Abrir menu principal

Desciclopédia β

Tōhoku

(Redirecionado de Tohoku)

Cquote1.png É minha terra, e nenhum japonês vai encostar a mão! Cquote2.png
Ainu revoltado sobre Tōhoku
Cquote1.png Tudo bem, a gente nem se importa com essa região mesmo Cquote2.png
Japonês sobre comentário acima
Cquote1.png KUSO DA!! Cquote2.png
Japonês sobre Acidente nuclear de Fukushima, Tōhoku (pronuncia-se Fhkûshmá, ao contrário do que a Globo e a Wikipédia querem que você acredite)

Morador de Tōhoku. Repare que ele NÃO é japonês.

Tōhoku é uma região japonesa localizada no nordeste do país. Assim como no Brasil, o nordeste japonês é uma das partes mais pobres do país, senão a maios pobre. Lá vive o povo ainu, que não é japonês. Eles são muito hostis aos japoneses, e somado ao fato dos monstros que atacam Tóquio serem deportados para lá, faz com que Tōhoku seja um dos lugares mais hostis do Jaão. Mais histil até do que Hokkaido.

Índice

HistóriaEditar

Tōhoku, junto com Hokkaido, sempre foi a região mais inóspita japonesa. Enquanto na Pré História, os primeiros homens das cavernas desembarcavam no sul do Japão, Tohoku permanecia inabitável. Absolutamente ninguém se ferrava para aquele lugar.

Para piorar o isolamento da região, os primeiros seres humanos chegaram a Hokkaido vindo da Sibéria fugindo do frio extremo. Agora Tōhoku era o único local ainda inexplorado do Japão. Esse título durou bastante tempo, até que o povo ainu finalmente chegou naquelas bandas.

Os ainus inicialmente habitavam o sul e sudeste do Japão. Mas com a chegada dos primeiros nerds japoneses, eles fugiram para o norte, porque odiavam o modo de vida oriental, baseado em otakisses, hentai, animes e outras coisas relacionadas a otakus. Em Tohoku eles poderiam viver livres daquelas desgraças todas.

Chegando a Tōhoku, os ainus fizeram contato com aqueles monstros que invadiam o Japão. Inicialmente as relações entre o povo ainu e os monstros não eram boas, mas depois eles descobriram muitas semelhanças entre si. Entre elas, o ódio aos animes e aos otakus. Assim os montros e ainus se tornaram amigos.

Por séculos os ainus habitaram Tōhoku, e até hoje habitam. Mas antigamente eles eram mais livres. Continuando, os habitantes de Tōhoku viviam como hippies, no meio da natureza enquanto os senhores feudais ao sul se matavam nas guerras para ver quem era mais poderoso.

 
Localização de Tōhoku, naquela região onde os japoneses nem sabem que existe.

Essa paz no nordeste japonês acabou quando os montros residentes em Tōhoku passaram a atacar com mais freqüência as cidades ao sul, na mesma época em que a produção de mangás e animes aumentava (lembre-se de que tanto ainus como monstros odiavam otakus).

Para acabar com esses moontros de uma vez por todas, os japoneses madaram Jaspion, Ultraman e outros para o nordeste japonês, além de samurais, ninjas, etc. O que se vê em diante é um massacre total, com muita porrada, violência e cenas pornográfica censuradas por serem fortes demais.

Assim os ainus tomaram Noku. Revoltados com isso, eles decretaram guerra aos japoneses, fundando um país próprio em Tōhoku. Mas obviamente a ONU não reconheceu o novo "pais", e portanto ele non exciste atualmente.

PopulaçãoEditar

Como dito 66642 vezes nesse artigo, a grande maioria dos habitantes de Tōhoku são ainus. Eles se diferem dos demais japoneses principalmente por não gostarem de tecnologia e outras coisas de nerds, diferente dos legítimos japoneses que moram ao sul.

Outra coisa que diferencia os caras é que eles não são otakus. Outra coisa diferente é o tamanho do pênis. Enquanto o dos japoneses é minúsculo, o dos ainus é um pouco maior, mas nada muito grande. Caso queira saber mais sobre esse negócio de tamanho, pergunte à sua mãe, ela sabe muito bem sobre essas coisas.

GeografiaEditar

 
Paisagem da região, ainda inexplorada. Pode até ter uma cidadezinha ao fundo, mas nada que se compare às metrópoles poluídas ao sul.

Assim como todo o Japão, o que mais tem em Tōhoku são montanhas, montanhas e mais montanhas. No litoral tem algumas planícies, mas nada significante. O clima é frio se comparado ao resto do país, mas não é tão frio como Hokkaido.

A natureza de Tōhoku é uma das mais bem-preservadas no país. Lá os monstros que ocasionalmente invadem o Japão vivem livres, sem se preocuparem com heróis otakus e japoneses malvados. Essa natureza faz com que esses bichos sejam mais pacíficos do que realmente parecem.

EconomiaEditar

Uma das menos desenvolvidas do país, é baseado baseada na venda de produtos agropecuários. Apesar de ser odiada pelos japoneses, essa região é fundamental para a sobrevivência deles, pois é a única que não planta somente arroz. E ainda, a população japonesa vive ocupada demais para trabalhar na agricultura.

Aproveitando-se disso, os ainus freqüentemente chantageam os japoneses. Em troca de liberdade e dinheiro, eles dão comida ao pessoal que vive no sul.