SEEEEEEEEEEEGAAAAAAAAAAAA!!!

(Redirecionado de SEGA)


Ciro-bottini.jpg Sega possui o Certificado Dedão Bottini de Qualidade!
Na compra de Sega, você recebe o Certificado Dedão Bottini de Qualidade,
o que garante a qualidade e a durabilidade do produto. Então, compre, compre, compre!
Dica: Não se esqueça de comprar também a Garantia Plus Shoptime!
Logo da empresa
O que serviu de inspiração ao nome

Cquote1.svg Você quis dizer: Dança do Havaí Cquote1.svg
Google sobre Sega
Cquote1.svg Você quis dizer: Tectoy Japonesa Cquote1.svg
Google sobre Sega
Cquote1.svg Você quis dizer: Sonic Enterprises Cquote1.svg
Google sobre Sega
Cquote1.svg Você quis dizer: O pior pesadelo da Nintendo Cquote1.svg
Google sobre Sega
Cquote1.svg Breeer-gaaaa! Cquote2.svg
Algum engraçadinho sobre Sega
Cquote1.svg I have a Dreamcast! Cquote2.svg
Martin Luther King Jr. sobre Dreamcast
Cquote1.svg Saudade de jogar Sonic! Cquote2.svg
Ex-Segaísta sobre Sega
Cquote1.svg Meu amigo! Cquote2.svg
Nintendista sobre Seguista
Cquote1.svg Sega Saturn Shiro! Cquote2.svg
Segata Sanshiro após nocautear você!!
Cquote1.svg Aquela que tinha o Sonic? Não me lembro! Cquote2.svg
Sonysta sobre Sega
Cquote1.svg Tenho todos esses consoles no meu PC! Cquote2.svg
Computeiro sobre Kega Fusion
Cquote1.svg Eu jogo Sonic no celular! Cquote2.svg
Geek sobre Sega
Cquote1.svg CHIKUSHO! Cquote2.svg
Japa depois de ter levado um 'Game Over' no Sonic
Cquote1.svg Pelo menos eles não são plagiadores da Nintendo. Cquote2.svg
Sonysta Realista sobre plágios da Sony.
Cquote1.svg Sega? Até eu administro melhor! Cquote2.svg
Realista sobre Sega
Cquote1.svg Genesis does what Nintendon't! Cquote2.svg
Sega sobre Nintendo
Cquote1.svg Sega, você é cega! Cquote2.svg
Nintendo sobre citação acima

Sonic Mexendo o dedo (1).gif

SEGA é uma empresa americana com sede no Japão administrada pelo burro do Shrek, que em pouco tempo foi para o buraco sem deixar nenhuma saudade.

HistóriaEditar

 
O presidente da Sega tomando o poder.

Tudo começou em 1940, quando o burro do Shrek e a dupla Broomberg Pai e Broomberg Filho resolveram subir na vida. Eles criaram uma empresa chamada Merda (ou apenas Sega.) que tinha como principal objetivo vencer a Nãoentendo (ou apenas Nintendo.) Conhecida pelo mundo apenas pelo personagem Sonic o ouriço o porco espinho, ela não teve muito sucesso no ramo pelo fato de ser administrada pelo burro, e seus amigos macacos. Conhecida pela política de "A cada novo console o outro é deixado de lado" a Sega foi ao buraco ao produzir seu pior console, o Merdacast (ou apenas Dreamcast.)

CeguistasEditar

Os Ceguistas são os fãs da Sega, que até hoje acreditam no lançamento do lançamento do MERDACAST 2 e pretende atacar o predio da Sega se isso não acontecer, em uma rebelião comandada por RaphaNunes e Paulão!. Atualmente eles se aliaram aos Nintendistas para derrubar os Sonystas (o grupo que não sente sono) e Muitos se Converteram para Caixistas e assim defender ate a morte os jogos clássicos.

Sua antiga rivalidade com a NintendoEditar

 
Eis ai uma das ideias idiotas da Sega para bater de frente com sua concorrente (ainda bem que mudaram essa maluquice no produto final).

Na verdade, antigamente, a Sega e a Nintendo eram amigos e ficavam bailando em toda a santa rua que passavam, até que Yu Suzuki e Shigeru Miyamoto compraram um pacote de bolacha Trakinas, e os dois repartiram até o fim do pacote, até que sobrou a última, Suzuki tinha comido 7 bolachas, e Miyamoto também. Era a útima e claro, como os dois não tinham raciocínio para partir a bolacha em dois, Miyamoto come ela inteirinha, deixando nenhum farelo. Suzuki ficou puto da vida e deixou seu amigo de lado, e pra piorar, Miyamoto cria o Super Mario, um encanador balofo, enquanto Suzuki, mais puto ainda, falou com um amigo que manjava de criação de personagens chamado Yuji Naka, que criou Sonic pra meter o pé no cu do encanador. Viu? Você pode até deixar seu amigo de lado por qualquer merda, até que seja por um pedaço não-escrito de papel.

