Abrir menu principal

Desciclopédia β

São José de Ubá

Mazzaropi02.jpg Enxada-2.pngEsti artigu é caipira, sô!!Enxada-1.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!


Município de São José de Ubá
Aniversário 28 de dezembro(Data comemorada com bastantes shows ruins.)
Fundação ?
Gentílico Ubaense
Prefeito(a) Zé Hyli (Pau mandado do Sérgio Bode)
Estado de emergência e calamidade.
Região metropolitana Isto non ecziste!
Municípios limítrofes Matas, fazendas e rios...
Distância até a capital 6 hs no buzão da 1001. km
Características geográficas
Área -1 km²
População 7.220 (Sendo que destes, 6.599 são eleitores que moram em cidades de verdade) hab. est. 2009
Idioma Não disponível
Densidade D = m/v hab./km²
Clima Caótico
Fuso horário UTC horário das galináceas
Indicadores
IDH 0,718 (dados comprados pela prefeitura) PNUD/2006

Cquote1.png Você quis dizer: Tribo indígena Cquote2.png
Google sobre São José de Ubá
Cquote1.png Você quis dizer: Tomatoesland Cquote2.png
Google sobre São José de Ubá
Cquote1.png Um minuto de silêncio pra quem moral mal! Cquote2.png
Christian Pior sobre Ubaense.
Cquote1.png Isso é uma vergonha! Cquote2.png
Boris Casov sobre a possibilidade da existência de vida inteligente em São José de Ubá
Cquote1.png É um tapa na cara da sociedade Cquote2.png
Luis Datena sobre a época de eleição em São José de Ubá
Cquote1.png Jácubá num tem mar, simbora nadar na prainha, brodi. Cquote2.png
Ubaense sobre reservatória de água da CEDAE
Cquote1.png Pópôpó? Cquote2.png
Ubaense ao passar um cafezinho.
Cquote1.png Mais uma praça? Vai ficar manjado, cara... Cquote2.png
Sergio Cabral sobre obras da prefeitura de José Hylen
Cquote1.png Rêêêêêêêêêm!! Cquote2.png
Ubaense ao ver um prédio de 5 andares.
Cquote1.png Rêêêêêêêêêêêêêêm! Cquote2.png
Ubaense ao ver uma escada rolante.
Cquote1.png Dá uma da branquinha. Cquote2.png
Morador de Ubá ao chegar num boteco.
Cquote1.png Manéééél, cabrunco, ôh muleque do cu riscado! Cquote2.png
Morador da zona rural tratando gentilmente seu filho
Cquote1.png Porra, tamo ilhado! Cquote2.png
Ubaense sobre enchente em Itaperuna e Pádua.
Cquote1.png Isto non ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre São José de Ubá.
Cquote1.png Na União Soviética, o tomate planta em VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre São José de Ubá
Cquote1.png Dá um lidileiti, sô. Cquote2.png
Morador de Ubá comprando leite.
Cquote1.png Pecarôn na caminhoneta de leite... Cquote2.png
Morador da zona rural indo pra “cidade”.
Cquote1.png Ó os farasteru... Cquote2.png
Ubaense do boteco sobre itaperunense que acabou de descer da corroça do ônibus da São Cristóvão

São José de Ubá é uma tribo indígena cidade do Noroeste Fluminense conhecida por suas exuberantes plantações de tomate. A economia é movida por elas e pela de pepino (os moradores adoram) e cargos públicos, onde os vagabundos homens de bem e trabalhadores passam o dia vadiando de bunda pra cima em casa.

Índice

PopulaçãoEditar

A população de São José de Ubá é formada por 10% de GLS, 30% de pseudo-patricinhas-piriguetes do funk, 20% pseudo-traficantes-pagodeiros que curtem um axé music, 10% de pseudo-emoxinhos fãs de restart e Justin Biba, 29,99% de caipiras e 0,01% de pessoas com a saúde mental em perfeito estado, ou não.

Pontos turísticosEditar

 
Nos matagais de São José de Ubá, se encontra uma dessas por centímetro quadrado.

