Abrir menu principal

Desciclopédia β

Senran Kagura: Estival Versus

Virtualgame.jpg Senran Kagura: Estival Versus é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, The Guy morreu pra mais uma armadilha injusta


Senran Kagura: Ecchi Versus
Senran Kagura Estival Versus.png

Capa do jogo

Informações
Desenvolvedor Softporn Inc.
Publicador Hentai Games
Ano 2015
Gênero simulador de punheta; vergonha alheia
Plataformas PS Vita; PS4
Avaliação 5/10
Idade para jogar Só não jogue com sua mãe em casa (ecchi a todo momento)

Senran Kagura: Estival Versus é um jogo de ecchi, putaria e hack and slash desenvolvido pela Softporn Inc. e lançado para PS Vita (com adaptação para PS4). Tal qual qualquer hentai, é pra ser jogado às escondidas, de preferência em seu quarto e longe da mãe, esse é portanto o típico jogo que faz qualquer esqueleto se convencer que otacos são mesmo seres sebosos e fedidos, porque visivelmente não conseguem uma mulher de verdade e precisam de jogos como este para se masturbar. E respeitando a tradição típica dos jogos desse gênero (vide qualquer jogo de Dead or Alive), Senran Kagura: Estival Versus disponibiliza uma quantidade abusiva de DLCs, que se forem todas compradas dá o valor de um segundo jogo inteiro, e você pensa que são novas fases, história, modos? Claro que não, são tudo roupinhas de puta e personagens de Ikkitousen, tem que ser muito otário pra comprar isso, porque com esses mesmos 150 reais em DLC dá pra pagar uma puta de verdade e comprar roupas em sex shops de verdade.

JogabilidadeEditar

 
Isto não é uma arte promocional, nem um hentai extra-oficial. É a gameplay do jogo.

O jogo é um simulador de punheta, portanto é possível zerá-lo apertando repetidamente apenas um único mesmo botão do controle. Em cada fase podemos controlar uma das 25 putas disponíveis, cada uma com brinquedos eróticos próprios e com suas roupas de sex shop próprias. Como o objetivo não é testar nenhuma habilidade do jogo, mas apenas treinar o seu pulso para uma vida inteira de punheta pra hentai, não lhe é oferecido nenhuma dificuldade, você pode descer o cacete em centenas de rivais, e na medida que dá porrada em outras putas, despi-las, para ir então progredindo de fases.

Claro que o modo história está ali apenas para garantir esse treino ao pulso do jogador, porque a principal parte do jogo está no modo chamado Dressing Room, onde você pode usar o dinheiro fictício do jogo para comprar uma enorme variedade de roupas (incluindo lingeries e biquínis, um mais socado no cu que outro) e penteados numa sex shop virtual e equipar cada uma das personagens com esses itens. Não apenas isso, você pode distribuir até cinco dessas putas numa ampla variedade de poses de puta paga para depois fotografá-las. Coisa de nerd virgem e derrotado que não tem mulher de verdade na vida além da mãe gorda enchendo o saco.

EnredoEditar

Sequência direta de Senran Kagura: Shinovi Versus, 20 putas de 18 anos de idade (idade legal) são contratadas por uma velha idosa e safada chamada Rita Cadillac a passarem uma férias de verão na ilha de Caras, um resort turístico onde a putaria e a libertinagem são completamente liberada. A velha, todavia, se revela uma diretora de um estúdio de filme pornôs chamado Brasileirinhas e que todas as 20 competidoras devem descobrir quem é a maior puta nos próximos 8 dias.

No final, são as irmãs Ryōbi e Ryōna que vencem a competição. Ryōbi por ser uma sádica escrota que gosta de enfiar seu rifle no cu das outras competidoras, e Ryōna por ser o seu oposto e uma masoquista sem salvação que só pensa em apanhar, ser humilhada, amarrada, cuspida e xingada. Na final enfrentam a Sasha Grey que retorna da sua aposentadoria para ensinar as duas vencedoras como é ser uma verdadeira puta louca sádica e masoquista ao mesmo tempo, sendo esta renomada atriz pornô o chefe final.

v d e h