Abrir menu principal

Desciclopédia β

Strain of Death

Lindomar Turbo.jpg ROUND ONE... FIGHT!

Este artigo envolve algo relacionado a brigas. Se você é homem o suficiente para encarar, vá em frente, mas não se esqueça de levar gelo!


Strain of Death
StrainOfDeath.jpg

O único jogo seinen da Tomoshibi

Informações
Desenvolvedor Tomoshibi
Publicador
Ano 2000
Gênero RPG-Guro
Plataformas PC
Avaliação 0%
Idade para jogar Maiores de 18 anos

Cquote1.png Você quis dizer: RPG pra macho Cquote2.png
Google sobre Strain of Death
Cquote1.pngVocê quis dizer: BersekCquote2.png
Yahoo sobre Strain of Death
Cquote1.png Isso sim é que é jogo pra cabra-ômi! Matou mais de mil!! Cquote2.png
Jeremias sobre Strain
Cquote1.png Depois dessa achamos melhor não pegar tão pesado no próximo jogo... Cquote2.png
Tomoshibi sobre Strain
Cquote1.png Sou mais jogar Final Fantasy... Cquote2.png
nerd baitola sobre Strain
Cquote1.png Porra! Já queixaram minha espada de novo... Cquote2.png
Cloud sobre IL de Strain

Strain of Death é um jogo de esfaquiamento-sanguinário-RPG criado pela Tomoshibi para maiores de 18 anos (ou não). Foi feito antes de Knight of Knights com o objetivo de ver até que ponto a violência, porradaria e satanismo podem ser educativos em um RPG.

Índice

EnredoEditar

Quase que uma fusão de Berserk + Evangelion + Matrix. Conta a história de guerreiro com amnésia chamado Ilfus (ou Ill) que estava vagando no meio do mato quando se depara com vários soldados caídos na estrada de um reino após encherem a cara de pinga. Daí Ilfus pergunta que diabos está havendo e um soldado fala que está rolando uma parada gay federal muito cabresto lá dentro; e com isso Ilfus resolve ver o que é que está pegando.

Sobre o jogoEditar

  Strain of Death surgiu das trevas!!

E adora assustar criancinhas!

 
 
Um dos ajudantes do game (imagine os inimigos)

Se você nunca jogou um game da Tomoshibi(o que provavelmente é o seu caso) saiba que este é exatamente como os demais(grande explicação...) só acrescentando uma boa dose de seinen seguida de posseções, obscuridade, gurotizações entre outras coisas qué só sendo muito macho pra agüentar o rojão. Entre algumas diferenças dos demais jogo da empresa, é que você começará a pancadaria com um personagem em um capítulo e logo depois jogará com outro no capítulo seguinte. Para não atormentar sua mente(nada) inocente, o jogo possui apenas dois personagens jogáveis que são:

  • Gatts Ilfus – O herói principal dessa joça. Por sofrer de uma amnésia terrível que o faz ficar lelé da cuca, ele não sabe quem é, o que é e muito menos porque diabos está envolvido nessa suruba toda; por este motivo, Ilfus sai matando tudo e todos a sua frente em busca de respostas(o.õ). Possui duas enormes espadas(uma do Cloud e a outra do Gats).
  • Shun-li Tia – A única personagem 100% lutadora que só briga na base dos punhos e nada mais. Ela conhece Ilfus muito antes deste a conhecer(muito antes mesmo, porque ela o vê no episódio 2 mas ele só a conhece no final do episódio 4) e resolve ajudá-lo em sua jornada sanguinária obcecada por cabeças rolando e corpos despedaçados.

Outros personagens dessa tretaEditar

 
Os ataques também são grotescos
  • Hunter – Um caçador de nerds gostosas recompensas muito fuleiro;
  • Goldy – Um filho da puta que luta com um espada mutante;
  • Vice – Um demônio-capiroto na forma de gente indecente;
  • Holy - Um traveco Uma lutadora de jiu-jítsu coligada de Tear;
  • Ice – Um gostosa-espada-shin muito gelaaaaaaaaaaaada;
  • Bol – Um guerreiro-berserker sem futuro;
  • Digo – O rei fracassado que se acha o tal mas só sabe apanhar;
  • Zig – O nomem do bastão que quer pegar Holy para ver se rola ou não;
  • Satan – O da bíblia, não o de DBZ;
  • Rag – O pai de IL que já bateu as botas;
  • Prince – Não aquele viadinho dos anos 80, mas um guerreiro forte pra caralho que é o vilão principal dessa suruba toda;

Ver tambémEditar

  Made in Nihon \(^o^)/

Este é um artigo kawaii ¬¬ com tecnorogia japonesa, né? (ou não 8/)
Para os otakus, este artigo é sagrado. \o\
Mas se vandarizar, o Gantz vai estourar os seus miolos 8/

  Conheça também a versão oposta de Strain of Death no Mundo do Contra: