Abrir menu principal

Desciclopédia β

Universidade Estadual de Ponta Grossa

(Redirecionado de UEPG)


Capa.jpg
Interior do RU do Campus Central

A Universidade Estadual de Ponta Grossa, situada no Capão da Onça, foi fundada em 1904 pelo famoso Eddie Murphy, que ainda trabalha na mesma. Conta com muitos cursos, com seu próprio cocózão e o seu utópico hospital regional juntamente com seu curso de medicina. Pode-se destacar também como atrativo da universidade a sua quantidade de mulheres bonitas; mulheres essas oriundas da área de biológicas (situado no bloco M), como acontece em todo o brasil; podemos destacar como maiores antros de gostosas os cursos de Odonto (30%), Enfermagem (25%), Farmácia (25%), Educação Física (20%), Biologia (10%), Pedagogia(5%) Matemática (0%), Letras (5%), Direito (35%) e demais cursos (5%).

Jeremias, atual reitor da UEPG após mais um porre homérico, resultado de uma reunião do CU (Conselho Universiotário).

Para as mulheres, os gostosos, infelizmente, estão em falta. Outros dizem que a UEPG foi fundada por extra-terrestres que pousaram no Aeroporto Santana. Entre eles estava por exemplo o Prof. Mugnaine, de Administração (também conhecido por Tutancamon), professor este que deu aula pra Henry Ford. Há, ainda, a lenda de que ela foi criada por um ex-governador, mas todos sabem que isso é impossível, afinal jamais um governador faria algo por Ponta Grossa.

Acadêmico de Agronomia da UEPG em frente ao seu maior sonho.

Inclusive, o atual Imperador Beto Requejão teve a cara de pau de fechar o curso de Medicina quando assumiu o trono, e agora, que o bicho tá pegando e ele tá vendo que não vai mais conseguir nem se eleger pra síndico, teve a cara de pau de reabri-lo. Fora isso, a UEPG recebe um terço da metade de um quarto de um oitavo de um centésimo da verba destinada para a UEM, a UEL, a UNIOESTE, a UNICENTRO e a UEPQP (Universidade Estadual do Puta que Pario, que fica na casa do caraio, perto do cú do mundo).

Índice

Estrutura

 
Toda a frota disponível da UEPG, na foto com estudantes de Geografia a caminho de Vila Velha

Vale ressaltar a biblioteca quase desmoronada, onde os alunos se debatem entre pilares improvisados e sempre tem um trouxa que diz: "nossa, olhe as rachaduras!!", se referindo aos riscos de canetinha que fizeram nas vigas semi-condenadas.

  Olha que legal essa 'arte' nas paredes!  
Calouro da UEPG sobre os riscos nas paredes do bloco M

 
vista parcial do RU do campus Uvaranas

A universidade ainda conta com o excelente RU (Restaurante Universitário), onde as pessoas se deliciam com OFNI (Objetos Fritos Não Identificados),OSGNI (Objetos Sem Gosto Não Identificados), OPNI (Objetos Pastosos Não Identificados) e tomam o delicioso ki-suco feito com água mineral SANEPAR.

 
Placa indicando onde fica o Campus Uvaranas

A Universidade está dividida em dois campus: o Central, que fica bem no cú do mundo, e o de Uvaranas, que fica na casa do caralho. Os dois estão caindo aos pedaços, coisa normal na gestão do Imperador Roberto Requeijão. A situação só irá melhorar quando a filha dele casar e ele tiver que por o genro em algum cargo (mas essa hipótese está tecnicamente descartada, uma vez que a filha dele é uma baranga).

A estrutura mais recente da UEPG é a Central de Saunas de Uvaranas. Por motivos desconhecidos, o imbecil que fez o projeto colocou janelas minúsculas nas celas, e no verão o calor transforma todas elas em saunas (os caras de alimentos transformaram uma em sauna gay permanente)

e como eu entro nessa porra?

basicamente, há 2 métodos de tortura de conseguir entrar nessa universidade

Vestibular

é o simples, você faz a prova(complicada do cacete) e se ficar dentre os colocados, consegue entrar

PSS

é mais complexo, porém simples, voce se mata de tanto matar de estudar por 3 anos, e se conseguir passar com nota boa voce se mata de estudar na faculdade a fim de se matar para conseguir o diploma

Casa do Estudante

 
Vista da fachada da Casa do Estudante da UEPG

Era para ser um local onde morariam os estudantes vindos de outras cidades para estudar na UEPG, mas atualmente, é um antro de perdição, habitada exclusivamente por maconheiros e prostitutas. Fica na área erogena entre a casa do caralho e o cú do mundo. Lugar onde somente pessoas com sério problemas comportamentais vivem. Os homens, passam o dia bebendo, fumando maconha, vendendo pedra e bosta de vaca. As mulheres fazem a mesma coisa, mas trabalham na noite pra sustentar a casa, já que os homens não vedem balinha o suficiente pra manter a casa. Tanto homens como mulheres jamais vão às aulas, mas vivem em festas. São pobres, que nem grana pra pagar uma kitinete tiveram. Também praticam assaltos e vendem drogas. Jamais aproxime-se dela depois das 18 horas em sã consciêcia. O risco de ser vítima de uma bala perdida ou de ser atacado pelas taradas que moram nela é muito grande. Nos fundos, funciona um desmanche de veículos, que ajuda no sustento da casa.

