Abrir menu principal

Desciclopédia β

Nota: Se não é essa Tirana que procura, consulte Tirana (desambiguação).

Cquote1.png Aqui estamos, no centro do nada Cquote2.png
Guia turístico sobre Tirana
Cquote1.png Deve ser alguém muito malvada Cquote2.png
Você sobre Tirana
Cquote1.png Olha, um oásis no meio do deserto! Cquote2.png
Alguma pessoa sobre Tirana
Cquote1.png Cidade idiota! Cquote2.png
Eustácio Resmungão sobre Tirana
Cquote1.png ERROR 404 - Not Found Cquote2.png
Google Earth, informando que não encontrou a cidade sobre Tirana

"Ei, que porcaria é essa?

Tirana é a capital e provavelmente a única cidade com tamanho de pequeno a médio na Albânia. O restante das cidades albanesas, quando de tamano relativamente grande, possuem 10.000 habitantes. Ela foi fundade por um turco gay e por isso tem um certo ar de afrescalhada.

Devido á enorme criatividade dos albinos em dar nomes, Tirana está no distrito de Tirana, no estado de Tirana. A capital está crescendo muito. Antes ela tinha 20.000 moradores e agora esse número quase dobrou. A economia é muito boa, pois agora a maioria dos habitantes é pobre. Antes era miserável. O nome Tirana deriva do portugûes Tirana, uma mulher muito malvada.

HistóriaEditar

 
Estátua homenageando os colonizadores, que gostavam de sentar no cavalo.

A região em volta da cidade foi ocupada desde que o homem caçava dinossauros para se alimentar. Os primeiros moradres moravam em cavernas junto com morcegos e eram parentes dos Flintstones. Tanto que em escavações locais foram encontrados aqueles carros de pedra piores do que um Fiat 147.

Depois de séculos, chegaram na região um grupo de romanos que gostavam de competições. Então, eles apostaram entre si quem construía o maior castelo de areia. Agora você deve estar pensando: "E daí? Porque essa coisa idiota está registrada na história dessa cidade?". Simples.

Tirana raramente teve algo de interessante em sua história. Portanto, qualquer coisa idiota que aconteceu nas proximidades é contada como parte da história desse lugar na tentativa de encher linguiça, assim a história parece maior e melhor. Mas o surgimento da cidade aconteceu quando nesse lugar chegou um turco.

 
Parte da sauna do mega-complexo construído pelos gays.

Na época, o Império Otomano mandava em tudo. Esse cara era viado bicha homossexual. E os otomanos discriminavam fortemente os homossexuais. Essa opção sexual era considerada crime grave e punida com 1 ano de sessões de filmes "machos".

Ele procurava um local afastado de tudo, aonde podia ser feliz com seus amigos do jeito que eles são. Chegando na futura Tirana, os gays decidiram realizar seu maiorprojeto planejado: A construção de uma sauna. Essa sauna gigante teria capacidade para 15.000 pessoas e teria televisão, massagista, piscina, cinema, e outras coisas do tipo.

Depois de 3 anos de trabalho árduo, os gays construíram o enpreendimento, marco conhecido como a fundação de Tirana. Logo, gays de toda a Albânia chegaram lá e aumentaram a população da nova cidade. O problema foi que o exército otomano descobriu o plano e destruiu toda a mega-sauna. Os gays que sobreviveram, como estavam em um local isolado, não sabiam com voltariam para suas casas.

Portanto, decidiram ficar por lá mesmo, sem sauna. Sabendo que seus companheiros encontraram um novo lugar para morar, os homossexuais que ainda não estavam em Tirana se mudaram para lá, aumentando muito a população residente.

ClimaEditar

 
Local aonde há a maior concentração de políticos em Tirana.

A população aumentou de tal modo que Tirana se tornou a capital da Albânia em pouco tempo. Não que isso seja algo importante. O clima em Tirana é uma porcaria. Quando está inverno, faz frio pra caramba, mas não neva. Não adianta fazer um frio intenso se não há neve para se divertir.

Quando é verão, faz um calor do inferno. E como não há praias por perto, as pessoas não podem se refrescar na água. Lembre-se que a maioria dos cidadãos de Tirana são pobres, portanto eles não possuem condições financeiras para comprar um ar-condicionado.

Divisões e economiaEditar

 
Centro histórico.

A Tirana está dividida em três partes. A primeira é a assembleia e a sede da presidência. Essa região é habitada em sua maioria por ladrões, sendo considerada pelos moradores de Tirana o pior lugar para se viver honestamente. A outra área é o centro da cidade. A região central abriga prédios tão antigos como o seu tataravô.

Como são antigos, esses prédios são praticamente umas ruínas que só servem para emporcalhar o bairro. Mas o governo, achando que a UNESCO reconhecerá o "valor" da região e a botará na Lista de patrimônios mundiais, não deixa que esses prédios sejam demolidos para dar lugar a outras construções mais úteis.

A última parte da cidade abriga todo o resto, como casas e locais de trabalho. Não há nada de interessante para falar sobre elas. A economia de Tirana se baseia principalmente nas saunas construídas pelos gays colonizadores da região.

Eles, por terem feito a maior das saunas nos Bálcãs, possuem experiência para garantirem um atendimento de qualidade (foi o que disse a propaganda). Muitos gays da Europa visitam Tirana todos os anos para experimentarem as tais saunas ma-ra-vi-lho-sas.