Parque das Águas: Feito para esconder os arrombos dos cargos fantasmas da prefeitura, possui um lago de águas esverdeadas (coloração adquirida pela grande quantidade de fezes de patos, gansos e visitantes apertados). É onde acontece o Festival do Tomate que, por incrível que pareça, não é servido tomate, se contrata uma companhia de rodeio especializada em botar fogo em morros, mas, como tudo em ubá, existe um propósito pra isso: Se você está na festa , deu vontade de fumar unzinho e você percebe que está sem fósforo, não se desespere, Ubá é o único lugar onde o morro acende o baseado pra você, depois é só sentar no meio do povo e ficar na paz de Jah, sem ser incomodado. É quando acontece também um mundaréu de shows ruins: “Pretinho dos teclados” (que era branco), “Os normais do forró” (só o nome dispensa comentários...), “Full House” (banda de rock (?) local), “Purinfância” (pelo gingado do nome deu pra perceber que é uma banda de pagode dos infernos).

Prainha: Piscina natural de águas cristalinas Reservatório de água da CEDAE, formado pelo córrego São Domingos (mais conhecido como valão), invadido pela população de Ubá. No curso do córrego é despejado o esgoto dos moradores porcos que não têm acesso a rede de coleta de impostos, que, por falar nisso, nunca foi vista.

DesUtilidade públicaEditar

LAN HOUSE TOMATE NET GAMES- Único ponto de comunicação da cidade com o exterior, com computadores de alta tecnologia (Windows 95), com a maravilhosa internet de 15kb, antes movida à lenha, mas, com o grande avanço tecnológico de nossa terra, implantou-se hoje a manivelox, além de grandes lançamentos de filmes e jogos piratas. Sob a direção da "Turma do Zé".

CulturaEditar

 

LingüísticaEditar

O idioma local é uma junção do caipirês, mineirês e alguns regionalismos, formando um dos dialetos de mais difícil compreensão e aprendizado: o Ubaiês; que consiste em juntar várias palavras numa só (mais usado pela fração caipira) e incorporar letras de músicas de funk no dia-a-dia.

Frases ouvidas em UbáEditar

  • Êh, mardita da bôua! – Muito usada pelos pinguços nos botequins da cidade.
  • Nóis é tudo cachorra. – Usado pelas pirainhas meninas da cidade pra demonstrar que gostam de praticar atos libidinosos.
  • Bonde das gostosas. – Frase freqüentemente encontrada nos banheiros femininos do puteiro colégo, escritas com lídipeipe.
  • Dá um kidi carne, sô. – Usada nos açougues.
  • Ganhemo tibook do estado. – Muito ouvida na escola em época de prova do SAERJ.
  • Xôôôôônaaado! – Gíria interna referente ao vídeo erótico ubaense.
  • Ahhh! Comprei um conjunto de calcinha e sutiã de 120 reais! – Típica conversa entre amigas de cabaré.
  • Virei um curisco! - Tive de correr para não ser pego em atos libidinosos.
  • Comisso não, mundiça, óia o piriri! – Mãe preocupada com seu filho.
  • Matô o fofoti... - Usada em situações de alta periculosidade

DicionárioEditar

  • Pópôpó? – Pode por o pó?
  • Pondiôns – Ponto de ônibus
  • Lidileiti – Litro de leite
  • Kidicarne – Quilo de carne
  • Ontonti – Antes de ontem
  • Sápássado – Sábado passado
  • Concêtá? – Como você está?
  • Oncêtava? – Onde você estava?
  • Prom nósvão? – Pra onde nós vamos?
  • Dácaron? Dá uma carona?
  • Trussocê – Trouxe pra você.
  • Dibadacama – Debaixo da cama

PolíticaEditar

Em época de eleição, São José de Ubá parece mais um estádio de futebol (com menos gente, claro), metade da população se denomina “15”, a outra “11” e 25 pessoas votam no terceiro candidato, que não vem ao caso, porque ninguém mais lembra o nome dele. Ganha quem distribuir mais camisas e bonés, que é de muita serventia pra quem planta tomate e pros pedreiros sem vergonha super elegantes. Sempre somos visitados pelo pilantra governador super preocupado com os problemas sociais, Sérgio Bode Cabral, para a inauguração de alguma jogada para malocar dinheiro público obra que mudará a vida dos cidadãos ubaenses, como o banquinho da praça ou o letreiro de metal da ponte da Saudade.