ConsolesEditar

As máquinas de videogame da Sega, apesar de bonitinhas, não tinham atrativo comercial nem jogos decentes (porque todos os jogos decentes já tinham sido vendidos para a Nintendo e a Sony). Yu Suzuki, depois de perceber isso, tentou fazer um bom videogame, e começou pelo seguinte tosqueiro:

  • Merda Game 1000: O pior videogame da Sega já feito. Ele tem uma forma tão ruim que um dia ele foi enganado de ser uma caixa eletrônica. Na verdade ele foi feito pra peitar o Atari e o NES mas ele é tão ruim que perdeu sua audiência pro Atari, que ambos os dois perderam pro NES de lavada. Yu Suzuki ficou puto com isso e começou a produzir um novo projeto. Pouco se sabe sobre ele (por ser uma coisa exclusiva nipônica e australiana), mas resumindo: É A MAIOR MERDA DO MUNDO DOS GAMES!!!!
 
Sonic: o macabro e obscuro mascote da SEGA.
 
Exemplo de um infeliz viciado no Mega Drive.
 
"Gráficos tão reais que apenas o Mega Drive o Xbox 360 e o Playstation 3 conseguem processar!"
  • Tijolo Gear: Portátil inútil da Sega que nasceu em 1990, que fez sucesso no quinto dos Infernos que até tentou, mas não deu nem pro cheiro contra o Game Gay, só conseguiu derrotar o Lynx que era um lixo pior ainda. A única vantagem era ter a tela em cores, ao contrário daquele verde escroto do Tijolo Boy. Mas tamanha tecnologia tinha um preço: o maldito aparelho precisava trocar as suas 6 pilhas a cada 30 segundos. Sem jogos que valham a pena ser lembrados.

  PUTA MERDA, gastei uma nota com esse bosta!  
Qualquer um sobre Game Gear

  • Merda CD: Tentativa fracassada de criar um drive de CD para o Mega Drive para deixar seu Mega Drive mais maneiro do que o Super NES, pois o Super NES só rodava cartucho enquanto o Mega Drive + Merda Sega CD rodava cartucho e CD. Só os japas se atreveram a comprar, pois além de carésimo, os jogos levavam 450 dias para "loadar" (carregar).
 
Como qualquer empresa de (sub)sucesso, a Sega possui uma sessão reservada a personagens protótipos que são constantemente rejeitados para novos jogos...
  • Merda 32 (e) X: Numa última tentativa desesperada de bater o SNES, a Sega criou este periférico que transformava o Mega num console de 32 bits com gráficos ainda PIORES! do que o Super Nintendo, deixando o Mega Drive AINDA MAIS TOSCO e um puta dum trambolho enorme de se carregar na mão. Mas novamente falha em tentar vencer o fodastico Super Nintendo, novamente por falta de jogos bons.

  PUTA MERDA, que coisa enorme!  
Dado Dolabella sobre Mega Drive + Mega CD + Mega 32X

 
Sonic foi o único a se dar bem após a queda da Sega trabalhando em outros consoles (para azar de Link e Mário...ou não)
  • Nomerda: Nada mais que um Mega Drive no formato do Tijolo Gear que a Cega dizia ser portátil, seu principal concorrente foi o Virtual Boy. Podridão total e gráficos muito mais ruins. Nem passou aos pés do Mega original. Houve quem caísse nessa pegadinha(Engana que eu gosto).
  • Cega em Saturno: Console da geração 3D, teve como mascote um jogo de luta chamado Virtua Fighter, que naufragou vergonhosamente ao se deparar com o DOGMA Playstation e seu Tekken. Sobreviveu a duras penas, pois o Play tinha praticamente a exclusividade de todos os jogos, enquanto os únicos jogos exclusivos para o Saturn eram... os da própria Sega (cruzes). O Sega Saturn também tinha um dispositivo antipirataria que matava em sete dias qualquer um que ousasse destravar o console e/ou jogar CDs piratas nele (o que deu prejuízo à Sega, pois ninguém queria comprar CD original a preço exorbitante).
 
Sega mostrando que não vive só de Sonic e que também desenvolve outros excelentes jogos.
  • Merdacast: A última cartada da Sega para manter a dignidade e não bater na porta dos concorrentes pedindo pinico, o Dreamcast foi um console da geração 128-bit (porra, pularam a geração 64-bit?) teve como mascote... o Sonic (estranhamente, na geração 32-bit a Sega deixou o azulão na geladeira. Pior pra eles). Mas já era tarde demais. A Raposa Esquizofrenica e o Bigodudo 64 já tinham chutado a Sega e dado poder absoluto à Sony e a Nintendo, que abriu as portas para o monopólio do Playstation 2 (que dura até hoje, para nosso desespero). Como se isso já não fosse o bastante, a Sony comprou o querido mascote da Sega que juntamente com seus amiguinhos lançaram Sonic Heroes pra PS2 e logo de cara assassinaram o Dreamcast(e isso foi o fim pra Sega).

