Abrir menu principal

Desciclopédia β

São João dos Patos

Cquote1.png Quem nasce lá é patolino? Cquote2.png
engraçadinhos de outras cidades sobre São João dos Patos
Cquote1.png Tenho parentes lá Cquote2.png
quase todo mundo sobre São João dos Patos
Cquote1.png É uma cilada, Bino! Cquote2.png
Pedro sobre São João dos Patos
Cquote1.png A cidade é legal pra caralho! Cquote2.png
Hermes e Renato sobre São João dos Patos
Cquote1.png É uma cilada, Bino! Cquote2.png
Pedro sobre São João dos Patos
Cquote1.png Tenho parentes lá! Cquote2.png
Você sobre são João dos Patos
Cquote1.png Isso non ecsiste!!! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre São João dos Patos

São João dos Patos é uma cidade maranhense e localiza-se na microrregião do médio Sertão Maranhense, no meio do nada, esquecida por todos.

Índice

HistóriaEditar

 
Entrada de São João dos Patos.

Dizem que a cidade foi fundada em mil novecentos e caixa de fósforo, por fazendeiros da pecuária extensiva, vindos dos remotos municípios vizinhos de Pastos Bons e Passagem Franca.

Porém, o bando de Lampião logo tratou de tomar o lugarejo e exterminar todos os fazendeiros. Lampião foi surpreendido por um ser extremamente perigoso e antipático, que adaptava-se às condições geográficas do lugarejo e exterminava os capangas do cangaceiro um por um, todos os dias. Era o alienígena conhecido por "Forrozex Antipaticon", o patriarca da raça dominante na hoje pacata e parada cidade de São João dos Patos.

O primeiro bebum de São João dos Patos tinha o nome de João, ele bebia tanto, mais taaaaaaanto, que já era considerado um santo, e ele também tinha o terrível hábito de copular com os inocentes patos da cidade, por isso foi adotado o nome de "São João dos Patos".

ClimaEditar

Normalmente muito quente. Mas não chega a ser uma Teresina. Lá sim é o inferno na terra, São João dos Patos é só uma filial.

EconomiaEditar

A cidade é destaque na região por exportar bordados artesanais para várias regiões do planeta e do sistema solar.

PopulaçãoEditar

As fêmeas de São João dos Patos são seres sem escrúpulos na maior parte dos casos. As mais bonitas só são acessíveis para aqueles cidadãos amparados pelo recurso automobilístico de uso pessoal (só ficam com quem tem carro) mesmo que a aparência física do portador do veículo não seja muito favorável.

CulturaEditar

Os forrozeiros alienígenas são a maior praga que se abate sobre a cidade atualmente, e o que mais trava o desenvolvimento de São João dos Patos. O forró é um ótimo ritmo, mas pra quem quer dançar e se divertir, na mais bela das nossas tradições nordestinas do nosso nordeste brasileiro do Brasil. mas os Aliens Forrozeiros não se contentam só em dançar. Eles querem matar, de ódio, de nojo, quem os rodeia (e que não é alien também, claro). Seguem abaixo algumas das características desses seres horripilantes:

  • Costumam reunir-se atrás de carros com som ensurdecedor no bagageiro aberto, ficando todos de pé em torno de uma mesa com bebidas tão leves quanto o combustível de foguetes. Durante esse ritual esquizofrênico e idiota, falam sobre as fêmeas de sua espécie e contam vantagem sobre os outros aliens (geralmente babando muito em virtude do nível de embriaguez).
  • ODEIAM COM TODO O PODER DE SEU CORAÇÃO ALIENÍGENA outros gêneros musicais. Internacional? só são aceitos Scorpions e Roxette.
  • Nunca conseguem parar de beber. NUNCA.
  • Tiram sarro de quem não bebe como eles (excessivamente em excesso).
  • Estão sempre ENCHENDO O SACO de alguém.
  • Possuem Q.I. tão baixo quanto o de Carla Perez (dopada).

O gosto musical predominante é o forró, listado abaixo um top dos gostos musicais mais apreciados na provinciana cidade tema deste artigo:

  • Forró com letras de músicas com duplo sentido
  • Forró com letras de músicas que incentivam o sexo selvagem
  • Forró com letras de músicas que incentivam o incesto
  • Forró sem noção nenhuma
  • Brega romântico (exemplo: Roberto Villar)
  • Forró com letras sem sentido algum
  • Calypso
  • Forró com calypso
  • Versões de Forró das músicas do Scorpions
  • Versões de forró das músicas da Roxette.
  • Versões de Forró das músicas da Avril Lavigne
  • Versões de Forró das músicas do Guns and roses
  • Versões de Forró das músicas de Victor e Léo
  • Versões de Forró das músicas da Bruno e Marrone
  • Meninos de Barão-É uma pesta em SJPatos!!!

GastronomiaEditar

A gastronomia local é focada na ingestão de rabada, cozidão, cozidão, cozidão, arroz e feijão com alface, carne de porco, feijoada e baião de dois (só um prato) e cozidão.

IdiomaEditar

As gírias ou dialetos da juventude local consistem basicamente em:

  • Suspende!! - Deixar de lado
  • Raiar - Divertir-se, ir pras festas
  • Mulher, será bom? - Amiga, devo fazer? (usado, muitas vezes, com ironia)
  • Tesoura - Alguém metido
  • Mangar - Caçoar
  • Raaasga!!! - Aconselhar alguém a beber
  • Tira por cima! - Andar rápido em algum veículo
  • Se sai! - Cai fora
  • Rái pu inferno - Vai te fuder
  • Fuxiqueira - Fofoqueira
  • Foião - O Pegador

TurismoEditar

A cidade traz o famoso Morro da Televisão como uma das principais atrações para passeios turísticos (ou não). Dizem que o morro só não entrou na eleição das novas maravilhas maravilhosas do mundo moderno porque certamente ganharia todos os sete lugares e isso seria muito injusto. Este famoso morro serve também como motel, desova de cadáveres, terreiro de macumba, invocação de Shen-longs e local de treinamento dos discípulos do mestre Lindomar em São João dos Patos. É lá que se extrai o precioso adamantium por debaixo de mato, terra e camisinhas usadas. É um lugar sagrado, onde pousam OVNIs e aliens vêm se reproduzir.