Abrir menu principal

Desciclopédia β

Street Fighter 2010 - The Final Fight

Virtualgame.jpg Street Fighter 2010 - The Final Fight é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, o Megaman copia a arma de mais um chefe.


Esse jogo realmente tem tudo a ver com Street Fighter. Ah sim, esqueci de colocar um link escondido pro artigo ironia, desculpem as falhas na gag.

Street Fighter 2010 - The Final Fight é um jogo de porrada e plataforma feito pela Capcom pra Nintendinho em 1990, tentando pegar carona (só não sei como) no sucesso de Street Fighter e também do Final Fight, criando uma mescla bizarra dos dois jogos, e no fim não consegue ser porra nenhuma.

EnredoEditar

No jogo, que se passou em 2010 (só não me lembro de nada disso ter ocorrido) o cientista Kevin decide lutar (literalmente) contra forças perversas chamadas de "target" (e só isso mesmo), e assim ele conseguiu passar de um nerd comum pra salvador do planeta Terra.

História bem genial, não? Mas... definitivamente não tem nada a ver com a porra do Rua Briga, né mesmo?

Pois é, os japoneses tocaram o foda-se e lançaram a história assim mesmo, maaaaaaaaaaaaas aí a Capcom americana se deu conta que ninguém no ocidente ia dar um puto pro jogo se a história fosse tão absurda, e assim trocaram o nome do personagem principal para Ken Masters. Sim, de acordo com o enredo, no final de Street Fighter I Alpha II IV V III o personagem virou um cientista (e deve ter casado - ou não - enfim com a noivinha dele) e assim ele, junto com outros cientistas, descobriram a invasão alienígena orquestrada por um demônio bizarro que demora mais de uma hora e um monte de transformações mais bizarras uma que a outra, usando o poder do cyboplasma, que o fez quase invencível (literalmente, você toma milhões de game over pra conseguir enfim derrotar esse merda).

E só.

Ah sim, Ken consegue dar radúquens. Bem feiosos, é verdade, e usando também o meia lua. E ele deve ter virado mais craque no golpe que o Ryu e o Akuma juntos, já que ele nesse game pode dar radúquens com o pé também! É, a tecnologia realmente avançou muito nesse tempo. Pena que o tempo já passou, estamos em 2019 e ninguém viu nunca aliens dominarem o mundo. A não ser que a tua mãe realmente decida dominar o planeta de uma vez por todas...