Abrir menu principal

Desciclopédia β

Shadow Hearts

Virtualgame.jpg Shadow Hearts é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, Sub-Zero tenta lhe congelar.


Corações Sombrios
ShinMegamiTenseiLogo.png
esse não é o logo do MegaTen?Tremam perante o Anel do Jumento! Mwahahahahahaha!!!
Gênero RPG?
Desenvolvedor Nautilus
Publicador Aruze
Plataforma de origem PlayStation
Primeiro lançamento Koudelka (1996)
Último lançamento Shadow Hearts: From the New World (2005)

Cquote1.png Você quis dizer: Shin Megami Tensei? Cquote2.png
Google sobre Shadow Hearts
Cquote1.png Você quis dizer: Shadow of...Colossus Cquote2.png
Google sobre Shadow Hearts
Cquote1.png Shadow of the Colossus? Putz, muito foda, já zerei umas 4 vezes! Ah, peraí, Shadow Hearts você quis dizer? Tu não tá inventando isso não? Cquote2.png
gamer que tem vida social não manja lá muito de RPG sobre Shadow Hearts
Cquote1.png That's one giant big pussy... Cquote2.png
Yuri sobre buceta Andre, o gato gigante de Lucia
Cquote1.png Next episode: Grand Pappilon goes to shopping! Cquote2.png
Joachim, na forma de Grand Pappilon sobre ser uma bichona bombada
Cquote1.png No, not in a lighthearted, Mega-hit RPG like this! Cquote2.png
Yuri sobre Man Festival
Cquote1.png Bite me! Cquote2.png
Yuri sobre coisa que mais fala em Shadow Hearts: Covenant
Cquote1.png Stick it...and SHOVE it! Cquote2.png
Yuri mandando Astaroth ir tomar noku
Cquote1.png SH?ah sim silent hill né? Cquote2.png
Você sobre sigla do jogo
Cquote1.png Ó, Google Translate, pai nosso, ajudai-me a traduzir as quotes acima! Cquote2.png
n00b lendo este artigo
Cquote1.png Copião, vou te transformar em carvão já,já!AHHHHHHHHH!!!!!!!!! Cquote2.png
K' sobre visual de Yuri em Shadow Hearts: Covenant

Shadow Hearts é uma série de games de RPG mais desconhecida ainda que Shin Megami Tensei. Elementos comuns nos jogos de Shadow Hearts são personagens principais com o capeta no corpo, temas ocultos, fusão de fatos históricos com ficção (o que gera uma whatafoquice dos infernos), típico humor doentio e sem-noção japonês, mulheres peitudas pera, qual game hoje em dia não tem isso? e principalmente, personagens que você fica do começo até o fim do jogo se perguntando o que raios eles estavam fazendo na sua party (Lucia que o diga...)

Índice

EnredoEditar

A série começou com o jogo Koudelka para playstation 1. Era um jogo bem esquisitinho (para não dizer escroto), e consequentemente, nem a protagonista gostosa conseguiu salvar o jogo de um fracasso de vendas. Um tempo depois, surge o primeiro Shadow Hearts propriamente dito. Assim como Koudelka, Shadow Hearts possuía gráficos e todo o resto uma bizarrice só, e por isso também vendeu pouco e só meia dúzia de RPGistas tem coragem de dizer que não só jogaram, como GOSTARAM daquilo. No segundo jogo, a Sacnoth ( softhouse que criou a série) virou Nautilus e a série passou a ter gráficos decentes (chegando a ser melhores do que de certas séries de RPG por aí), e com isso, Shadow Hearts: Covenant chega a ser considerado um dos menos piores melhores RPGs pra playstation 2. Mais um tempo depois, foi lançado o Shadow Hearts: From The New World, um jogo que chegou a despertar ódio em alguns fãs da série, que já estavam acostumados com os enredos sem pé nem cabeça complexos e atmosfera trevosa típica da série. Depois dessa grande palhaçada (e bota palhaçada nisso!) que foi Shadow Hearts 3, os funcionários da Nautilus ficaram loucos com tanta babaquice e fizeram Harakiri, e por isso nunca houve um Shadow Hearts 4.

