Abrir menu principal

Desciclopédia β

Satélites de Marte

Marte possui dois satélites porque a população de lá é mais rica que a terráquea e possuem mais dinheiro para comprar um satélite natural a mais.

DescobertaEditar

 
Luke Skywalker observa Fobos e Deimos no horizonte durante sua estadia em Marte.

Fobos e Deimos foram descobertos pelo desocupado sem nada de melhor para fazer da vida Asaph Hall em 1877, embora a existência desses satélites já tivessem sido previstos anteriormente.

150 anos antes em 1726, Gulliver foi teletransportado para outra dimensão no Triângulo das Bermudas para a cidade de Laputa, uma capital marciana, e lá viu as duas luas de Marte durante uma noite de amor com sua marciana de três seios e cinco vaginas.

Alguns anos depois em 1750 Voltaire escreveu uma fanfic sobre uma invasão marciana onde descreveu Marte com duas luas afirmando e credibilizando seu amigo Gulliver que era considerado ficção científica infantil para uns.

Porém, foi mesmo Asaph Hall o nerd quem anotou por A+B a existência dos dois satélites, ele era extremamente desocupado, podia dedicar seus dias, semanas, meses a ficar observando essa coisa inútil que são as luas de Marte. Passou dias em seu observatório sem tomar banho, mijando numa garrafinha, sem comer só calculando variáveis gravitacionais que pudesse provar com toda certeza sua descoberta.

Quando finalizou seu trabalho de meses constatou a existência dos dois satélites e teve um orgasmo intelectual. Coitado, ele achou que fosse ficar famoso ou algo assim... Mas alguém conhece Asaph Hall? Acho que não.

O nome Fobos e Deimos foi uma homenagem a dois paga-paus de Marte na mitologia romana.

Um fato curioso ocorreu por volta de 1959 quando New York Times anunciou como piadinha de 1 de abril que Fobos e Deimos na verdade sempre foram satélites artificiais americanos que ficavam espionando a vida dos marcianos. Os soviéticos como não sabem brincar, típico, levaram essa notícia a sério e por isso mandaram uma cadela chamada Laika para tentar impedir isso, mas depois que a notícia foi desmentida acionaram o botão de auto-destruição da nave da cachorra para não desperdiçar grana com aquele bicho ir lá pro outro planeta.

CaracterísticasEditar

Fobos e Deimos não são redondinhos como a Lua, parecem dois pedaços de pão amassados gigantes, o que reforça a tese que eles não passam de asteroides que foram expulsos por mal comportamento do Cinturão de Asteroides.

Não há eclipses solares, mas acontecem eclipses lunares todo dia, para os marcianos o tamanho de Fobos é três vezes menor que a Lua para os terráqueos, enquanto Deimos parece apenas uma estrela bem brilhante por estar meio longe.

Esses satélites possuem órbitas meio esquisitas, parecem se movimentar aleatoriamente, não são iguais a Lua da Terra que é toda previsível. O primeiro marciano a pousar em Fobos e Deimos foi Marvin.

Deimos está se aproximando 5 centímetros por ano terrestre e daqui a 1 trilhão de anos vai cair em Marte, por outro lado Fobos está se afastando de Marte 6,7 centímetros por ano terrestre e daqui a 2 trilhões de anos vai conseguir retornar para o Cinturão de Asteroides.

SatélitesEditar