Abrir menu principal

Desciclopédia β

The Song is Not the Same

O The Song is Not the Same seria um álbum lançada pelo Led Zeppelin no meio dos anos 80, que inteiramente consistia em covers, mas que foi recusado por ir contra todos os princípios da banda.

História do discoEditar

 
A capa do álbum que nunca foi lançado.

Com as acusações de plágio contra o Led Zeppelin só crescendo ao longo das décadas seguintes ao fim da banda, os caras da banda não tiveram alternativa a não ser aceitar a verdade: todos eles não passavam de uns ladrões de música alheia. De repente, o espírito altruísta tomou conta deles, e eles resolveram descer das sandálias da pretensão. Como um meio de pedir desculpas aos vários artistas que eles plagiaram durante sua carreira, Robert Plant, John Paul Jones, Jimmy Page e John Bonham (que nessa época já estava mortinho da silva), tiveram a decisão mais inovadora da carreira deles: regravar todas as músicas copiadas, mas dessa vez dando os créditos a todos os artistas referidos acima. Mas, dessa maneira, sem nenhum plágio, o novo álbum não poderia ser considerado de forma alguma um verdadeiro álbum do Led Zeppelin. E por esse motivo, a ideia foi vetada e enterrada sete palmos abaixo da tumba de Bonham. É provável que a melhor ideia que eles já tiveram já tenham sido, infelizmente, consumida pelos vermes.

As Músicas que foram vetadasEditar

  1. "Taurus", da banda Spirit (roubada e regravada pelo Led Zeppelin com o nome de Stairway to Heaven)
  2. "Killing Floor", de Howlin' Wolf (regravada com o nome The Lemon Song)
  3. "Keep a Knockin'", de Little Richard (que eles regravaram com o nome Rock and Roll)
  4. "Jesus Make Up My Bed", de Blind Willie Johnson (regravada com o nome In My Time of Dying)
  5. "New York Blues", da banda The Yardbirds (regravada com o nome Since I've Been Loving You)
  6. "Babe, I'm Gonna Leave You", de Anne Brendon (aqui um exemplo de música que eles nem sequer mudaram o nome e creditaram como sendo deles)
  7. "Dazed and Confused", de Jake Holmes (mesma coisa da música acima)
  8. "Nobody's Fault but Mine", mais uma de Blind Willie Johnson (idem à música acima)
  9. "How Many More Times", de Howlin' Wolf (mesma coisa, de novo)
  10. "Bolero", de Jeff Beck (que eles embutiram em How Many More Times)
  11. "This is the Hunter", de Albert King (Caralho! 3 plágios embutidos numa só música!)
  12. "You Need Love", de Willie Dixon (regravada com o nome Whole Lotta Love)
  13. "Nervous Breakdown", de Eddie Cochran (regravada com o nome Communication Breakdown)
  14. "Watch Your Step", de Bobby Parker (que eles regravaram com o nome Moby Dick)

A lista acaba aqui, pois se contarmos todas as músicas que eles copiaram, teria sido um disco quíntuplo, e ficaria muito caro para a gravadora.

Ver TambémEditar