A quedaEditar

Sucesso é a irmã gêmea da inveja. A Sega do Japão sempre teve inveja da Sega América que tinha 60% do mercado enquanto no Japão era uma fracasso.

Então resolvem atirar na própria perna. Resolvem antecipar a venda dos Santurn e matar a galinha dos ovos de ouro o Mega Drive e periféricos. A Nintendo ficou praticamente sem concorrência nos 16 bits.

Como não tinha Santurn para vender para todo mundo grandes redes boicotaram a Sega e retiraram seus produtos da prateleiras, mas pelo menos a Sega do Japão realizou seu objetivo vender mais no Japão do que nos EUA até a chegado do PlayStation.

A Sony chegou com tudo reduziram o preço, taxas menores, tempo de lançamento de 15 dias, software fácil de programar e capacidade de 3D nativo.

Ironicamente o PlayStation seria um vídeo game 2d assim como o Saturn, mas a Sega lançou uma porrada de jogos 3D para o fliperama e a Sony mudou todo o projeto graças ao sucesso que eles fizeram.

No desenvolvimento do Saturn conversaram com um empresa que vendia processadores 3d e a Sega fez uma lista enorme de motivos técnicos para não comprar, a empresa corrigiu todos os problemas e não compraram. Desta forma venderam o processador para Nintendo e assim nasceu o Nintendo 64.

Com o hardware defasado a Sega investe no Dreamcast tudo que o Saturn deveria ter sido e não foi. A coisa começou bem teve até jogo do Sonic coisa que o Saturn não teve, Shemue e até conexão à internet com jogatina online.

Porém a Sony joga uma bomba atômica na Sega, o primeiro um vídeo game capaz de ler DVD mais barato que o Dreamcast e muito mais potente. Desta vez Segata Sanshiro não pode desviar o míssel pois estava na lua. (Procure por este nome no YouTube).

Os pais cansados de comprar um novo vídeo game da Sega a cada 2 anos foram em massa para a Sony.

Sem dinheiro entrando, sem ninguém que fosse louco o suficiente para fazer jogos exclusivos para o Dream e vendo seu nome afundar na lama, os executivos da Sega fizeram o impensável: desistiram dos consoles e foram até a imprensa anunciar que virariam mulherzinhas da Sony, da Nintendo e da Microsoft (que se aliou à Raposa Demoníaca para com o seu poder derrubar o Playstation 2 e o Playstation 3) e honradamente passariam a apanhar de suas ex-parceiras Capcom e Konami. Até hoje os órfãos da Sega choram o destino da empresa...

O aumentoEditar

Atualmente, a Sega começou a fazer acordos com a Nintendo e lançaram o primeiro jogo de Sonic para Wii, Sonic and the Secret Rings. O jogo não recebeu muita audiência, pois estranharam com o Sonic dentro da Nintendo (mas o que salvou o jogo foi o fato de a Sega finalmente ter criado um jogo aonde o Sonic mexe os pés e corre rápido mesmo). Também lançaram Nights Jouney of Dreams (um antigo e esquecido clássico da Sega) para Wii. Então veio o jogo de luta mais querido da Nintendo: Super Smash Bros. Brawl, com o SONIC jogável, mais uma vez na Nintendo. Após o choque de audiência, as olimpíadas estavam chegando e então criaram o melhor jogo de esporte entre esses dois rivais: Mario & Sonic at the Olympic Games. Depois de vencer em qualquer modalidade, Sonic ganha sua popularidade outra vez. Vamos ver o que essa merda vai dar...

CuriosidadesEditar

  • Apesar da Sega ter zilhões de outros infelizes meliantes caras que trabalham por lá, quase todo Seguista só sabe ficar louvando o Yuji Naka (que é o santo criador do Sonic, superando até o Yu Suzuki que criou praticamente todos os outros jogos da Sega).
  • Uma das outras coisas que também faz a Sega continuar no ramo de videogames é o fato de todo mundo ainda estar confuso sobre a rivalidade da Sega com a Nintendo. Dizem que a Nintendo fez amizade com a Sega atualmente só pelo fato da Sega estar podre e sem possibilidade de voltar para o ramo dos Consoles. Outros dizem que isto é um meio de fazer criar mais Segaístas e Nintendistas no mundo.
  • E pelo fato de Sega ser tão inútil e ridícula a ponto de ter que se juntar à Nintendo para conseguir ganhar alguns míseros ienes por mês, Sonic continua existindo, junto com seus amiguinhos super gays como Tails e macaquinhos inúteis do Super Monkey Ball,mas na verdade eles só continuam sendo utilizados pela Nintendo porque aceitaram um contrato que os obriga a limpar as merdas do Mario e do Luigi por trás dos games.

GaleriaEditar

Ligações externasEditar

  Conheça também a versão oposta de Sega no Mundo do Contra: