Abrir menu principal

Desciclopédia β

Sonic the Hedgehog 4: Episode II

Virtualgame.jpg Sonic the Hedgehog 4: Episode II é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Jennifer foge do Scissorman


Sonic the Hedgehog 4: Parte 2
Sonic4episode201.jpg

O mesmo logo do Sonic 2, agora com Sonic pedindo carona!

Informações
Desenvolvedor Sonic Team
Publicador Cega
Ano 2012
Gênero Correr pra Caralho Plataforma
Plataformas PolyStation 3, X-Tudo a 360 Graus, PCC e WRYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYY!
Avaliação Melhor que o episódio anterior... ou não
Idade para jogar Livre

Cquote1.png Você quis dizer: Sonic 2 misturado com Sonic CD? Cquote2.png
Google sobre Sonic the Hedgehog 4: Episode II
Cquote1.png É impreção minha ou fiquei mais cabeçudo nesse jogo?! Cquote2.png
Sonic sobre Sonic the Hedgehog 4: Episode II
Cquote1.png Aê!! Estou de volta pra ser jogavel!! Cquote2.png
Miles "Tails" Prower sobre Sonic the Hedgehog 4: Episode II
Cquote1.png Hunf!! Voltei só porque sou o único vilão que mais rende cachê nessa bosta! Cquote2.png
Metal Sonic sobre sua participação em Sonic the Hedgehog 4: Episode II
Cquote1.png E como rendes. Por isso você vais ser até mesmo jogavel caso os trouxas fãs unirem Sonic 4 Episódio 1 com este daqui. Cquote2.png
Produtores da SEGA sobre Sonic the Hedgehog 4: Episódio Metal
Cquote1.png De volta aos velhos tempos... Agora eu agaranthio!! Cquote2.png
Sega sobre jogabilidades de Sonic the Hedgehog 4: Episode II
Cquote1.png Porra! Que se fôda o 2D! Quero mesmo é jogar Sonic em 3D!! Cquote2.png
Gamer moderno sobre Sonic the Hedgehog 4: Episode II
Cquote1.png Pelo menos ainda tem o Super Sonic pra se jogar em todas as fases... Cquote2.png
Noob sobre Sonic the Hedgehog 4: Episode II

Sonic the Hedgehog 4: Episódio 2 é a continuação direta do lixo criado pela Sega intitulado Episódio I A Ameaça Fantasma. Direcionado agora para uma porrada de novos consoles (ou seja, emuladores de PC), o jogo conta com a participação chata de Tails e a velha briguinha fuleira do azulão contra o seu clone metaleiro (tudo em 2D, em respeito a fanbase dos anos 90).

Índice

HistóriaEditar

 
A coisa foi tão conservadora que até copiaram a introdução de Sonic 3 (Sega e sua baita criatividade...)
 
Sonic de volta agora novamente na companhia de seu parceiro gay Viu-mais-rabus Tails

Dando procedimento ao enredo do jogo anterior (lê-se: emenda), Eggman consegue escapar com vida de sua ultima treta contra Sonic e agora desperta um velho filhinho seu do modo de hibernação: o aboiolado Metallux Sonikku;
Ao sabre que tudo o que tinha enfrentado no Episódio I não passava de uma piada (literalmente) para que Eggman ganhasse tempo e por fim dominasse o mundo com sua nova arma secreta, Sonic fica muito puto da vida e chama seu capanga comparsa raposa-furry Tails para dar o cu ajudá-lo a acabar com toda essa sacanagem de uma vez por todas, e por fim, sair desse mundinho 2D e voltar a correr pra tudo quanto é de canto nos seus queridos cenários 3D.

NovidadesEditar

 
  FUUUUUUUUUUUUSSSÃÃÃÃOOOO!!! HÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ!!!  

