Tabela de expectativa de sobrevida para fins previdenciários

Infinitoraiz.PNG Este artigo é relacionado à matemática.

A tabela de expectativa de sobrevida para fins previdenciários é uma escrotidão criada pelo IBGE e inserida na lei de benefícios através da medida provisória 664, para dar um sossega-periquita nas mulheres golpistas do baú. Se antes algumas mulheres jovens, bonitas, gostosas, com tino para escolher marido, podiam viver o resto de seus anos ganhando grana e dando na balada, agora, dependendo da expectativa de sobrevida, podem ganhar apenas três anos de pensão e ter de caçar mais marido rico.

FuncionamentoEditar

Até que é bem simples. Após a morte do segurado da previdência social, a dependente procura o órgão da previdência e o perito médico analisa as condições do corpo da mulher e o tempo que ainda lhe resta de vida. Algumas condições retiram anos de sobrevida como varizes, rugas e cabelos brancos aparentes, enquanto outras condições adicionam anos de sobrevida como botox e silicone. Também é analisado se a mulher fuma, bebe, faz orgias, usa drogas, tem alguma doença, entre outras coisas. Faz-se o cálculo e o médico dá o tempo de sobrevida da dependente. Então, junta-se a idade atual da mulher com o tempo de expectativa de sobrevida e tem-se o tempo de duração da pensão.

TabelaEditar

Assim, após a avaliação da expectativa de sobrevida, se o médico achar que a mulher ainda vai durar mais uns sessenta anos, esta receberá apenas três anos de pensão. O IBGE pode estar enganado pois as mulheres gostosas e novinhas hoje em dia correm sério risco de morte antes de completarem trinta anos. Agora, uma mulher acabada cuja avaliação determinou que viverá apenas mais uns vinte anos, receberá por tempo indeterminado, até que morra. Para a Dilma isto foi um grande passo para evitar que as novinhas roubem os lugares das esposas velhas.

Quem inseriu essa tabela na MP664 quis garantir que as moças novas que ainda viverão 55 anos para incomodar neste mundo tivesse, ao menos, o trabalho de procurar novos maridos com o passar do tempo.