Abrir menu principal

Desciclopédia β

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.png Você quis dizer: Sena Cquote2.png
Google sobre Siena

Siena é mais uma cidade da maior bota conhecida, a Itália, sendo um local da Toscana, se é da linguiça não sei, da mesma forma que não pode-se afirmar que o pessoal de lá goste da coisa, no entanto a taxa de natalidade de lá comprova a teoria. Siena é uma cidade com muitos atrativos famosos, tão famosos que ninguém conhece.

CidadelaEditar

 
O símbolo máximo da cidade.

Siena é uma das mais famosas cidades italianas, só sendo conhecida no Brasil graças ao Siena, o time de futebol, que às vezes aparece na Band em alguma daquelas transmissões pavorosas com narradores de qualidade duvidosa, sempre o time aparece para apanhar de algum grande, o qual tem o saco sempre puxado.

A cidade, segundo histórinhas infantis, foi fundada por Sênio, filho de um Remo, o que a mãe dele fez cm o remo fica no ar, mas o que interessa é que ele fundou a cidade, ou não. Siena depois de muito tempo só que ganha notoriedade, quando vira um burgo em meados do século XII, perdendo sua importância após as grandes navegações, o que quebrou as pernas dos comerciantes italianos e afundou economicamente na era do imperialismo e na posterior dominação fascista.

Na verdade, Siena tem orgulho de várias coisas, como o fato de ter elegido uma meia dúzia de papas, lá por idos de 1200 e algo, mas elegeu sozinha mais papas que a China inteira, o que indica algo, ou não, Siena é uma cidade bem religiosa, mesmo com a atual expansão ateia, atrás de cada igreja de lá há um terreiro o que mostra a pluralidade religiosa dos habitantes.

 
Uma bela catedral de lá, o padroeiro? Talvez Odin.

Centro HistóricoEditar

O centro histórico da cidade é considerado uma graxinha pelos nerds da UNESCO, eles alegam haver uma grande variedade de edifícios cuja arquitetura é soberba entre alguns termos que só quem é do ramo entende, ou, ao menos, finge entender, sendo que na verdade a população de lá está de saco cheio daquilo e preferiria muito mais um shopping.

Os tais edifícios, para variar, se tratando de Itália são catedrais, igrejas, capelinhas e outros tantos locais de culto católico, tendo vitrais lindos, tudo do bom e do melhor, dando uma inveja enorme no pessoal da igreja Universal, já que eles não tem prédios patrimônios mundiais, afinal eles não torrariam o dinheiro que eles arrecadam comprando tal título, porsches são mais divertidos.

Ver tambémEditar