Abrir menu principal

Desciclopédia β

Souls

Série Souls
You Died.png
logo da série
Gênero RPG
Desenvolvedor FromSoftware
Publicador Sony Computer Entertainment
Atlus
Bandai Namco
Plataforma de origem PlayStation 3
Primeiro lançamento Demon's Souls (2009)
Último lançamento Dark Souls III (2016)

Souls é a série xodó de jogos da From Software, talvez a série de jogos de RPG com mais fanboys existentes depois de Final Fantasy, mas com certeza os mais chatos, pois tratam Dark Souls como uma divindade e xingam todo mundo que não gostar dos jogos da série. O maior orgulho dos fãs dessa série sempre foi a suposta dificuldade encontrada em seus jogos, mas a única dificuldade avistada é alguém gostar e continuar jogando aquilo, pois as crianças criadas a leite com pera pela avó na geração PlayStation 3 nunca jogaram um Battletoads, Ghost n' Gouls ou Enduro para entenderem realmente o que é um jogo difícil. A dificuldade existente em Dark Souls é basicamente a mesma dificuldade de todo jogo de RPG, pois ao chegar numa nova área os inimigos estão te matando num golpe só, e você precisa passar mais de 8 horas upando seu personagem até conseguir vencê-los, e assim por diante.

Os jogos da série são conhecidos por história profundas e tramas muito bem elaboradas, embora na verdade estas supostas história profundas e muito bem elaboradas sejam encontrados apenas nas milhares de fanfics espalhadas plea internet criadas por fãs alucinados, porque nos jogos em si não há nenhuma explicando de nada, e cada um tem a liberdade de interpretar aquele mundo insosso como bem quiser, inclusive inventando uma história fantástica.

JogabilidadeEditar

A série Souls nos traz jogos com elementos de RPG, fichas com mais de 80 status como força, resistência, capacidade de suportar veneno, etc, embora apenas uns 3 realmente importam e o resto sirva apenas para confundir mesmo. Os combates são em tempo real, e qualquer porcaria que você faça consome uma barra de stamina.

Os inimigos são retardados, e os jogadores devem se portar da maneira menos natural possível de modo a explorar o campo de visão de tais inimigos trazendo-os para combate um a um, num estilo de jogo maçante e chato. A melhor estratégia para vencer inimigos é explorar bugs no jogo, como quando eles ficam presos atrás de pedras, se jogam em abismos ou simplesmente não vão atrás de você e ficam de longe tomando flechadas na cara igual imbecis.

O modo online dos jogos da série é bem criativo, pois há o cooperativo onde é possível invocar amigos online para te ajudar num chefão, ou então jogadores online filhas de uma puta invadem seu mundo como bonecos vermelho pra te matar. Esses invasores são sempre, sem exceção, desgraçados apelões que não bastam ter espadas, magias e técnicas impossíveis de se defender, como também se aproveitam de lag para desferir backstab em você, nome do golpe crítico que praticamente te mata instantaneamente.

A cada morte o jogador torna-se um zumbi e perde a capacidade de invocar amiguinhos, podendo ressuscitar com o uso de itens raros, apenas para logo depois morrer de algum modo estúpido.

O maior inimigo do jogo, porém, como em muitos outros jogos, é o buraco infinito, cair nestes abismos é praticamente comum em todos jogos da série.

JogosEditar

Demon's Souls

Primeiro jogo da franquia, é aquele típico jogo que ninguém jogou mas finge que jogou, pois no seu lançamento era só um jogo desconhecido exclusivo para PlayStation 3 que ainda não havia sido descoberto por hipsters. A maioria das pessoas que acompanham a série jogaram primeiro o Dark Souls e não tiveram paciência de vir conferir o jogo antecessor, ou quando o fizeram a From Software já havia fechado seus servidores e não havia mais como jogar PvP o que tornou o jogo impossível e ainda mais sem graça do que já era.

Dark Souls

O mais querido jogo da série, tornou-se febre e vício entre os nerds, hipsters, góticos e pessoas com transtorno obssessivo compulsivo. É aquele típico jogo chato, sem mapa, sem explicação de nada, que faz qualquer um desistir no meio, mas que vicia uma porção de jogadores desocupados.

Dark Souls II

Continuação do sucesso do primeiro Dark Souls, este jogo piorou ainda mais tudo o que era o primeiro, sendo uma grande porcaria, mas os fãs fingem que gostam pois eles jamais admitirão que a From Software possa produzir um jogo raso, chato, sem graça e cheio de chefões facílimos.

Bloodborne

Tentativa de inovação para a geração PlayStation 4, mais um jogo chato, escuro, sem nexo e cheio de chefões bugados.

Dark Souls III

O primeiro Dark Souls da geração PlayStation 4 e Xbox One. O criador da série Hidetaka Miyazaki decidiu trollar todos seus fãs produzindo este terceiro Dark Souls com todas as facilidades e aspectos sem graças de todos jogos anteriores.