Seleção Iugoslava de Futebol

Capitao Nascimento.jpg PEDE PRA PÔR NOVAS IMAGENS!!!
Quem não colocou imagens nessa porra??!! FOI VOCÊ! FOI VOCÊ, SEU VIADO!!! Tu não é um Caveira, tu é MOLEQUE! Acho melhor colocar mais imagens, senão o Capitão Nascimento te põe no saco, seu vagabundo! E faca na caveira!!!
Barraderolagemalema.jpg Este artigo é algo que o Utah Jazz aprovaria, se Michael Jordan tivesse continuado a jogar beisebol...

Este é um artigo que pode te levar para o Lado Amarelo da Força. Se estiver perto de algum evento decisivo, não o leia, pois pode causar um FAIL épico.


Cquote1.svg Puta merda, lá vamos nós perder de novo Cquote2.svg
Um torcedor iugoslavo sobre toda vez que sua seleção ia enfrentar a URSS, a Tchecoslováquia ou a Hungria
Cquote1.svg Na União Soviética, a Iugoslávia entrega a paçoca pra VOCÊ!! Cquote2.svg
Reversal Russa sobre o resultado comum de um jogo entre Iugoslávia e URSS

Seleção Iugoslava de Futebol FOI uma seleção que era mais bagunçada em nacionalidades que as seleções europeias atuais com mais de ienzi jogadores nacionalizados. Ela, como o nome já dizia, representava a nação falida da Iugoslávia nas competições da PIPA e é uma daquelas que todo mundo dizia anos atrás "essa seleção era foda", mas sempre nas decisões ela peidava pra muzenga e assim foi até o último dia de sua singela ineficácia. Eram apelidados de os brasileiros da Europa, pela qualidade dos seus times, mas se aproximavam mais de mexicanos da Europa, pois jogavam como nunca e perdiam como sempre, ou como França de Marca Branca, pelos uniformes e estilo de jogo parecidos com o dos Bleus, mas sem a eficácia do produto original[1].

ComposiçãoEditar

Tal qual o país bagunçado que ela representava, tinha jogador das mais diversas nacionalidades: bósnios, croatas, sérvios, montenegrinos, macedônios e eslovenos. E com essa mistureba toda eles formavam uma classe fuderosa, que deixava sua marca em várias copas do mundo, como seus 4º lugares nas copas de 1930 e 1962, ou a medalha de ouro nas Olimpíadas de 1960, quando eles ainda eram relativamente fodas mesmo.

Mas quando da morte do Marechal Tito e a subida ao poder de Slobundão Miloserbicha a Iugoslávia começou a se despedaçar, e a seleção foi junto. Surgiu seleções da Croácia, Macedônia, Bósnia e Eslovênia, deixando a iugoslava com quase nada. Um dia inclusive o país acabou também se ferrando, virando a Seleção Servo-montenegrina de Futebol, que depois também se partiu em duas (a de Montenegro e a da Sérvia - essa última seria a oficial herdeira da seleção iugoslava, apesar de ter perdido os melhores jogadores pra Croácia e pra Eslovênia muito tempo antes).

Vale notar que a Iugoslávia tinha conseguido a classificação para o Euro 1992, onde já estava tudo arranjado para a equipe cruzar com a ex-União Soviética nas semifinais ou final e entregar a paçoca como sempre, mas foi proibida de participar e ainda viu a Dinamarca ser convidada para seu lugar e ser campeã. Em 1994, foi colocada no mesmo grupo da Rússia, porém, como estava suspensa pela FIFA, não pôde realizar mais uma entregada para os russos.

Copa do Mundo de 1990Editar

Esse foi oficialmente o último torneio da Iugoslávia como país inteiro, antes da maioria da cambada se tornar independente. Jogando no Grupo D levou de 4-1 da Alemanha; depois derrotou a Colômbia por 1-0 e fez 4-1 na piada da copa, os Emirados Árabes Unidos e passou pras oitavas em 2°. Eles ainda duraram um pouco mais, bateram a Espanha por 2-1 na prorrogação com a ajuda do driblador. Mas tudo o que é bom dura pouco, depois de um 0-0 persistente com a Argentina, perderam por 3-2 nos pênaltis pra alegria dos bósnios, eslovenos, croatas e macedônios.

Copa do Mundo de 1998Editar

Caiu no Grupo F e começou vencendo o cagado Irã por 1-0; depois empata 2-2 com a Alemanha e olha só, venceram os capitalistas dos EUA e passaram em 2° atrás da Alemanha. A Iugoslávia com o próprio nome se despediu das copas com uma derrota pra Holanda nas oitavas de final e o último gol da Iugoslávia com esse nome em copas foi marcado por Slobodan Komljenović, mal sabiam eles mas os laranjinhas também fariam a despedida deles na euro.

Eurocopa 2000Editar

Foi a última competição disputada pela Iugoslávia com esse nome antes da extinção. Jogou no Grupo C e estreou num curioso duelo contra a ex-iugoslava Eslovênia, jogou insano que foi 3-3; depois derrotou a Terra da Elsa por 1-0 e perdeu na marra pra Espanha por 4-3, mas passou na bacia das almas em 2°. A Iugoslávia se despediu do pior jeito possível, tomou um 6-1 sem dó nem piedade da Holanda, e o histórico último gol iugoslavo numa euro foi marcado por Savo Milošević.

"Realizações"Editar

  • Um ouro olímpico em 1960, não reconhecido pela FIFA porque ninguém se importa com o futebol nas Olimpíadas
  • Um campeonato mundial sub-20 em 1987 que só serviu pra parir a Croácia de 98
  • Três medalhas de prata consecutivas em Olimpíadas, servindo como garçom pros títulos de Suécia, Hungria e União Soviética
  • Dois vice-campeonatos europeus, em 1960 para a União Soviética e em 1968 para a Itália
  • Duas medalhas de ouro nos Jogos do Mediterrâneo
  • Conseguir levar o empate quando ganhava de 5-1 da União Soviética aos 30 do segundo tempo nas Olimpíadas de 52

Jogadores IlustresEditar

  • Dragan Džajić
  • Savo Milošević
  • Dragan Stojković (O Driblador)
  • Dejan Petković
  • Zlatko Vujović
  • Pedrag Mijatović
  • Rajko Mitić
  • Vladimir Beara
  • Milan Galić
  • Bernard Vukas
  • Blagoje Marjanović

Ver tambémEditar

  1. Por incrível que pareça, a cópia tem um retrospecto positivo nos jogos contra sua versão original, provavelmente pelo fato da França não ter sido um país comunista