Abrir menu principal

Desciclopédia β

Tite

"Mexer no time ou não mexer? Eis a questão".

Cquote1.png Você quis dizer: FALA MUITO!!! Cquote2.png
Google sobre Tite
Cquote1.png Você quis dizer: Ô TITE!!!! Cquote2.png
Google sobre Tite
Cquote1.png Você quis dizer: O FILÓSOFO Cquote2.png
Google sobre Tite
Cquote1.png Você quis dizer: PANELEIRO Cquote2.png
Google sobre Tite
Cquote1.png Você quis dizer: EMPATITE Cquote2.png
Google sobre Tite
Cquote1.png PARA DE CONVOCAR O FERNANDINHO E O FAGNER FILHO DA PUTA! Cquote2.png
Torcedor brasileiro sobre Tite
Cquote1.png Tu sabes que é preciso manter o equilíbrio... Cquote2.png
Tite sobre andar de bicicleta
Cquote1.png Ele não saber o que é bom para a Corinthians. Cquote2.png
Kia Joorabchian sobre Tite
Cquote1.png Um dia volto pra terminar o que não deixaram Cquote2.png
Tite, depois de ser demitido pelo Kia
Cquote1.png ZZZZZZZ... Cquote2.png
Repórter durante entrevista de Ti.te
Cquote1.png Mééééééé! Cquote2.png
Jogador do Grêmio sobre Tite
Cquote1.png É o "Águia de Haia" dos Pampas! Cquote2.png
Milton Neves sobre Tite
Cquote1.png Esse trabalha pra caramba, meu filho! Cquote2.png
Muricy Ramalho sobre Tite
Cquote1.png Acho ele elegante, inteligente, enfim...Tite é MARA! Cquote2.png
Seu Ladir sobre Tite
Cquote1.png Aprendeu tutto no Cassia! Cquote2.png
Radicci sobre Tite
Cquote1.png Você traiu o movimento dos técnicos gaúchos linha-dura, véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Tite
Cquote1.png Noossa como você ficou estranha agora que está velhinha! Cquote2.png
Goku sobre Tite

Tilte no Chelsea.

Adenor Leonardo Bacchi, o Tite, nasceu em 25 de Maio de 1961 em São Brás, distrito nos cafundós de Caxias do Sul, na República Rio-Grandense. Tranqüilo e educado, costuma mostrar seus dotes futebolísticos-filosóficos ao se comunicar em bom "compliquês" típico de seu ofício. Foi jogador do Cassia, do Guarani e da Lusa, ora pois.

Índice

Carreira (como treinador, que é a que importa)Editar

 
Treino gremista comandado por Tite.

O primeiro grande mato sem cachorro desafio de Tite foi comandar um SER Caxias desacreditado e sem dinheiro pra comprar sequer um garrafão de vinho no Campeonato Gaúcho de 2000. Com a sua já conhecida lábia filosófica competência e dedicação levou o time do então presidente Radicci ao título estadual sapecando memoráveis 3 a 0 no Grêmio de Ronaldinho Gaúcho (que perdeu até penalty) e sua turma.

Em 2001, Tite foi contratado pelo Grêmio onde venceu o Gauchão e a Copa do Brasil. Porém,após uma série de fiascos maus resultados foi revelado através de escutas telefônicas da diretoria gremista que Tite tinha alguns pernas-de-pau jogadores favorecidos no grupo. O caso ficou conhecido como o das Ovelhinhas do Tite.

Em 2004,Tite assumiu o comando do sem títulos fora do Brasil Corinthians,mas foi demitido após um "pega pra capar" desentendimento com o mafioso empresário do grupo M$I (Movimento sem "istádios") Kia Joorabchian, parceiro do clube paulista que, além da mídia, da torcida e do campeonato queria comprar as ideias do técnico gaúcho pra lavar mais dinheiro em cima delas.

Em 2005, durante o Luiz Zveiter Championship Brasileirão, foi o 158º técnico contratado naquele ano pelo Atlético Mineiro, mas de nada adiantou. Tamanha a crise em que se encontrava levou o Galo a temida Segunda Divisão.

Em 2006, Tite foi para o Palmeiras, onde obteve vitórias mas foi posto a correr demitido devido a mais um bate-boca com a cartolagem. Desta vez com o faraó diretor Salvador Hugo Palaia. Provando mais uma vez que dificilmente fica quieto em algum clube,teve passagem pelo futebol árabe. Mas durou pouco no Al Ain FC dos Emirados Árabes, pois recusou-se a escalar o atleta Alladin. Levou o bilhete azul do presidente Ali Babá e voltou no tapete voador de mala e cuia pro Brasil.

De volta aos PampasEditar

 
Sem perder a classe, Tite tira sarro do freguês colega Celso Roth após receber o prêmio de melhor técnico do Campeonato Gaúcho 2009: "Eu te-nho,tu não te-ens"

Em 2008, Tite foi contratado pelo Internacional. Em meio a muito churrasco, chimarrão e polêmica pelo fato de ter grande identificação com o GrEmo. Enquanto esteve desempregado,chegou a comparecer a alguns jogos no Estádio Olímpico.

Aos poucos o trabalho de Tite foi sendo reconhecido além da rivalidade Gre-Nal. Em Setembro, no Beira-Rio, o time do Chapolin Colorado dirigido por ele deu um chocolate de 4 a 1 no cavalo paraguaio tricolor gaúcho durante o Campeonato Brasileiro. Tal resultado custou a liderança do torneio aos Bananas de Pijamas.