KoudelkaEditar

 
A capa do troço
 
Um playmobil lutando contra cocôs alados

Também apelidado pelos mais viciados como Shadow Hearts 0, nesse jogo você controla uma loira gostosa (O RLY?) chamada Koudelka (dãã) que vai até um monastério chamado Nemeton investigar misteriosos incidentes que estão ocorrendo lá. É um jogo que tenta ser um Survival Horror misturado com RPG, mas falha nos dois gêneros de uma vez só. Ele tem gráficos horrendos (até para os padrões do 1º Playstation), e um sistema de batalha à lá Disgaea/Final Fantasy Tactics só que piorado, já que as armas dos personagens quebram toda hora! Provavelmente se alguém te recomedasse esse jogo, ou seria um obcecado por guro, ou um nerd obcecado por Shadow Hearts 1.


Shadow HeartsEditar

  Ai MiGgUuXxXoO, TiRaAa eXxAa CoOiXaA TreVoOxXaA dDaKiI!!!!!111111 PrEfiRuU FiNaLl FaAntAxXY quUE tEem o ClOouD e Oos MOgLeExX fÓofiXx *---*  
emo (pensou que ia escapar?) sobre gothicismus agudo de Shadow Hearts 1

 
Salvando a donzela e o mundo...com os poderes do tinhoso!!!!!!(tá parecendo uma mistura de caslevânia com resident evil...)

Já relativamente menos pior que Koudelka (mas usando alguns lugares e personagens do mesmo), nesse jogo você controla um tarado esquizofrênico chamado Yuri que faz pacto com o capeta pra ficar apelão nas lutas. Como qualquer outro protagonista de RPG, ele tem a missão de salvar a frágil donzela retardada de minissaia e o mundo! É o primeiro jogo da série a introduzir o sistema de batalha com o Judgement Ring, um treco completamente nonsense que só serve para deixar as batalhas mais difíceis e demoradas do que nos demais RPGs. com exceção de Xenosaga, aquele treco é tão lerdo que até batalha normal demora meia hora! Por suas temáticas medonhas e gráficos igualmente medonhos, SH 1 vendeu pouquíssimas cópias, ao ser simplesmente, e justamente, o OPOSTO de um Final Fantasy!!

Shadow Hearts: CovenantEditar

 
Na dúvida, bote uma peituda na capa!!ah sim, ela é a MÃE do protagonista!

Seguindo os acontecimentos do primeiro Shadow Hearts, Yuri vira emo-gothic porque Alice bateu as botas, e resolve copiar o visual do K'. É amaldiçoado depois por um ruivo boiola, e com isso, além de ser obrigado a refazer todos os 8566508 pactos demoníacos do jogo anterior, ele virará o Bob Esponja depois de um certo tempo e não se lembrará de porra nenhuma devido à maldição. Depois do incidente você vai conhecendo várias pessoas suupeeerrr interessantes, como por exemplo, um wrestler viadão e um pedófilo que abusa de sua marionete e a obriga a usar roupas duvidosas. Todos os vilões principais desse jogo fazem parte de uma organização maligna do mal chamada Sapo Ingrato, mas na trama têm tanta coisa (e sem nexo) no meio que quando você chega na última dungeon, fica se perguntando por que perdeu tempo tentando entender alguma coisa. Apesar do dito-cujo enredo insano, personagens cretinos e dificuldade n00b, o jogo ganhou diversos prêmios na comunidade gamística, entre eles o Joystick-Vibrador de Ouro como RPG mais apelativo e com apologia ao incesto de 2004.

Shadow Hearts: From The New WorldEditar

 
Não se engane pela capa machista, a loirona bronzeada aí é a personagem mais apelona do jogo!

