way? - canção reflexiva, que questiona a razão de os comunistas manterem sempre o mesmo discurso, mesmo sempre perdendo para o capitalismo.

Repercussão do álbumEditar

Devido à Guerra Fria, que na época vivia seu auge, o trabalho não fez sucesso em lugar nenhum do mundo, sob a alegação de ser "extremamente comunista" do lado de cá e "extremamente capitalista" do lado de lá. Devido às baixas vendagens, os músicos começaram a viajar pelos Estados Unidos numa caminhonete, sobre a qual se apresentavam em estacionamentos e campings. Esse período deu origem ao álbum Road to Ruin, lançado no ano seguinte, que se tornou um marco na carreira da banda.