Abrir menu principal

Desciclopédia β

Sabu

SheikYerbouti.jpg

"Vai tomar no cu", em árabe
Brimo, este artigo é árabe!
Se você entrar no harém dos outros, correrá sério risco de ficar sem petróleo

Rajesh aproves.jpeg नमस्ते!

Este artigo é indiano, tic! Anda de elefante, joga cricket, é vegano, fala um inglês horrível, trabalha em um call center e adora incenso! Se vandalizar este artigo ou for paquistanês, você será incinerado pelas chamas de Agni! E nunca toque num Dalit!

Dhalsim meditando.png



Sabu.JPG
Local de Nascimento India
Aniversário 06/06/06
Idade 75 anos
Altura 1,88
Peso 100kg
Estilo de Luta Luta dos árabes loucos
Arma Preferida SteelChair
Técnica Máxima Secreta Luta dos árabes loucos
Religião Islamismo
Profissão Ex-Lutador
Característica Marcante Suas cicatrizes na bunda
Comida Favorita Esfiha
Frase Favorita "هذه الجملة لا تعني شيئا"
Passatempo Lutar
Esporte bicicletismo


Terry Brunk, também conhecido como Sabunete, Homicida-Genocida-Suicida (ou se preferir o árabe louco) foi um lutador de luta armada da empresa WWE.


HistóriaEditar

Sabu é irmão de Abdul Alhazred (mais conhecido por Árabe Louco),primo de Osama Bin Laden, filho de Adbullah Bhalti (que também era chamado de o Árabe Louco) e de Al Azif (que também era conhecida como... adivinhem?? Ui, por pouco! Esta era a árabe maluca, não chegava a ser louca).

Sabunete nasceu na Índia, em Bombain, no meio do deserto. Ele teve uma infância muito difícil, pois ainda com 5 anos, resolveu se inscrever na Al-Qaeda. Lutou por muito tempo contra os Estados Unidos do Sul do Brasil onde ele adquiriu a maior parte de suas cicatrizes.

Com 10 anos, Sabu resolveu para de guerrear e foi trabalhar num harém, cuja propriedade era da pedofila/apresentadora/rainha dos baixinhos Xuxa Satânica. Lá ele aprendeu a arte da Kama Sutra, de dar a ré no kibe sem reclamar, entre outras coisas árabes que se aprendem num Harém.

Com 15 anos, a dona pedófila e rainha dos baixinhos do Harém decidiu que Sabu não estava mais a satisfazendo e o mandou para uma empresa de lutas árabes para ver se conseguiua lhe arranjar uns trocados para comprar um escravo sexual melhor que ele. Depois disso ela prometeu o liberar.

Sabu foi e lutou, ganhou muitas lutas, mas perdeu várias, principalmente as que eram lutadas com arame farpado. Nestas lutas ele ganhou mais cicatrizes, dentre elas sua cicatriz na bunda.

Um dia, um olheiro da empresa de luta falseta WWE foi ver uma luta de Sabu. Ele viu e o contratou.

Na WWEEditar

 
A madonna com o qual Sabu lutou.

Na WWE Sabu teve sua primeira luta armada. Ela foi contra a Madonna - The Lesbian. Madonna começou dominando a luta, por ser mais experiente em fingir. Mas logo, fingidamente, Sabu conseguiu virar e ganhar de Madonna. Ela (ou seria ele), depois da derrota entrou em uma crise de existência e resolveu se aposentar.

A partir daí, continuou fazendo lutas armadas. Até que sugeriu para a WWE a luta do arame farpado que havia lutado quando tinha que conseguir trocados para a xuxa.

Claro que a WWE, bicha como sempre, recusou a oferta, pois seu presidente Víncí Quênêdí MéquiMárron achava que isso podia prejudicar a integridade física de seus lutadores.

Revoltado, Sabu criou a ECW, ou seja, Extremo Campeonato de Wluta não-armada. Muitas pessoas iam assistir suas lutas com arame farpado, marretas, cacos de vidro, lampadas fluorescentes, entre outras coisas que doem.

A cada dia menos pessoas ia ver a ECW, pois segundo o instituto data-fodase, uma pessoa fica cega por dia nos Estados Unidos do sul do Brasil devido a alta ingestão de churrasco. Então, a ECW perdia fãns para a WWE, pois a WWE tinha narradores.

Então, Sabu teve que declarar a falência da ECW e foi obrigado a vendê-la para a WWE para conseguir pagar suas dívidas com indenizações por acidente de trabalho. Desde que a ECW foi comprada, só existem lutas bichas de lutadores negões, gordos e não pedofilos, ou seja, tudo que Sabu odiava.