Abrir menu principal

Desciclopédia β

Sean (O Massacre da Serra Elétrica)

Deppmorte.gif
Sean (O Massacre da Serra Elétrica)
é uma vítima infeliz e sem sorte!

Foi fugir e tropeçou em uma pedra

Namorado de aluguel da protagonista imortal Jenny e membro do grupo de jovens que foi perseguido por Leatherface e sua trupe no filme O Massacre da Serra Elétrica - O Retorno, Sean Connery é aquele personagem azarado, que só foi criado para morrer de maneira violenta e acordar os espectadores que dormem nas salas de cinema. Na verdade, este inútil é tão fraco e insignificante, que Leatherface não precisou mover uma palha para matá-lo, quem teve as honras de botá-lo na conta do papa foi Vilmer Sawyer, o chapadão que estava com sede de sangue e que sente tesão em usar mocinhas e mulheres como sparring.

CaracterísticasEditar

 
Única imagem de Sean em toda a internet, em que esse infeliz posa ao lado de sua namorada de aluguel, Jenny.

Para ser sincero, eu nem consegui reparar direito nas características de Sean, até porque este imbecil apareceu em apenas meia dúzia de cenas antes de morrer de maneira violenta debaixo das rodas do guincho de Vilmer Sawyer. Mas como preciso encher um pouco de linguiça para esse artigo ficar um pouco menos medíocre, vou descrever um pouco a criatura baseado na foto ao lado, que inclusive é a única imagem dele que está na internet (e também só porque eu tirei uma print screen, porque senão, nem isso teria).

Aparentemente, Sean frequenta o mesmo cabeleireiro (ou jardineiro) que o Paolo Guerrero, aquele atacante do Corinthians. Seu cabelo é uma verdadeira obra dadaística, que apenas os críticos de arte conseguem entender o significado. Fora isso, Sean é um sujeito comum e sem graça, que passa despercebido pela rua. Ele é tão normal e sem sal, que eu nem vou continuar falando sobre as características dele, pois é capaz de você acabar dormindo atrás da tela do computador. Vou parar de encher linguiça e começar logo a falar sobre a participação dele no filme, que é o que você não quer saber.

HistóriaEditar

Durante os eventos do filme, assim como sua namorada de aluguel Jenny, Sean estava em sua festa de formatura do Ensino Médio, se preparando psicologicamente para largar de vez todas as atitudes babacas e pervertidas que tinha na escola, e se tornar (ou pelo menos tentar se tornar) um homem de verdade, sério e comprometido. Sean esperava aproveitar muito bom essa sua última noite como adolescente estúpido, pois depois desse dia, ele iria pegar um livro pela primeira vez na vida, e começaria a estudar muito para passar no vestibular e conseguir entrar em uma faculdade de administração, que é tão sem graça e comum quanto ele.

Apesar de estar disposto a perder a virgindade antes de passar para a próxima fase de sua vida medíocre, Sean foi cagão, e não teve coragem de convidar Jenny para ir com ele para algum lugar mais sossegado. Quem teve que tomar a iniciativa foi a própria Jenny, que chamou Sean para o banco de trás do carro da melhor e única amiga dela, Heather, que também estava se formando, e provavelmente não iria sair da festa antes das 5 da madrugada, que é quando o álcool acaba.

 
  Shit... MWAHAHAHAHAHA!  
Vilmer Sawyer, enquanto passa com o seu guincho 20 vezes sobre o corpo de Sean, matando o infeliz várias vezes depois de morto

Enquanto os pombinhos estavam na maior amasso no banco de trás do carro, Heather, que descobriu que estava sendo chifrada por seu namorado Barry, saiu mais cedo da festa, e acelerou o carro com tudo, para o desespero principalmente de Sean, que foi interrompido quando estava quase lá. Para que sua amiga não se assustasse ao descobrir por si mesma que tinha um sujeito mais feio do que o cão pelado no banco de trás de seu carro, Jenny se revelou, e disse para Heather se virar apenas depois de 1 minuto, que era o tempo que Sean precisava para recolocar a sua roupa de brechó.

Sean mal terminou de botar as ceroulas, e Heather, bebaça por causa das vodkas que bebera na festa de formatura, entrou na contramão e bateu no primeiro carro que passava por aquela estrada em 10 anos, destruindo o seu veículo que nem estava no seguro. Apesar do carro ter voado por muitos quilômetros antes de cair atrás da moita, Sean não se machucou muito, pois vaso ruim não qiebra tão cedo. Jenny, Heather e Barry também não se machucaram muito, pelo menos estavam vivos e ainda tinham a capacidade de se movimentar. Quem se deu mal mesmo foi o motorista do outro carro, que ficou com os 2 pés na cova. Mas isto não era importante, pois aquele motorista era apenas mais um figurante de filme de terror, e foi criado apenas para morrer mesmo.

Para resolver este pequeno problema, Jenny, Heather e Barry foram procurar por ajuda, enquanto que o cagão do Sean, que estava com medinho de entrar na floresta, ficou tomando conta dos destroços do carro e do corpo do quase defunto. Após algumas horas fazendo monólogos, Sean finalmente avistou uma alma viva na região, só que para seu azar, essa alma era a de Vilmer Sawyer, o sujeito doidão que estava doido para empalar sujeitos idiotas que tem medo até da própria sombra. Percebendo que o sujeito estava com sangue nos olhos, Sean tomou a primeira decisão correta em sua vida, e saiu correndo como um doido. Mas isso não adiantou muita coisa, pois como Sean estava correndo em linha reta pela estrada, Vilmer apenas teve o trabalho de passar 20 vezes por cima dele com o seu guincho, matando de vez o infeliz.


v d e h
BUUUUUZZZZZZZZZZZZZZ!!! O Massacre da Serra Elétrica...