Abrir menu principal

Desciclopédia β

Tétis (satélite)

Tétis é mais um satélite de Saturno que poderia tranquilamente ser confundido com Dione ou Reia.

Descoberta e exploraçãoEditar

 
Imagens de Tétis, uma imensa bola de sorvete de chocolate.

Tétis foi descoberto em 21 de março de 1684 por Giovanni Cassini, um cara fissurado em Senhor dos Anéis, por isso gostava tanto de Saturno.

Esse satélite é tão desprezível que a primeira vez que foi estudado foi em 2005 pela sonda Cassini–Huygens. Até as sondas Voyager esqueceram de explorar Tétis quando passaram por lá, apenas tiraram uma ou duas fotos de má qualidade. A próxima missão a explorar Tétis está marcada para o ano de 2703, quando inventarem uma Millenium Falcon no mundo real.

No ano seguinte Tétis foi comprado oficialmente pela Kibon que viu na compra um excelente negócio, já que o planeta é todo recoberto por gelo. Planeja abrir lá uma imensa fábrica de Eskibon num futuro próximo.

NomenclaturaEditar

Giovanni Cassini que foi o descobridor de Tétis não deu nenhum nome. Criatividade de longe não era seu forte, do contrário ele seria um pintor ao invés de astrônomo que passa todas as noites observando Saturno e nunca dorme com uma mulher.

Foi John Herschel vários anos depois em 1847 que publicou no seu blog Nomes Legais para os Corpos Celestes sem Nomes nomes para todos satélites de Saturno (essa foi a forma que ele encontrou de ser útil já que ele próprio não tinha descoberto nenhum). Saturno III ficou chamado de "Tétis", a Titã das Tetas na mitologia grega.

CaracterísticasEditar

 
Mapa mundi de Tétis com destaque para as duas grandes crateras do Eskibon.

Conforme estudos feitos pela sonda Cassini–Huygens a superfície de Tétis é predominantemente formada por sorvete de chocolate devido a sua temperatura média de -187°C ideal para a manutenção desse tipo de solo.

Tétis possui poucas crateras se comparados com outros grandes satélites de Saturno, o que indica a existência de um eficiente sistema de defesa por parte dos tetianos com armas nucleares que explodem asteroides nocivos.

Há uma enorme vagina fenda no satélite batizada de Ithaca Chasma (que significa "vagina" no antigo dialeto asteca), possui 65 quilômetros e só algo irrelevante que algum cientista pensou ser importante citar.

Duas grandes crateras se destacam no mapa de Tétis, com 400 quilômetros de diâmetro, as crateras Odysseus e Eskibons ajudam a contar a história do satélite: antigamente Tétis era apenas uma grande bola de gelo triste e sem sabor, até que um dia dois meteoros gigantes de sorvete de chocolate do tipo Eskibon colidiram com o satélite, aos poucos o chocolate foi se espalhando até tornar Tétis no que é conhecido hoje. Uma dessas crateras, cuja idade é estimada em 6,02 1023 anos-luz, é o segundo objeto mais antigo do Sistema Solar, depois da Dercy Gonçalves.

Outro fator interessante é a existência de dois satélites troianos (são sobreviventes da Guerra de Troia) que ficam seguindo Tétis, Telesto e Calipso, uma dupla brega que é tão pequena que nem para orbitar Saturno servem.