Abrir menu principal

Desciclopédia β

Sergey Sirotkin

Cquote1.png Fora, Sirotkin! Cquote2.png
Fãs de Kubica sobre Sergey Sirotkin.

Sergey Sirotkin é só mais um desses pilotos de Formula 1, de qualidade mediana-pra-ruim, sem talento e sem grande arrojo, qualidades estas que vem sendo cada vez mais valorizadas na Formula a partir dos anos 2010-2020, porque falta de talento significa estar com os bolsos cheios da grana, e é disso que equipes medianas precisam, como a Williams, vencer que não é possível.

Índice

CarreiraEditar

KartEditar

Como todos os grandes pilotos do século XXI, Sergey começou no Mario Kart ainda moleque, participando de vários eventos de anime onde otakus de toda a Rússia se reuniam para bater campeonatinhos de Mario Kart, o qual ele vencia todos! O seu pai, um excêntrico milionário que não sabia onde enfiar seu filho riquinho e mimado, viu ali todo o talento de Sirotkin, que passou a financiar a sua carreira no automobilismo.

Formula AbarthEditar

Sua estreia numa competição de automobilismo mais real foi quando entrou no meio da temporada da Formula Abarth de 2010, o equivalente a um campeonato estadual, só que realizado na Itália e com carros. Mesmo entrando na metade do torneio, ganhou uns pontinhos e terminou a classificação geral em 18º, na frente de vários pilotos que pilotaram o ano todo. Essa cagada chamou atenção dos especialistas, ainda mais porque ele foi o campeão do interior em 2011 (não-italiano mais bem classificado)

Formula 3Editar

Em 2012 estava na Série D do automobilismo, fazendo resultados incríveis na Formula 3 daquele ano, como um último lugar no GP de Vallelunga e uma desqualificação em Monza por estar dirigindo abaixo da velocidade máxima permitida. Mesmo assim, como seus rivais eram apenas pilotos de médio pra ruim porte, apenas riquinhos sem talento, Sirotkin ainda terminou a competição em quinto (o que é bem similar a último).

Formula Renault 3.5 SeriesEditar

Começou a Série C do automobilismo em 2012, conquistando um 12º lugar em sua estreia, mais um resultado que evidenciava o seu grande talento, pois ao evitar ultrapassagens e brigar por um ´primeiro lugar, ele tinha uma grande habilidade em não quebrar carros e ao mesmo tempo marcar míseros pontos, assim garantindo uma renda extra para as equipes pequenas onde gostava de trabalhar. Em 2013 correu pela ISR Racing, quando novamente destacou-se por não ganhar nenhuma corrida. Mas sem dúvidas o desempenho em 2014, pela Fortec Motorsport, foi decisivo para seu progresso na carreira, quando conseguiu quebrar o sue carro em metade das corridas, o que evidencia como o piloto gosta d elevar seus automóveis para além de seus limites, algo conhecido como "arrojo".

GP2 SeriesEditar

O seu desempenho na série B da F1 foi sensacional, quando nos anos de 2015 e 2016 se especializou em terminar corridas em terceiro lugar, mesmo que tendo o melhor carro da ART Grand Prix. Com a grande quantidade de terceiros lugares, Sirotkin conseguia ao mesmo tempo aparecer na foto do pódio e não forçar demais o carro para brigar por um primeiro lugar, por exemplo. Certamente, tanta ousadia chamou atenção dos chefões da F1.

Formula 1Editar

 
Sirotkin, a Williams branca no meio, sendo ultrapassado por todo mundo em sua estreia na Formula 1 em 2018 na Austrália.

Por alguns anos Sirotkin já flertava em dirigir na Formula 1 quando assinou contrato de ser piloto reserva do reserva da Sauber, em 2014, que mesmo sendo a pior equipe do grid, ainda o demitiu, embora Renault depois o tenha aproveitado como piloto reserva do piloto de testes para 1 ou 2 treinos de sexta-feira em 2016 e 2017.

O mundo do automobilismo foi surpreendido é em 2018, quando Sirotkin roubou a vaga de Kubica conseguiu comprar sua vaga na falida equipe Williams graças ao dinheirinho do papai. Kubica, com seu braço fino e falta de dinheiro, foi recusado pela equipe por ter talento demais, afinal não são vitórias que a Williams persegue, mas sim dinheiro de novatos otários, e assim, junto com Lance Stroll, fundou-se a primeira equipe da história que não contrata mais pilotos, mas os pilotos que alugam seus carros pra fazer um passeio.

Pela Williams em 2018, a estreia de Sirotkin não poderia ter sido mais bem sucedida, com abandono após 5 voltas e várias perdas de posições, até que uma embalagem de plástico de sanduíche, que não tem valor nutricional adequado, foi sugado pelo escapamento de seu carro e ele foi obrigado a errar uma curva feito iniciante.

v d e h
Pilotos da Fórmula 1