Abrir menu principal

Desciclopédia β

Terry Gilliam

Terry Gilliam era o cara que fez o pé do Moty Phyton e também o ídolo de vários artistas gráficos já que virou o artista-gráfico-ator-humorista mais famoso do mundo, todos se esqueceram do Phil Hartman que morreu por ser hétero e canadense ao mesmo tempo mas o que interessa é que Terry Gilliam está ainda vivo.

O pé do Monty Python
Terry Gilliam.jpg
Terry com seu olhar de psicopata/tarado
Nascimento 1900 e guaraná com rolha
Arrûividêrci
Nacionalidade Minessotense
NovoWikisplode.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Terry Gilliam.
Terry está aí em algum lugar...

InfânciaEditar

Não que isso importe algo mas o pai de Terry era um vendedor de Café ambulante o que significa renda da família magra. Terry então, quando Terry desenhava nas paredes com o café que roubava das bolsas de seu pai a sua mãe tinha que deixar o guri desenhar pois não tinham dinheiro nem para comprar um sabonete. A esponja seria a camisa de quem sujou, ou seja, Terry.

Terry estudou em uma escola até o primeiro ano do ensino médio em que a escola era feita de palha e madeira, um dia, um dos alunos que achava a escola um saco, resolveu queimá-la e demorou dois anos para juntar toda a palha e madeira outra vez. A maior parte do tempo, Terry passava desenhando e vendo a grama crescer, como todo bom habitante do Minnesota.

Não se sabe como mas Terry conseguiu suas habilidades humorísticas após olhar tanto a grama crescer.

Ele teve uma epifania do que era e não era engraçado, ele sabia que contar piadas sobre grama, por exemplo, não era engraçado. Enfim, a grama acabou revelando a ele os segredos da comédia, e logo ele começou a contar piadas sobre o Minnesota aos habitantes locais, que já achavam o Minnesota o pior estado dos Estados Unidos.

CarreiraEditar

Apesar de seus dons ele resolveu optar para o desenho, porém ele desenhava tão mal quanto uma criança de 5 anos, além de que ele não sabia usar um lápis, seu lápis na escola sempre foram os grão de café, não se sabe como ele conseguia segurá-los mas devia ser uma dor de cabeça para pegá-los quando eles caiam.

O Monty Python acaba o contratando pois precisava de um gringo na equipe para fazê-la se sentir mais engraçada e com o ego em dia. John Cleese puxa a cueca de Terry, que foi considerado o caipira da equipe, todo o dia.

Até que apareceu a história do pé e mudou toda a forma de verem Terry. E como todo bom americano ele não era tão idiota quanto aparentava e soltou um riso malévolo. Agora dependiam dele. No fim acabou sendo contratado pelo Monty Python e seu nome passou nos mesmos créditos dos outros cinco membros.

Humorista do Monty PythonEditar

Apesar de ter seu dom ele fazia os papeis menores e ninguém notava já que ele era confundido com o Mick Jagger e ao mesmo tempo com Mike Myers. Enfim, ele participou da maioria dos filmes sagrados do monty phyton como o do santo grau. Ele também fez quase todas as capas e LP's do grupo, achava que o Monty Python fosse um grupo de comédia e não uma banda.