Como já está mais do que na cara, Tails irá aparecer, porem será bem menos inútil e irritante que em Sonic 2 e 3, agora podendo até mesmo fazer ataques combinatórios com Sonic, ou uma fusão como geralmente dizem (sim! Mais um plágio sacana tirado de Dragon Ball). Bem como na parte dos vilões Metal Sonic retorna depois de ter apanhado feio em Sonic CD (e ter levado uma surra numa batalha paralela em Sonic Generations), agora ajudando novamente o seu querido papai em suas trambicagem (lembre-se, caro noob: esse jogo se passa muuuuuuuuuuiiiiiiiiito antes de Sonic Heroes, e o clone do azulão ainda não atingiu a puberdade para se rebelar contra o doutor pansudo).

No quesito jogabilidade, a coisa esta bem menos constrangedora que no primeiro jogo: a Sega melhorou a física em respeito ao jogos da velha casta e adicionou uma idiotices a mais para dizer que ainda consegue vender produto de qualidade. Por fim tem-se as fases que nada mais são do que plágios de outras mais antigas dos games do rato de gel, com alguma parecendo mais inspiração em outros games como Halo, God of War, Resident Evil e Street Fighter.

As FasesEditar

Todas as fases desse jogo (assim como o Episode I) são nada mais do que fases dos jogos antigos do azulão misturadas numa salada só e com resolução HD pra dar uma disfarçada

 
Uma avalanche em clima natalino
  • Sylvania Castle - Fase na floresta que (como sempre) tem que ser a primeira zona de qualquer jogo do Sonic. Na verdade está mais pra uma mistura de Angel Island com as Mystic Ruins, sendo que a ideia é sempre de uma zona botânica cheia de mato com um alto índice de fauna e flora (que logo ficara completamente poluída com a grande quantidade de gás carbono que vai ser liberado da nova versão da Death Egg. O chefão dessa fase é (tcha-tcha-tcha-tchaaa!!) o Dr. Eggman pilotando uma pseudo versão da Egg Viper do Sonic Adventure, só que roxinha (para a alegria dos que tanto dão quanto comem) e cheia de tentáculos.
  • White Park - É um parquinho de diversões no pior estilo Carnival Night só que localizado lá pros confins do Ártico. Cheio de montanhas russas, tobogans e animais robóticos que correm o risco de entrarem em extinção por causa do aquecimento global, como o urso-polar. O chefe dessa zona é o Metal Sonic. Desta vez nada de uma corridinha fuleira que nem a do Sonic CD pra ver quem chega primeiro (embora você tenha que enfrenta-lo correndo o tempo todo... PUTZ!), desta vez você vai ter q sair na pancada pra cima dele até o infeliz cair durinho nos confins dos infernos.
 
Agora já temos até fases ao estilo Resident Evil!
  • Oil Desert - Zona inspirada nos cenários de vínculo cyberpunk-arabiano, cheia de lixo radioativo bem no meio do Deserto do Saara. Pra quem se lembra de Sandopolis, é mais uma mistura dessa zona das antrolas com Chemical Plant (ou seria com Oil Ocean?)... Em fim, aqui você tem que sair escorregando nos canos de petróleo e quebrando todo tipo de engenhoca mecânica que encontrar pela frente. O chefão volta a ser o balofo Dr. Homem-ovo, desta vez pilotando um megazord a la macaco aranha que fica atirando caixinha pra você subir e acerta-lo na cabeça (¬¬').
 
Certamente você já vivenciou isso em Sonic 2 (acredite, não é um dejà vú).
  • Sky Fortress - Um tremendo e completo plágio de Wing Fortress (se bem que se a Sega já está plagiando as fases dos jogos antigos de Sonic, é porque a coisa tá mais que feia), onde Sonic passa a fase inteira em cima do tornado pilotado pelo Tails correndo o risco de a qualquer momento cair no imenso buraco infinito (já que a zona não tem chão). Aqui o chefão volta a ser o Metal Sonic, só que dessa vez ele ficou mais espertinho (lê-se: covarde) e resolveu atacar o seu inimigo a bordo de um furgão voador que fica lançando raios e misseis a toda hora, ou seja, uma apelação do caralho!
 
