Abrir menu principal

Desciclopédia β

Horus.jpg

Este artigo é egípcio! Ele foi escrito num pergaminho sagrado e seu escriba é um sacerdote mumificado.

Não profane este artigo, ou a maldição do Faraó irá cair sobre você!


Admmalvado.jpg Este artigo é sobre um vilão!

Isso significa que ele rouba, mata e faz outras coisas sem nenhum motivo. Se vandalizar este artigo, um super-herói irá lhe prender.


PROCURADO

SetBombado.jpg

Seth (mitologia) é procurado por crimes contra
a sociedade e é extremamente perigoso.

Procurado vivo ou morto (de preferência morto).
Recompensa: Um Sarcófago de ouro do seu tamanho exato!


Desentrevistasminibox.PNG O Desentrevistas
possui uma entrevista com
Seth
O deus com cabeça de sabe-se-lá-o-quê, Seth.

Cquote1.png Você quis dizer: Assassino? Cquote2.png
Google sobre Seth (mitologia)
Cquote1.png Experimente também: 7 Cquote2.png
Sugestão do Google para Seth (mitologia)
Cquote1.png Irmão, comprei um presente pra você, um sarcófago! Cquote2.png
Seth sobre o sarcófago que comprou para Osíris
Cquote1.png É uma cilada Osíris! Cquote2.png
Pedro sobre o sarcófago de Seth
Cquote1.png FFFFFUUUUU! Cquote2.png
Ósiris sobre o sarcófago que ganhou de Seth
Cquote1.png Presente de Grego é que nem de Egípcio! Cquote2.png
Filósofo sobre isso tudo
Cquote1.png Eu acho que a cabeça dele é de canguru! Cquote2.png
Criançinha de 5 anos sobre Seth

Índice

ClassificaçãoEditar

 
Imagem de Seth quando resolveu usar uma peruca da Elke Maravilha. Um LOSHO!

7 Seth (ou Set, tanto faz, a fonética não muda mesmo) foi um dos deuses mais famosos do Antigo Egito, filho direto dos irmãos Geb e Nut (a Terra e o Céu), nascido há muitos e muitos anos, depois que Neter já tinha dado aquela relaxada e deixado o mundo ao cargo dos outros deuses que ele mesmo deu origem.

Ele é considerado a ovelha negra da família devido a sua total violência e rebeldia, irmão de Osíris, Néftis e Ísis. Segundo os papiros mais antigos, tudo de ruim que acontece no mundo é consequência do nascimento de Seth por essas bandas, sendo ele considerado o deus de tudo o que não presta: da violência, da desordem, das guerras, das colas em dia de prova, do ciúme, da inveja, do deserto, da tua mãe e do teu pai, dos animais e principalmente das serpentes, por ser tão venenoso quanto uma.

É considerado também a encarnação do espírito do mal, o próprio 666 em pessoa, diferentemente de Osíris, que só não é mais santo porque não é virgem (sem falar do fato dele ainda ser casado com a irmã dele, mas isso são detalhes que não vem ao caso pelo menos não agora).

Apesar de ser tão desagradável quanto uma dor de barriga, Seth era visto como um deus bom em alguns momentos, principalmente quando ajudava a matar uma serpente que vivia renascendo todo o santo dia, sendo que se tão anaconda não fosse morta diariamente, poderia causar toda destruição da humanidade, assim como Sekhmet quase fez um dia.

NascimentoEditar

 
Os irmãos de Seth: Osíris, Ísis e Néftis.

Filho dos irmãos Geb e Nut, a Terra e o Céu, é neto de Chu e Tefnut, o deus que foi gozado e a outra vomitada por . Ele nunca foi uma boa pessoa desde o seu nascimento, sendo tão mal quanto o Pica-pau nos seus dias mais endiabrados.

Por não ter sido o primogênito (perdendo o posto para Osíris que sempre foi o apressadinho e orgulho da mamãe e do papai), resolveu castigar a sua mãe (e dele, não a sua) por ela ter dado à luz primeiro a Osíris. No momento em que nasceu, cansado de ficar naquele lugar apertado e úmido enquanto Osíris já estava tomando conta do Egito a seu próprio modo, utilizou-se de suas garras (sim, ele mesmo criança já possuia afiadas garras) e perfurou o útero da mãe com uma brutalidade somente vista no Resident Evil (WTF?), saindo de lá e já querendo peito, pois estava com fome e o cordão umbilical já não servia para porra nenhuma.

Vendo que Osíris, mesmo dentro do útero, já tinha dado uns pegas em Ísis (sua própria irmã), ele também resolveu pegar uma irmã, casando-se com Néftis, que era menos gostosa que Ísis, mas quebrava um galho. Tudo o que Osíris fazia Seth via-se obrigado a fazer, pois não queria ficar para trás em nenhum momento, se bem que ele sempre acabava por último, já que Osíris é o bonzinho da história e sempre arrancava elogio de todos.

Com isso, o ódio que Seth de Osíris desde o seu nascimento só ia crescendo, haja visto que somente por ter rasgado o ventre da própria mãe já era julgado como uma pessoa malvada (Vê se pode uma coisa dessas!).

Características divinasEditar

 
Isso é um Aardvark para quem não conhece (provavelmente você é um dos que nem fazia ideia de que bicho é esse).

