Tapocrifação

Zombie.gif

Huuââ... CÉÉÉREBROOOS!!!

Este artigo se refere a mortos-vivos ou algum morto-vivo em particular.
Então não leia se estiver com medo (ou sem munição).



Cquote1.svg Vai rápido, antes que ele volte. Cquote2.svg
Parentes sobre Tapocrifação.

Cquote1.svg Você quis dizer: Zumbificação Cquote2.svg
Google sobre Tapocrifação
Cquote1.png Experimente também: Ser enterrado morto Cquote2.png
Sugestão do Google para Tapocrifação
Cquote1.svg Tapocrifação? Ah, é de tapócrifo, aqueles evangelhos estranhos... Cquote2.svg
Carla Perez sobre Tapocrifação.
Cquote1.svg Deus que me livre. Cquote2.svg
Sua avó sobre você enterrá-la viva.
Cquote1.svg MWAHAHAHAHAHA!! Divertido! Cquote2.svg
Inquisição Espanhola sobre esse método.
Cquote1.svg Concordo Cquote2.svg
Vlad Tepes sobre comentário acima.
Cquote1.svg Não to aguentando mais... Tira, tira, tira, caralho Cquote2.svg
Éverson Zóio sobre pau do negão tapocrifação
Cquote1.svg Eu tô vivo, caralho Cquote2.svg
Sujeito enterrado vivo levantando do caixão
Cquote1.svg AAAAH! Cquote2.svg
Pessoal ao redor sobre o sujeito que saiu de lá dentro

Tapocrifação é mais uma técnica de execução criada pelo lado negro afrodescendente, e extremamente criativo, da mente humana. É um método bem cruel, mas eficaz, que consiste em abotoar o paletó de madeira com ela viva dentro.

SurgimentoEditar

 
Exemplo prático.

Ninguém sabe ao certo, como e quando surgiu, nem quem foi o sacana que inventou esse método de execução. Mas teorias falam que surgiu nos tempos pré-históricos, quando homens e mulheres ainda usavam Bipe/Pager. Nessa época, próxima a invenção da roda era comum os trogloditas neandertais sacanearem os nerds da época, jogando-os dentro da CPU de seus computadores e os enterrando. Dessa forma nascia a Tapocrifação.

 
Não deve ser uma sensação legal.

A técnica se tornou, aos poucos, muito utilizada ao redor do mundo, netos, filhos, sobrinhos, começaram a mandar seus progenitores para debaixo da terra, motivos? Inúmeros:

  • Herança;
  • A velhinha era mala;
  • Pai malvado;
  • Tédio;
  • A mãe sempre enchia de cabelo a comida;
  • Irmãzinha pirralha;
  • E muitos outros.
 
Se bem que ser enterrado aqui não seria tão ruim.

Todos motivos que justificam o hábito, que pode ser considerado, um tanto quanto, extremo.

DivisõesEditar

Há três tipos básicos de Tapocrifação, a acidental, a por engano e a por sacanagem.

Tapocrifação por acidenteEditar

É um caso menos anormal, é quando uma montanha desaba na cara do indivíduo, é muito comum nos morros cariocas, onde chovem casas que deslizaram. Não pode ser considerado Tapocrifação por acidente implosões de prédios com pessoas que esqueceram de sair dentro.

 
Exemplo de ritual de Tapocrifação.

Tapocrifação por enganoEditar

É um caso que você cansou de ver nas novelas da Globo, a mocinha toma um chazinho, capota, todo mundo acha que ela morreu, então o mocinho surge e a desenterra, o que lembra o enredo de   A Noiva Cadáver  . Só que na vida real isso não era bem assim, a pessoa desmaiava e a família logo enterrava, para não ter de pagar o velório. Às vezes o pessoal ainda estava vivo, fato contornável, afinal ele morreria logo após.

Tapocrifação por sacanagemEditar

É a execução por Tapocrifação, algo como acontece com a loira em Kill Bill 2, eles pegam o pessoal amarra e taca no caixão e, depois, enterra. Algo bem simples, muito utilizado por pessoas renomadas da história, como Vlad Tepes, Lampião e Ivan, o Terrível e sua mãe.

Sempre, mas sempre, acontecia de durante o discurso ao redor do corpo, o sujeito abrir o caixão, levantar-se dali e assustar todo mundo.

O youtuber brasileiro Éverson Zóio foi um a realizar tal feito no Brasil. Porém, o mesmo não aguentou muito tempo ali.

Pessoas que mereciam ser enterradas antecipadamenteEditar