Na nova Death Egg todas as leis da física (em especial inércia e gravidade) foram completamente ignoradas
  • Death Egg MK.II - A última, e dessa vez definitiva, fase de todo o jogo do Sonic 4 que, como sempre, se dentro da mais famosa (e agora reformada) base-não-tão-secreta do Dr. Eggman Fuckyounik: a Death Egg (plagiando a Death Star II em O Retorno de Jedi), agora em nova versão com sistema anti-gravitacional pra Sonic e Tails correrem tanto pelo chão quanto pelas paredes e tetos sem preocupação (o que você certamente já fazia quando pegava o elevador nessa mesma fase em Sonic & Knuckles). E quanto ao Chefão? Áh, sim! Como aqui é a última zona, teremos não um, mas dois chefões que são ninguém mais ninguém menos que Dr. Eggman e Metal Sonic juntos e separados, pois da primeira vez você enfrenta os dois juntos quando eles juntam forças pra soltar um Denki Dama em você; da segunda vez você enfrenta só o Metal Sonic só na velha e tosca corridinha do Sonic CD (saco!! isso de novo?!!), e da últa vez enfrentará só o Dr. Eggman tendo que correr em uma roda gigante do cão pra acerta-lo no centro da Death Egg. Depois disso você zera essa bagaça e o jogo acaba: FIM!

Special StageEditar

 
O velho tunel do tempo cheio de argolas pra você colecionar

É simplesmente a mesma porra do Sonic 2 (já que o do primeiro episódio foi um plágio ainda pior do de Sonic 1). Cansados dos jogos da nova geração terem sempre o mesmo estilo de estágio especial, onde você sai comendo uma porrada de bolas coloridas dos mais variados sabores: morango, uva, laranja, manga, framboesa, fruttyle e por ai vai, até alcançar a esmeralda do caos (que fica fugindo de ti feito louca), o pessoal da Sega resolveu que era hora de resgatar o velho estilo de Special Stage dos jogos 2D, onde você completava uma missãozinha fuleira e depois de cumprido, Sonic era recompensado com uma das pedrinhas coloridas. Só que remasterizaram a do primeiro Sonic no Sonic 4 Ep.1 e a bosta foi uma só.
Nesse do Episódio 2, você só faz vivenciar a mesma coisa vista no do Sonic 2, onde você sai correndo por um cano de tubulação do setor de esgoto coletando o número de anéis que o game pede na tela, o que não é nada fácil pois no meio do caminho tem sempre a porra de uma bomba pra ti fuder e ti deixar liso. De fato, nada disso é novidade, tendo como única diferença que você não acessa essa joça dando uma bicuda no Check-Point, e chegando no final da fase com no mínimo 50 reais anéis pra trocar na joalheria pela esmeraldinha brilhante.

O Episódio MetalEditar

 
Ao que parece Metal Sonic finalmente conseguiu o que queria da Sega
 
Como todos esperavam que o jogo fosse... talvez graficamente mais horrível, que nem os dos games pra Merda Drive

Depois que você finalmente conseguir zerar esse joguinho que só melhorou em míseros aspectos e tiver o horrendo Episódio I, plagiando o mesmo sistema do cartucho de Sonic & Knuckles pro Merda Drive, é possível juntar os dois jogos em um só e dai você destravará o Episódio Metal, que diferente do que você imagina, seu noob, não tem absolutamente nada haver com ouvir as musiquinhas desse jogo no estilo metal, e sim jogar com Metal Sonic (sonho de todo gamer viciado em Sonic) nas fases do Sonic 4 Episódio 1, só que com as fases de trás pra frente, o que não muda em porra nenhuma a mesma sensação de jogar com o Sonic original, já que Metal Sonic faz exatamente tudo aquilo que o verdadeiro Sonic já consegue fazer.

Na verdade esse episódio foi criado apenas para contar a historinha do que aconteceu depois que Metal Sonic foi onwado em Sonic CD, onde antes de chegar no Episódio 2 propriamente dito, teve que sair de Little Planet e ir voando defeituosamente até Móbius para ter que passar pelo mesmo sufoco que Sonic passou até alcança-lo nessa nova suruba. Resumindo: é uma bosta (ou não), pois para um nerd, só a emoção de controlar o Metal Sonic já é o suficiente para satisfaze-lo.