No final de 2008,calando a boca dos corneteiros torcedores descrentes, Tite como sempre aplicou o planejamento dentro da metodologia condizente com a estrutura do clube para exercer um trabalho qualificado e levou o Inter ao título inédito e invicto da Copa Sula Miranda, caneco conquistado pela 1º vez por um clube de futebol brasileiro.

Em 2009,ano do Centenário do clube, Tite levou os vermelhinhos ao título invicto (Sim,invicto de novo) do Campeonato Gaúcho ,com direito a goleada de 8 a 1 no seu estimado SER Caxias,tornando-se o primeiro técnico a sagrar-se campeão estadual por três clubes diferentes.

Na metade do mesmo ano,após vencer a Copa Suruba, no Japão, Tite foi vítima de uma panelinha série de desentendimentos com estrelinhas idolatradas pela torcida Sub-15 ídolos do clube como Taison, Índio e D'Alessandro, mais tarde acusados de organizar um grande churrasco com direito a cerveja gelada, muita mulher gostosa, pagode e churrasco de gato para comemorar a demissão do comandante.

Loko é poko!Editar

 
Dirigentes fãs de anime afirmam que Tite foi cotado para treinar um dos times de Captain Tsubasa

Depois de outra passagem relâmpago pelo futebol árabe, em Outubro de 2010 Tite retorna ao Corinthians para concluir o projeto Salvem o Centenário, liderado por Andrés Sanchez e Ricardo Teixeira com o patrocínio de Rede Globo, Rede Bandeirantes e claro,do juiz ladrão. Como o padrão corinthiano de qualidade não inclui qualquer título internacional, a grande inovação foi a eliminação da Pré-Libertadores 2011, diante do Deportes Tolima, clube colombiano financiado pelos herdeiros de Pablo Escobar. Após a eliminação, Tite resolveu parar de filosofar, e, pela primeira vez na vida, trabalhar. Então, após convencer a diretoria do Corinthians a mandar alguns pé-de-cana embora, e de chamar o Capitão Nascimento para ser o seu assistente técnico, a equipe paulista conseguiu mais títulos internacionais, do que está acostumada.


SeleTiteEditar

Devido ao grande sucesso que foi a Seleção do Dunga na Copa América, a CBF convocou Tite para treinar a seleção brasileira nas eliminatórias, até porque o cara conseguiu fazer do Vagner Love um artilheiro na edição mais roubada da história do Brasileirão. Enfim, o Brasil sai batendo em todo mundo nas eliminatórias, inclusive enfiou 3x0 nos Marrentinos e terminou em primeiro na classificação para a Copa do Mundo. Felizmente Infelizmente, o sonho do hexa ficou só na empolgação mesmo, e a seleção canarinha parou nas quartas da Copa de 2018 perante os fuderosos belgas.

Mesmo com a derrota, seu Adenor continuou confiando bastante nos membros de sua SeleTite, e os manteve com a camisa a Seleção mesmo com outros jogadores bem melhores que mereciam seus lugares. E se depois da eliminação na Copa a coisa ficou feia com os torcedores, com os amistosos seguintes a situação piorou mais ainda: o Brasil jogava mal, mal pra caralho, sofria pra ganhar de times como Arábia Saudita e Qatar e só conseguia ganhar com gol do Neymar (quase sempre de pênalti). Muita gente começou a pedir a saída do treinador, não só porque a seleção jogava igual a um time de série C, mas também porque ele passava a mão na cabeça de todo mundo e não repreendia ninguém pelas merdas que faziam dentro e fora de campo (vide cusparada do menino Ney num torcedor na França). Na Copa América de 2019, bateu mais forte a esperança de que o paneleiro poderia cair pra dar lugar a um técnico mais capacitado como o Guardiola brasileiro, mas o presidente da CBF bateu o pé e recusou-se a demitir Tite, argumentando que ele era o único técnico que sabia comandar "com ressssponsabilidade". E depois que o Brasil ganhou a copa (obviamente comprada, como denunciou o anão autista e vomitador), seu Adenor recuperou a confiança da torcida BR, que de besta tem tudo, e provavelmente terá apoio incondicional até a próxima Copa do Mundo.

Como ser convocado pelo Tite para a SeleçãoEditar

  1. Seja amigo do Tite (isso é essencial).
  2. Jogue ou seja ex-jogador do Corinthians (especialmente durante a Era Tite no clube (2010-2016)).
  3. NUNCA, eu disse, NUNCA tenha passado por um clube rival do Curintia. Nem nas divisões de base.
  4. Não jogue no futebol brasileiro (a não ser pelo Corinthians, é claro). Caso jogue, acerte sua transferência prum clube europeu de nível médio pra cima qualquer e você estará vestindo a amarelinha logo, logo.
  5. Se você é atacante, não se preocupe em fazer gols, aprenda a marcar.
  6. Se você é volante, erre o máximo de passes possíveis.

E por fim, um bônus: Faça sucesso nos poderosíssimos campeonatos chinês e ucraniano.

Membros da panelinha Homens de confiança do TiteEditar

E o mais importante de todos, o ex da Najila menino Neymar.


Ligações externasEditar