Abrir menu principal

Desciclopédia β

Sassi di Matera

T-rex.jpg
Este artigo ou seção trata do passado. A partir daqui, só os dinossauros, o Dom Quixote e outros fanfarrões da idade média ou da pré-história estavam presentes.


Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.png Você quis dizer: Salsa de Madeira Cquote2.png
Google sobre Sassi di Matera
Cquote1.png Experimente também: Pedras de madeira Cquote2.png
Sugestão do Google para Sassi di Matera
Cquote1.png Que lindo! O que é? Cquote2.png
Guria retardada sobre Sassi di Matera.
Cquote1.png Fui eu que fiz! Cquote2.png
Paulo Maluf sobre todas aquelas pedras esculpidas.
Cquote1.png O primeiro CDHU da história. Cquote2.png
Você ao ver Sassi di Matera.

Sassi di Matera foi o primeiro programa habitacional conhecido na história da humanidade, sendo ali construídas várias casas para que os menos agraciados pela vida pudessem viver, formar família e, assim, gerar mais mão-de-obra semiescrava para as indústrias e lavouras do grande país que essa bota.

Pedras que viraram casasEditar

 
O cafofo atualmente.

O governo italiano do paleolítico vendo que as pessoas mais pobres viviam sem-teto e dormiam ao relento tendo que todo dia acordar e ir para a labuta e vendo, também, que isso diminuía a capacidade produtiva daqueles homens, dessa forma eles ficariam mais fracos para matar mamutes e se tornariam presas fáceis para lobos e outros pokémons que existissem nas graminhas por perto.

Visando ajudar os mais abastados, o governo da região, regido pelo chefe do clã, o druida e o ceguinho que a tudo via decidiram construir as casas por lá para a massa. Assim eles passaram a esculpir casas em rochas pois assim era mais sólido e resistente, exceto por momentos de erosão e desabamentos, no entanto tudo deu mais ou menos certo, e se desse errado, também, não era algo que o estado se importaria.

Mais um pouco no tempoEditar

 
As casas em sua época áurea.

A construção demorou um pouco, tanto que começou na Idade da pedra lascada e só acabou após a Idade do ferro, tudo devido ao superfaturamento com os materias de construção, a demora das licitações e a tremenda burocracia que assolava o mundo da época, tinha de pedir a não sei qual Deus, fazer sacríficio para a ninfa não sei das quantas, dar três pulinhos para não sabe-se quem e por aí ia.

Anos depois, na região houve um inchaço populacional causado pela vinda de trocentos cristões, daqueles que até hoje dominam a grande bota, assim construíram por lá mais igrejas do que fiéis viventes e mais monastérios do que jovens dispostos a morrerem virgens pelo Senhor. Hoje todo esse entulho virou patrimônio da humanidade, assim toda essa bela história pode ser preservada mesmo que ninguém esteja afim de conhecê-la.

Ver tambémEditar