Abrir menu principal

Desciclopédia β

To Live Is to Die

Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!

Music madonna.jpg

To Live Is to Die é uma música semi-instrumental da banda vendida e escarrada Metallica. Foi uma das poucas músicas que Cliff Burton fez antes de virar presunto em um misterioso acidente de patins ônibus. Ao contrário do que os ignorantes e fãs dessa banda asquerosa acham que a "letra" da música foi escrita pelo defunto citado acima na verdade foi escrita por um europeu sangue-bom lá da Europa que ninguém conhece e nem dá bola.

ComposiçãoEditar

 
Capa do single muito mal feita por algum fã com certeza emo

Um pouco depois de terem gravado o Master of Puppets os carinhas do Metallica tentaram se aventurar em boas composições, mas infelizmente o resultado disso foi a chateação progressiva do ...And Justice for All e depois a banda se degenerou completamente. Cliff pegou o seu baixo e começou a viajar na maionese usando wah-wah pensando que estava tocando alguma coisa interessante; daí ele chamou a banda para um jam. Desse jam nasceu a linda música (quase) instrumental To Live Is to Die.

"Letra" e traduçãoEditar

Nota: O que está escrito abaixo é falado e não cantado

When a man lies, he murders some part of the world
Quando um filho da puta mente ele fode com alguma parte do mundo
These are the pale deaths which men miscall their lives
Essas são as mortes caras pálidas na qual homens chamam mal suas vidas
All this I cannot bear to witness any longer
Toda essa gentalha eu não aguentarei testemunhar por muito tempo
Cannot the Kingdom of Salvation take me home?
O Reino da Salvação não pode me dar uma carona pra casa?