Abrir menu principal

Desciclopédia β

Santana de Pirapama

Santana de Pirapama é uma cidade de Minas Gerais (pouco) conhecida por ter se desmembrado de Cordisburgo, uma das cidades de "maior cultura" de Minas Gerais. Como a já escassa cultura que o município tinha foi para Cordisburgo, Santana de Pirapama acabou ficando como único ponto turístico uma igreja que faz pão de queijo para pobres e extraterrestres que pousam em Minas Gerais.

Índice

FundaçãoEditar

 
Açougue/igreja/hospital/mecânica/prefeitura de Santana de Pirapama.

A fundação ocorreu quando Cordisburgo queria um distrito que seria responsável pelo café da manhã do prefeito de lá. Como distritos sem muita utilização/exploração de trabalho são considerados inúteis, eles geralmente fazem uma revolução e se emancipam, julgando serem melhores do que a cidade de quem se emanciparam.

Nesse caso, a cidade que se emancipou foi Santana de Pirapama. Depois de arranjar esse nome escroto e estabelecer uma economia, não restou quase nada de eventos culturais que não envolvam religião. Pois metade da cultura criada em Santana de Pirapama vem de Cordisburgo, a outra metade vem de Deus sabe onde e um infinitésimo vem de Santana de Pirapama.

EconomiaEditar

Alguns setores da (já abalada) economia.

TurismoEditar

Simplesmente não há turismo em Santana de Pirapama. As pessoas só vão para uma determinada cidade se tiver a equação: Mulher + Praia + Sem Pobreza. Nesse caso, é raro alguém aparecer em Santana de Pirapama com o objetivo de ficar por lá mais de 2 dias, já que a maioria se hospeda nas casas de massagem (já que não tem hotel lá) e ficam de passagem... Algumas vezes nem saem das casas de massagem, tem medo de morrerem em Santana de Pirapama.

IndustrializaçãoEditar

Durante a industrialização, o município ainda era um distrito que atraía a atenção de vários pobres/sanguessugas que queriam arrecadar dinheiro para conseguir construir uma casa em alguma favela do Rio de Janeiro.

A cidade recebeu duas fábricas: a primeira fabrica ração de cachorro para a população para lojas da região. A segunda fábrica fabrica brocas e peças de carros para... Algum lugar. Alguns suspeitam que a segunda fábrica tem uma relação com a NASA que instalou uma base ultra-secreta em Santana de Pirapama que é o lugar perfeito para testar OVNIs feitos pela agência sem ser incomodada. Também que não há qualquer tipo de tecnologia que possa gravar aquilo.

CulturaEditar

 
Qual dos dois locais coloridos é Santana de Pirapama? Se não souber responder, você é uma pessoa normal.

Tem algumas passeatas religiosas e o dia do santo dos cachorros, o São Valadão. Mas fora isso, mais nada. Existe uma feira que ocorre periodicamente para vender os produtos mal-feitos de Santana de Pirapama e algumas fotos de aparições de santos ou então de OVNIs que algunmas pessoas com gostos excêntricos compram.

AtualmenteEditar

A cidade continua com o pé na cova. Pois algum dia vai falir e assim, livrar o mundo do peso de consciência de existir algo tão ruim quanto a vida na África.