Abrir menu principal

Desciclopédia β

Saudade

Uma ótima foto para matar a saudade da pessoa.

Cquote1.png Cada um chora por onde sente saudade. Cquote2.png
Ditadinho povãolar sobre coisas escorrendo de saudade.

Cquote1.png A saudade bateu, foi que nem maré Cquote2.png
Jorge Vercillo sobre saudade
Cquote1.png E o que tem pra hoje é saudade... Cquote2.png
Corno sobre saudade

Saudade é aquele sentimento de quando o Tião Pauzão pegou uma ilustre pessoa e depois se foi, sem deixar rastro e, a flor ficou largando seu orvalho com arzinho triste e suspirando. Não entendeu? Continue lendo, se quiser claro mas, poderá sentir saudade de algo que preste pra ler...

O sentimentoEditar

Tudo que respira sente saudade, mesmo que não admita, mas ora, isso nunca deve ter sido perguntado, ou consegue imaginar um entrevistador, repórter ou qualquer criatura que seja perguntar: Você sente saudade? Sem que haja um complemento, de que ou de quem? Simplesmente sente saudade? Não mas, se houvesse essa pergunta já até imagino que teria metidos a bonzão que diriam não ter saudade. Não há como porém, um ser não sentir falta de algo que seja.

Falando em sentir falta dizem que é mais ou menos assim em todas, ou quase todas as línguas existentes que se define saudade e que, apenas no idioma portuga é que tem uma palavra específica para isso. Que coisa chique, mas porque em outras linguagens não ter algo específico como saudade? Ora, em Portugal todo mundo tinha saudade de um certo atributo e, não poderia deixar de se criar essa palavra especial para este sentimento especial, outrossim, a faculdade citada vivia os deixando e em momentos em que mais precisavam, e surgiu, a saudade.

De que?Editar

 
Marcelão com saudade do Anônimo.

Primeiramente, seria saudade de pessoas mas, pode ser de qualquer coisa, até de uma comida, o viagra surgiu para que os pudessem matar a saudade daquela coisinha peludinha ou depiladinha. Saudade de pessoas (ai, ui) queridas, que estão longe ou já se foram, nesse caso algumas vezes uma fotografia, ou peça de roupa, ou um pentelho devidamente guardado e conservado pode aliviar a saudade.

Quando a saudade é muita, recomenda-se também chorar, sim, não segure as lágrimas, se o aperto no pênis coração não passar ao menos haverá alívio. Saudade de uma fruta que é praticamente inexistente no lugar em que a pessoa se encontra, nesse caso, recomenda-se que se vista de Carmen Miranda e saia dançando com horti-fruti na cabeça, o ridículo vai ser tanto, e te zoarão tanto que vai até esquecer a dita comida... Saudade daquela comida é sempre um problema. Saudade de seu ursinho de pelúcia, nesse caso o pior de tudo é que terá vergonha de confessar, nem desabafe com quem quer que seja, mas pegue em um bichinho qualquer, que pode resolver e ninguém notar.

NinguémEditar

Há coisas da qual ninguém tem saudade, tipo levar umas porradas e muita gente fala sim, em dar porrada mas, se borra se não estiver em grupo, sendo capaz até de apanhar de um emo gayzinho se estiver sem ninguém mas, essa história de não poder com ninguém sozinho nem ofende mais os bundões... ora, todos sabem que de igual pra igual, quem gosta de pegar gente em menor número se borra até ao cruzar naquela tardezinha no silêncio com aquele emo... é mesmo capaz de apanhar do emo... e, acredite: Há emos que batem, isso existe.

Falando em emos, não todo mundo que os odeia mas, uma boa parte de seus odiadores, sente muita saudade quando passa um certo tempo sem ver nenhum emo, revelando sua grande paixão que é desprendida em forma de agressão... acha o que? A primeira manifestação de agressividade seria um pinto querendo entrar em algum lugar... se não entendeu, experimente no cu na prática.