Abrir menu principal

Desciclopédia β

Termoquímica

Fogo.jpg Este artigo é queeeente!

Se quiser editar este artigo, entre numa geladeira, ligue o ar condicionado no máximo e beba uma coca-cola gelada. E não lute contra Scorpion!


A termoquímica é um dos 878923 ramos da química existente, ele abrange nos estudos aquela coisa de calor envolvido, absorvido, engolido, estuprado, produzido ou o que for nas reações químicas (por exemplo: dois aviões chocando-se contra dois prédios causando explosões, coisas simples e básicas assim) e também nas transformações físicas (por exemplo: Goku se transformando em Super Saiyajin, neste caso é estudado o calor do KI que sai de Goku ou o aumento de fodidas que ele faz com a Chichi neste modo).

Índice

No geralEditar

 
Legal este fogo, não é? Bonito... olhe as cores, realmente lindo. Agora estude meia hora de termoquímica e você não irá conseguir nem olhar para isso.

A termoquímica é também, além dessas baboseiras ditas na introdução, relacionada com a troca de energias com transformações (lembra do exemplo do Goku? Então, exemplifique Goku e Freeza em uma batalha de KIs e do nada Goku vira Super Saiyajin ou Freeza usa uma de suas 5315 formas... ou simplesmente continue lendo que você entenderá do jeito certo) como misturas (Gok.. não, sem exemplo do Goku dessa vez), mudança de fases (coisas da termodinâmica), reações químicas como dito antes e cálculos de grandezas (parecido com aqueles de quem cursa a faculdade de Engenharia (tem que ser muito trouxa mesmo) faz em seus cadernos, ocupando mais ou menos duas folhas... cada cálculo) como as capacidades térmicas, o calor de uma explosão (WTF, quem estuda isso?), calor da formação de um feto, da energia livre, entre outros não importantes que na verdade são porém eu não quero citá-los porque não.

Mais "No geral"Editar

A termoquímica é baseada em 2 leis/conceitos modernos e fashions, são eles (com direito a breve explicação):

  • Lei de Lavoisier e Laplace: a transferência de energia acompanhando qualquer transformação é igual e oposta a transferência de energia acompanhando o processo reverso. Confuso não é? Sr. Editor dará uma explicação pouco mais clara: quando Goku se energia A chega até elemento B e, graças a esta energia A o elemento B passa de "B" para "", no caso passando por uma transformação, ela é igual e oposta ao mesmo tempo (finja que entendeu) se elemento B não tivesse tornado elemento e sim continuado apenas B.

  Eu preferia ver o filme do Pelé o exemplo com o Goku!  
Você

  • Lei de Hess: estabelece que a energia não pode ser nem criada nem destruída, somente pode ser trocada de uma forma em outra. Mas como isso pode ser adaptado à termoquímica? Se vira, aqui não é a Wikipédia e não me pagam o suficiente para explicar de um jeito mais claro como a Lei de Lavoisier e Laplace.

Classificando essa bodegaEditar

 
Veja claramente como Seu Madruga classifica esta reação como exotérmica.

Para classificar é simples, apensa distingua entre 2 grupos por idades, o primeiro de 0 à 15 anos e o segundo de 15 em diante. Feito isso ajeite os grupos por ordem alfabética de A até Z, e quando fizer isso refaça a distinção por idades agora ajeitando alfabeticamente. Quando você tiver o maior empenho para fazer, esqueça tudo isso.

Para classificar como uma Reação Exotérmica é só ver se determinada reação libera energia (calor). Como o exemplo dos prédiosinhos explodindo graças aos aviõesinhos que se chocaram contra esses prédiosinhos e causou um graaaaaaaande calor na explosão, deixando todo mundo torradinho. Para classificar como uma Reação Endotérmica basta ver se determinada reação absorve energia (calor). Mais uma vez o exemplo dos prédiosinhos explodindo maaaaas agora ao invés de explodir e fazer torrada de pessoas, ele implode (se você não sabe a diferença dos prefixos ex e im, vá estudar seu burro!), isto é chamado de reação endotérmica.

São estes dois tipos de classificações existentes na termoquímica, na verdade há outros mas apenas fazendo um estudo chato e demorado para aprender, então foda-se.

Ver tambémEditar