Abrir menu principal

Desciclopédia β

São Vicente e Granadinas

São Vicente Santo das Granadas
Caribbean Beach Party
São Vicente e Granadinhas
Bandeira de São Vicente e Granadinas
Brasão de Armas de São Vicente e Granadinas
Bandeira Brasão
Lema: Guerra e Injustiça
Hino nacional: Boom!!

Localização de São Vicente e Granadinhas

Capital Kingstown
Cidade mais populosa Cidade do Rei
Língua inglês
Religião oficial Crença local
Governo Ditadura Militar das Granadas
 - General Sir Frederick Ballantyne
Heróis Nacionais Capitão Nascimento
Área  
 - Total Uma ilha minúscula rodeada de porcarias menores ainda km² 
 - Água (%) 98
Analfabetismo 78 
População 190 
PIB per Capita 15.000 
IDH
Moeda dólar do caribe (rum)
Fuso horário - 4
Clima chamuscado pelas explosões
Website governamental ??


Cquote1.png Tanto santo legal, foram escolher logo São Vicente! Cquote2.png
São Pedro sobre São Vicente e Granadinas

São Vicente e Granadinas é um país localizado no meio das inúmeras ilhotas do Mar do Caribe e único país no mundo que possui um nome como se fosse uma banda de rock.

Índice

HistóriaEditar

 
Pintura São Vicente e Granadinas por Rembrandt Harmenszoon van Rijn (Museu das Artes Esquecidas - Duchambe - Tadjiquistão).

Um habitante das Praias de Malibu chamado Vince, marombado como qualquer frequentador do local, era conhecido como São Vince pela sua capacidade de pegar todas as gostosas que pintavam na praia (em sua lista aparece Pamela Anderson e Carmen Electra). Vince um dia quis posar de gostosão nas águas de Malibu e nadou no local sem a sua boia de patinho. Por causa disso ele foi levado pela correnteza marítima e ficou dias flutuando no Mar do Caribe sem rumo.

Depois de três meses ele atingiu uma ilha. No local havia apenas macumbeiros satânicos isolados do mundo e interpretaram a presença de Vince como dádiva divina e deram para ele mulheres, comida e tudo o que um homem possa querer. No dia seguinte ele foi sacrificado sendo aremessado numa cratera de um vulcão. Por causa disso o vulcão não entrou em erupção e a ilha foi salva graças ao São Vicente, nome da ilha.

Posteriormente no século XX, a ilha serviu como centro de treinamento de tropas militares dos mais diversos países, com as constantes erupções vulcânicas na ilha foram surgindo ao seu redor, atois de rochas vulcânicas inabitáveis que foram chamadas de Granadinhas, pois a região inventou o artefato militar da Granada.

SubdivisõesEditar


EconomiaEditar

A região se sustenta da exportação de granadinhas e estalinhos de festa junina.

PolíticaEditar