Club de Fútbol Tigres de la Universidad Autónoma de Nuevo León

(Redirecionado de Tigres UANL)
Club de Fútbol Tigres de la Universidad Autónoma de Nuevo León
Escudo do Tigres UANL.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Tigres Incompententes de la Universidad Autónoma de Nuevo León.
Origem Bandeira do México México Monterrey
Apelidos Lixinhos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote Tigrão
Torcedor Ilustre
Estádio Estadio Universitario
Capacidade 41,615
Sede Nicolás de los Garza
Presidente Alejandro Rodríguez Michelsen
Coisas do Time
Treinador Ricardo Ferretti
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png Cover de Messi
Patrocinador Carra Blanca
Time
Material Esportivo Cimenteras de Monmterrey
Liga Una Liga Muy X
Divisão 1° Divisão
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes Uniforme do Tigres.png



Club de Fútbol Tigres de la Universidad Autónoma de Nuevo León, ou simplesmente mais fácil apenas Tigres UANL é mais uma dessas imprestáveis equipes advindas de universidades mexicanas. O Tigres é uma empresa que está localizada na cidade industrial de Monterrey, Nuevo León. Dedica-se a enganar patrocinadores, gerentes e torcedores, oferecendo um produto que é, supostamente, um time de futebol mais poderoso do que o Real Madrid, mas que quando joga se demonstra muito pior do que qualquer equipe da Liga de Ascenso.

O Tigres também é sócio e vence cerveja Carta Blanca e sacos de cimento a cada quinze dias para seus dedicados torcedores. Seu destaque é distinguido por ser único a encher seus estádios na liga mexicana, por ser especialista em iludir torcida com falsas promessas. Eles são o equivalente mexicano ao Atlético de Madrid devido as despesas milionários que resultam num time que mal ganha os campeonatos. Mas como a equipe espanhola até ganhou a Liga Europa, o Tigres conseguiu ser campeões do futebol mexicano no Apertura 2011. Acabou com o sonho do Palmeiras de chegar a final do Mundial de Clubes da FIFA em 2021 graças a um gol de pênalti de Gignac.

HistóriaEditar

FundaçãoEditar

O Tigres foi fundado em 1960 por iniciativa da reitoria da UANL, que precisava de um meio de arrecadar fundos para a universidade. Então, eles decidiram formar um time de futebol para vender cerveja em quantidades industriais a cada 15 dias dentro de suas instalações. A ideia foi um grande sucesso.

O Tigres decidiu usar como uniforme a combinação original de camisa azul com uma faixa amarela no meio, que representa as cores da mais alta instituição do... Boca Juniors! Então eles tiveram que inverter as cores para que eles não sejam confundidos com a equipe Xeneize. Para a originalidade de suas cores, agora confundidas com as do América.

Ascensão no final da década de 1970Editar

Apesar de todo o investimento inicial, o Tigres passou seus primeiros anos completamente despercebido. Conseguiram ganhar a sua primeira ascensão à primeira divisão mexicana na temporada 73-74, graças a jogadores experientes como Thomas Menino, Bato Batocletti, Barbadillo Patrol, liderados pelo técnico Tanque Miloc, que não tinham o menor dilema ou pudor de baterem nos jogadores adversários para defender a honra de sua equipe.

Eles ganharam dois campeonatos nas temporadas de 77-78 e 81-82, numa época da história em que os Tigres competiram pela honra... e 20 caixas de cerveja que Carta Blanca que haviam sido apostadas com os rivais do CF Monterrey.

Declínio na década de 90Editar

 
Grande contratação do Tigres UANL.

Após a retirada dos últimos sobreviventes da equipe vencedora de 81-82, o Tigres começou a perder a mística da equipe vencedora. Além de que começaram a surgir denúncias de corrupção nas autoridades da UANL, haviam acusações de que a diretoria ficava com toda a cerveja que deveriam servir como incentivos aos jogadores.

Desmotivados, os jogadores não produziram o esperado e a equipe acabou vivendo uma década infame que terminou com o rebaixamento na temporada 95-96, mas ainda assim vivendo uma situação curiosa. O sistema de rebaixamento havia acabado de ser modificado naquela época para um sistema de média de pontos nos últimos três campeonatos, o que resultou em deixar o time do Tigres com a pior porcentagem de aproveitamento, a menor quantidade de vitórias e a menor quantidade de pontos médios, resultando numa estatística de 95% de chance de rebaixamento sem nem o campeonato ter começado ainda. O problema é que naquele ano o Tigres até conseguiu se qualificar para os play-offs mesmo estando rebaixado, tornando-se a primeira equipe a ter chance de ser campeão e rebaixar em um campeonato de Primeira Divisão, ao mesmo tempo. Situações que só acontecem no México.

RetornoEditar

Graças ao investimento de uma cimenteira, o Tigres regressou ao cenário nacional. Muito desses investimentos serviu para a contratação de moças gostosas denominadas no México de "porristas", ou seja, material para fapeação, que ficam de roupinhas mínimas rebolando e incentivando. Nessa época passou a disputara Liga dos Campeões da CONCACAF ou a Libertadores

TítulosEditar

  • Novela Mexicana: 7 vezes (1978, 1982, 2011-A, 2015-A, 2016-A, 2017-A, 2019-C).