Se você já pensa que o Covenant já foi uma total baboseira, esse tira de letra! Você controla um guri retardado chamado Johnny, que tem uma agência de detetives e um mordomo aparentemente retardado (na verdade ele sabe mais matemática que você!) que era vilão em Covenant. Depois ele conhece uma índia loira de olhos azuis (WHAT THE HECK!?), chamada Xena Xana Shania, que faz shows de funk nas horas vagas. Assim como no game anterior, outros personagens mais loucos e cretinos ainda aparecem no seu grupo só pra encher linguiça e os arquiniimigos são um par de emos que querer acabar com ExXIi MunDuU InJuXxTu, seus nomes são (pasmem!) Killer e Lady, conhecidos também como Iori Yagami e Rei Ayanami. Provavelmente, foi esse game que levou a Nautilus à falência, embora os stripteases constantes de Shania tenham feito o game vender um considerável número de cópias.


JogabilidadeEditar

Judgement RingEditar

 
Hilda treinando para o Dance Your Ass Off

Também conhecido como Anel do Julgamento Jumento, é um adicional nas batalhas de Shadow Hearts. Antes de usar qualquer item, magia, ou mesmo aplicar um simples ataque, você tem que acertar vários dardos na bunda de um jumento e no tempo certo, ou então você gasta o seu turno sem fazer porra nenhuma. No primeiro SH, muitos jogadores ficavam frustados porque eram n00bs e não conseguiam se adaptar ao timing do Judgement Ring. Com isso, em SH2, foi adicionada a opção de pôr efeitos extras no JR, como poder levar mais tempo pra jogar os dardos, ou adicionar veneno neles e etc., o que tornou os combates fáceis e sem-graça mais emocionantes e dinâmicos!

Ring SpiritEditar

Aparecem apenas nos SHs 2 e 3, são almas muito hilárias que te dão Attack Boosts. Enquanto a de SH 2 curte brincar de esconde-esconde (e dessa forma, frustrar o jogador), a de SH3 só te dá Attack Boost se você encontrar Ring Fragments, que podem chegar a serem mais difíceis de encontrar do que algumas das melhores armas do jogo.

FusõesEditar

Yuri, Kurando e Shania são os personagens da série que chamam o capeta pro corpo e com isso, se transformam no Beelzebub/Baphomet/Pazuzu em pessoa e ganham incríveis poderes. Estranhamente, as fusões mais fortes (Seraphim Radiance, Dark Seraphim, Jutendouji e Tirawa) são as que, ao mesmo tempo, deixam os personagens os mais despidos possíveis.

Vendedores gays que assediam o protagonistaEditar

Deixam os pobres coitados do Yuri e do Johnny traumatizados com suas cantadas horríveis, além de obrigarem a você acertar um Judgment Ring antes de conseguir os melhores descontos nos itens.

 
Lucia fazendo a única coisa que sabe: dança do ventre e levitação de cartas de tarô (e sem calcinha ainda, pelo que aparece na foto)

Presença de alguma dungeon chamada DollhouseEditar

Uma dungeon que aparece nos 3 SHs, é sempre opcional, pequena, e lotada de bonecas medonhas e inimigos mais medonhos ainda.

Personagens que entram na sua party só pra ocupar espaço no menuEditar

Quanto mais ridículo for o personagem, menos motivos plausíveis ele tem para ter entrado no seu grupo.Afinal, porque raios tem uma puta que faz cartas de tarô voarem e uma guria retardada que tira fotos dos inimigos na minha party? Agradeça ao pessoal da Nautilus por inventarem personagens tão cretinos...

Mega-Sena LoteriaEditar

Nesse jogo, você pode jogar uma loteria clandestina, onde qualquer um pode ser membro, até cachorros falantes e crianças! Ah sim, e você precisa acertar um Judgement Ring pra ganhar os prêmios.

Sanity pointsEditar

Exclusivo da série, como se já não bastasse você ter que se preocupar com os MPs e HPs da vida, você precisa se preocupar com a sanidade dos seus personagens! Isso mesmo, eles possuem pontos de sanidade, e se você deixar eles se esgotarem durante uma batalha, o personagem sem SPs vai entrar em Berserk mode e fazer loucuras como tentar estuprar um dos próprios allies, usar magia de cura no inimigo, gastar um item raro (Mana Extract NÃÃÃÃOOOOOOO!!!!!), entre outras merdas. E o único jeito de impedir isso é usando itens, ou umas skills que dão um trabalho danado pra achar.

v d e h