Abrir menu principal

Desciclopédia β

Sloth (Goonies)

Feia-001.jpeg Este artigo é sobre algo ou alguém com falta de beleza!

Não nos responsabilizaremos por qualquer dano em sua visão ou vontade de continuar a viver.
Alguma foto da Marisa Letícia pode estar neste artigo.


Placa80.svg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 80's!
E possivelmente assistia Bozo, Mara Maravilha e Xou da Xuxa.

Cquote1.png Sloth quer chocolate! Cquote2.png
Sloth sobre café-da-manhã, almoço e jantar.
Cquote1.png Sloth quer chocolate! Cquote2.png
Sloth sobre objeto encontrado em sua fralda geriátrica.
Cquote1.png Sloth quer chocolate! Cquote2.png
Sloth sobre mistérios do universo.
Cquote1.png Sloth quer chocolate! Cquote2.png
Sloth sobre sua tese de doutorado.
Cquote1.png Sloth quer chocolate! Cquote2.png
Sloth sobre este artigo.
Cquote1.png Sloth quer chocolate! Cquote2.png
Sloth sobre citação acima.
Cquote1.png Olha que não há mais metafísica no mundo senão chocolates. Cquote2.png
Álvaro de Campos, discípulo de Sloth.

Sloth, posando para a G-Magazine.

Sloth é o famoso intelectual que revolucionou os estudos de física quântica, astronomia e parapsicologia através de um novo método especulativo baseado no poder do chocolate. Sempre muito reservado, o doutor em filosofia clássica pela universidade de Stamford, Sloth, se afastou do convívio humano, do assédio da imprensa científica e das mulheres -muito intensos à época.

Sloth é filho legítimo de Xuxa Meneghel com o demônio. Mas, para eliminar qualquer vestígio de sua ligação com as forças das trevas, a rainha dos baixinhos decidiu doá-lo aos Fratelli, uma bondosa família de imigrantes italianos, asilados nos EUA devido a injustas acusações de crimes políticos (ver: Cesare Battisti). Sloth foi educado dentro dos mais tradicionais princípios morais das famílias italianas de Chicago, tornando-se um sábio desde muito pequeno.

Sloth sempre foi muito mimado por sua família. Permanecia apenas 23 horas de um dia acorrentado em seu confortável quarto, o porão da casa dos Fratelli. Sua família era tão bondosa que permitiu até mesmo que Sloth utilizasse caríssimas fraldas geriátricas quando tinha que de fazer suas necessidades básicas.

Sloth também fez pontas como ator. Sendo que a mais conhecida de suas aparições cinematográficas pode ser conferida no filme The Goonies, onde interpreta a si mesmo, um traficante pedófilo amigo das crianças de capacidades intelectuais alternativas. Também apareceu nos filmes O Corcunda de Notredame, interpretando o célebre galã Quasímodo, e na dublagem de Didi Mocó durante cenas perigosas dos filmes dos Trapalhões.

CuriosidadesEditar

 
Sloth quando correu na Fórmula 1 e Rubinho jogou uma mola em sua testa.
  • Quasímodo reivindicou a paternidade de Sloth, alegando ter mantido relações conjugais com uma bruxa perversa no período proporcionalmente correspondente ao nascimento da criança. Sua ação foi movida contra o casal Xuxa/Roberto Marinho, que se defendeu contratando a OAB de São Paulo toda. O corcunda de Notredame, apesar do exame positivo de paternidade, não só perdeu a ação como ainda foi condenado a abandonar seu cargo como alto-executivo da empresa de seguros AIG, acarretando na crise mundial de crédito. Hoje ele vive fazendo bicos na paróquia de São Judas Iscariotes, no Acre, ganhando um salário mínimo para trabalhar como repicador de sino de igreja.
  • Os Estúdios Disney, autores e detentores dos direitos de imagem da animação O Corcunda de Notredame, processaram, por plágio, a empresa responsável por "Os Goonies". É por isso que não houve uma continuação do filme até hoje: a produtora peidou pra muzenga.

Ver tambémEditar