Abrir menu principal

Desciclopédia β

Taigete

Taigete é um dos mais de oito mil Satélites de Júpiter que existem ao redor do planeta que algum dia, vai explodir... Ou não. Taigete é conhecida apenas como um amontoado de números pelos astrônomos, mas os cosmólogos preferem colocar nomes que reflitam mitologia apenas para encher a ciência com cultura e outras coisas intelectuais.

DescobrimentoEditar

O satélite foi descoberto por estudantes de uma universidade no Hawaii. O engraçado é que todos os satélites de Júpiter só foram descobertos naquela maldita universidade, talvez porque eles pensavam que poderiam ganhar reconhecimento estudando Júpiter e assim atrair mais verbas para os nerds do telescópio poderem comprar uma caminhonete nova.

 
Taigete em uma foto do telescópio (imagem reaproveitada).

Taigete recebeu esse nome por ter sido uma das ninfas que tinha alguma conexão com Zeus. Talvez porque ela era a faxineira do Olimpo e tinha que ficar fazendo o almoço enquanto dava comida para o Hércules que comia um bezerro por dia.

Quando os estudantes viram que só descobrir satélites de Júpiter não bastava, tiveram que começar a explorar os satélites de Saturno, os satélites de Netuno e assim por diante. Agora a pergunta de ouro é: atraiu algum dinheiro? Não. Se eles descobrirem mais satélites vai atrair? Também não. Por isso a universidade do Hawaii fechou aquele telescópio para construir um shopping.

RelevoEditar

É um satélite tão tosco que nem relevo pode ter. Taigete é basicamente uma rocha redondinha, cinza e sem vida. Nenhum satélite da NASA ou da URSS pousou/pousa/pousará naquele lugar nem que isso decida se a humanidade vai progredir e ter Iphones mais chiques e minúsculos ou se ela vai voltar à época da manivela.

O relevo foi um pouco estudado, sendo que Taigete não tem núcleo e não exerce qualquer tipo de atração gravitacional sobre Júpiter, tornando o satélite tão influente quanto o deputados do PCB têm sobre a câmara de burgueses de deputados de Brasília.

AtualmenteEditar

Enquanto você lê isso, Taigete se aproxima mais e mais de Júpiter, sendo que vai ter o mesmo destino que é reservado à Métis. Se Taigete tem alguma importância na nossa vida? Claro que não. Não fará a menor diferença um satélite à menos para o sistema solar.