Assim como muitos deuses do Antigo Egito que são metade animais e metade gente, Seth segue o mesmo padrão, mas o animal que ele é relacionado nem sempre é o mesmo, dependendo do local em que ele está sendo descrito.

Ele já teve várias caras, sendo que as mais conhecidas foram: a de cachorro, crocodilo, porco, burro, escorpião, Anônimo e outros animais de baixa categoria ou venenosos.

Porém, por ter uma aparência com orelhas pontudas e uma cara de poucos amigos, nem sempre podia ser associado com uma criatura em particular, o que deixava a crer que ele poderia ser uma junção de vários animais, durante um bacanal que Nut teria promovido no Céu. Há quem diga que há uma grande probabilidade do rosto de Seth ser um Aardvark, um animal que hoje só existe na África e que nem eu mesmo sabia que existia, parecendo mais uma mistura de chupacabra com tamanduá.

Bom, mas isso realmente pouco importa no momento, já que qualquer outro canídeo pode muito bem ser colocado na cabeça do deus Seth e ficar parecido como Anúbis, o seu sobrinho direto, que quase não possuem diferenças (ou sim).

Irmãos CoragemEditar

 
  Vamos lá, irmão, agora é a sua vez de experimentar o sarcófago. Pode ficar nele com ele se você couber.  
Seth sobre Osíris

Como já dito acima, Seth não ia muito com a cara de Osíris, sendo que isso sempre foi um grande problema na família. Invejoso por Osíris não ter cara de bicho só de bicha, por ele ser bonitão, foderoso, casado com a irmã mais gata e ainda ser um grande faraó do Egito (tendo Seth que se contentar em comandar o deserto), resolveu se vingar do irmão, fazendo algo tão maléfico que até o Diabo teve que tirar o chapéu para Seth.

Convidando Osíris para um banquete, Seth apresentou para todos um lindo sarcófago que tinha construído com suas próprias mãos, talhado à ouro e cheio de frescuras. Ele falou que quem coubesse no sarcófago ficaria com ele, o que despertou o interesse de todos que estavam alí.

Cada um dos convidados foi entrando, mas nenhum cabia direito no sarcófago, que tinha sido feito às medidas de Osíris (Seth esperto!). Quando Osirís experimentou entrar no caixão, foi automaticamente preso por um grupo de setenta e dois homens, e mais o próprio Seth, dentro do sarcófago, que foi arremessado para o Rio Nilo.

 
Osíris ao cair na cilada.

Ísis, a irmã-esposa de Osíris, desesperada com o fato de seu marido ter sido feito de otário por Seth, sai em busca dele por todo Egito, até encontrá-lo em uma cidadezinha de fim de mundo, levando-o de volta para casa.

Seth, descrobrindo o que a sua irmã-cunhada fez, pega o corpo do irmão e esquarteja em quatorze pedaços (putz, isso que é maldade), sendo que segundo outras versões o esquartejamento teria sido de 16 até 42 partes (WTF? 42 é sacanagem).

Ísis, agora contando com a ajuda de Néftis, sua irmã-cunhada, recolhe os pedaços do corpo de Osíris que tinham sido espalhados pelo Egito, recuperando tudo, menos o pênis do cara, que tinha sido comido por uma piranha qualquer.

Junto com Anúbis, Ísis mumifica o corpo do irmão-marido e o faz ressuscitar, colocando um vibrador no lugar do pinto perdido. Feliz com ele ter voltado, ela logo faz coisas com ele e acabam tendo juntos o pequeno Hórus. O problema é que ninguém sabe como Ísis teve um filho de Osíris se ele tinha um pinto de plástico, mas tudo bem.

O sobrinho revoltadoEditar

 
A batalha mais esperada de todas: Seth versus Hórus. Pena que Seth perdeu, mas pelo menos ele arrancou um olho do sobrinho.

Ressuscitado, Osíris não quis mais ficar na terra, preferindo governar sobre o mundo dos mortos, judando as almas. Enquanto isso, Seth pintava e bordava no Egito, já que ele era o único deus homem que tinha poder para controlar a bagaça.

Ísis, que não podia deixar barato, deu à luz a Hórus emum lugar escondido, para que ele não fosse morto por Seth quando pequeno. Treinando o filho, a deusa contou toda a história de duelo que seu tio armava contra o pai de Hórus, o que foi despertando a raiva do menino, que quis se vingar do tio.

Durante um combate cruel, Hórus finalmente conseguiu matar o imortal deus (WTF?), tomando conta de todo o Egito no lugar de seu pai Osíris. Ouras versões falam que Seth não morreu mas sim que virou purpurina, e sim que teve as bolas cortadas por Hórus, que fez isso para vingar o pinto do pai que tinha sido devorado pela piranha no ato do esquartejamento. Mas também Hórus não saiu ileso, perdendo um olho no combate, mas também foi só isso.

O que pouca gente sabe é que tudo o que Seth fez tinha um motivo lógico: Fofocas rolavam entre as pirâmides que Néftis (a esposa-irmã de Seth) e Osíris (seu irmão-cunhado) estavam tendo um caso. Por isso, o irmão tinha mais do que direito de se vingar e ai de quem dissesse que não.

Ver tambémEditar