Abrir menu principal

Desciclopédia β

Tenentismo

Escoteiro.jpg ESTE ARTIGO TRATA DE REPRESSÃO E DITADURA

Você deve aceitar calado(a) o que está escrito aqui sem duvidar de nada,
ou correrá o risco de sumir misteriosamente.

Desciclopédia: ame-a ou deixe-a!
Ditaduratumulo.jpg

Tenentismo foi um movimento cocozento que ocorreu na Capital Federal, Rio de Janeiro, em 1919, sendo que nessa época ele ainda não era governado pelo tráfico de drogas, esse nome é como é chamado o movimento de jovens oficiais que estavam cansados de dar a bunda no quartel e dos consequentes maus tratos resultantes do sexo brutal e resolveram tentar tomar o poder do Brasil, começando por nossa capital.

Uma das causas do tenentismo é a insatisfação da oficialidade positivista com a política Capuccino Coffee 'n Mpo/po/po/opilk, que dominvam a situação e eram favoráveis a praia continuar com a mesma coloração de sempre. Além disso também queriam que D. João VI voltasse ao poder, causa essa logo abandonada, pois o velho já estava morto à mais de 100 anos O tenentismo terminou quando todos seus membros morreram, ou, seja em torno de 1970.

O LevanteEditar

Cansados com toda essa merda vigente em nosso país e com a insistência de ter a praia com a coloração amarelada, o único meio de mudança que foi encontrado, foi a luta armada e o derramamento de sangue.

As revoltas tinha um procedimento de Transplante de rim que é quando tu monta em um jegue e ele peida em 120 km/h.

Com a força reduzida, a fuga dos companheiros covardes, a força dos militares leais ao Presidente da Época (Artur Bernades) 1000 vezes maior, a falta de comida e a consequente fome, a falta de sexo e a consequente abstinência, a dengue vigente em todo o país, a viagem do presidente do Brasil até o norte da África do Sul, depois da Rádio Manchete ter quebrado, o líder com bico de papagaio e a falta de munição, a única alternativa foi o ataque.

Os valorosos tenentes subversivos saíram então nas ruas e foram mortos por forças contra-revolucionárias, que nem sabiam do fato e estavam marchando para encontrar o vice-presidente do outro lado da cidade, além de toda a burrice, foi um enorme azar.

ConsequenciasEditar

Depois de 3 levantes nas principais capitais (em 1922 e outros dois em 1924), as oligarquias tiveram um deslize e deixaram rolar a Revolução de 1930, fazendo os valorosos tenentes de 1924... levarem Getulio Vargas ao poder. Depois quando viraram capitães eles lutaram contra os paulistas numa Guerra Civil em 1932, quando viraram majores ajudaram Getúlio a dar o Golpe do Estado Novo, quando viraram tenentes-coronéis mandaram soldados pé-rapados lutarem na Europa (Segunda Guerra Mundial), depois como coronéis derrubaram Getúlio do poder e trouxeram a república nova e depois de décadas, quando finalmente viraram generais, realizaram o sonho de juventude deles e consequentemente implantaram a ditadura militar de 1964, mas os militares das gerações mais jovens, como o Figueiredo... que era só um bebêzinho de 1 ano em 1919 e era um moleque (literalmente) nos anos 20, a desfirezam, com os caquéticos generais que foram os tenentes dos anos 20 seguindo para a reserva (aposentadoria de militar) e cada um para o seu canto. Hoje estão debaixo da terra.

Essa ditadura também foi um dos mais importantes (e controversos) feitos dos tenentes dos anos 20 na história do Brasil e suas consequências são sentidas até hoje em nossa democracia

Veja TambémEditar

História do Brasil: Estado Novo (1930 - 1945)

Eventos, coisas e tendências que seu avô não acompanhou porque não queria ir para a cadeia

Revolução de 1930Revolução Constitucionalista de 1932Força Expedicionária BrasileiraIntegralismoTenentismo


Presidentes (só tem um, e quem reclamar vai pro pau)
Getúlio Vargas

Este artigo foi considerado um esboço pelo Goku!
Edite ele ou o Goku terá de usar sua Genki Dama