Apesar de todo esse atrativo,poucos,ao serem endagados onde habitam,atrevem-se à responder: moro na CEUP! A maioria responde: moro perto do cescage, pode me deixar aqui ja ta bom.(morador ceupiano ao receber carona). A partir de agora, para que se tenha um bom entendimento,abordaremos os assuntos por topicos: OBS: Esses relatos foram obtidos de um calouro 2009

1-A chegada: O martírio tem começo na rodoviária de ponta grossa ao pegar o taxi para ceup.(30 reais). E sem direito a ajuda do taxista para descarregar a bagagem, pois o mesmo teme por sua segurança. O perimetro ceup é conhecido como pit stop no maximo seis segundos.Por seguinte, a vitima se depara com o segundo obstaculo, entrar pelo portão ou pelos buracos da cerca.A abordagem inicial nao é feita por nenhum morador e sim por uma matilha, cerca de 12 caes. todos em perfeito estado de decomposição. Mas ate ai ainda rola um sentimento de acolhida. Isso é claro depois da impressao de estar na casa onde rodaram o jogo Resident Evil.

2-A recepção: Depois de uma meia hora,tempo em que os moradores passam por você como se nem existisse,surge por fim, alguém do tão disputado conselho administrativo.Que ira lhe apresentar a casa em um tempo recorde mas no fim de tudo vai te mandar para jaula. local usado como cativeiro por alguns grupos terroristas paradise.Ali você se agarrará em um colchao pelo qual ja dormiram todos os cachorros e tera que achar um lugar longe das goteiras.

3-O primeiro banho: As coisas começam a melhorar, sao 4 chuveiros,na verdade so um funciona,mas sao quatro.2 mijadores, 3 cagadores e 4 pias.O primeiro banho é um risco para saude,um teste de sobrevivencia.Ralo entupido,parede amarela,porrrrra no chao(no masculino, ah no femnino tbem),mas no feminino tem absorvente no teto.alguns novatos extremamente corajosos arriscam se tomando banho sem chinelooooooo puta q pariu.

4-Primeira refeição: Depois de tantas aventuras ja vividas num curto espaco de tempo,pausa para a primeira refeicao.Cozinheira experiente,tatuadaza caveirona no tornozelo estilo BOPE,seguimos com o cardapo: linguica monstro,frango atropelado,picadao do mal bisteca temperada com detergente.Tem também o imortal,mas que raramente aparece, O GARÇOM.Indivíduo com a responsabilidade de fazer essa delicia de cardapio render para todos os favelados,digo moradores.

5-Virando morador: A uma grande mas inutil reunião "assembleia" para apresentar as normas da casa, os futuros moradores e os métodos como esses futuros moradores serão avaliados para enfim serem moradores, e dividir um cubiculo menor que cela de presídio. a grande verdade é que passa quem for mais falso ou puxa saco, ou tiver mais amigos entre os membros avaliadores. E depois de muita briga e baixaria acaba todo mundo virando morador e fazendo parte do putero.

Fazenda Escola

 
Segurança da Fazenda Escola

Também localizada na zona erógena entre a casa do caralho e o cú do mundo, próximo ao Balneário do Poço da Putas, a Fazenda Escola deveria ser utilizada pelos cursos da área de Ciências Agrárias. Entretanto, o curso de Agronomia se apoderou do lugar de tal forma (mais radicais que o MST), qua porcaria do curso de Zootecnia foi mandado pra outro lugar (mais especificamente pra Puta que o Pariu).

 
Estudante de Agronomia dando um tempo no trampo na FE

A fazenda tem 1000 hectares, sendo assim dividida: um quarto de hectare pras instalações e 999,25 hectares de plantação de maconha. A fazenda só tem um funcionário fixo, o porteiro. O restante é composto por 200 boiolas de Agronomia que atuam como boias frias lá. A única atividade no local é o plantio e colheita de maconha. Toda a produção é repassada para os centros acadêmicos e o DCE. Não tem trator, não tem implementos, não tem experiências, mas tem muita erva da boa. Os acadêmicos de Geografia, História, Turismo e Jornalismo também atuam frequentemente na Fazenda, recebendo uma bucha por dia de trabalho na plantação.

Cursos Oferecidos

 
ônibus da linha Ternimal Uvaranas - Campus UEPG em dia normal
 
Linha de ônibus que passa no Campus Central da UEPG

Da UEPG, deve-se salientar que os verdadeiros ponta-grossenses que a cursam não sabem o que é uma Universidade. Universidade é um espaço para produção de conhecimento, troca de ideias e experiências com pessoas de distintos lugares. Alguns dos verdadeiros nativos da terra do Cocozão saem a dizer que a UEPG "não deve aceitar paulistas, mineiros (tem alguns perdidos) e ou catarinenses estudando", que a Universidade é de Ponta Grossa e que todos são intrusos aqui. Facilmente, você verá esse discurso xenofóbico e discriminatório proclamado em algum canto da universidade. Se você é pobre e gosta de andar de ônibus, então suas áreas são Biológicas, Agrárias, Tecnológicas ou Exatas, que ficam no Campus Uvaranas (Casa do Caralho). Se você é tão pobre que não tem dinheiro pro busão, então suas áreas são Jurídicas, Humanas ou Sociais Aplicadas, que ficam no Campus Central (Cu do Mundo).

Administração

  Você quis dizer: Desempregado  
Google sobre Administração na UEPG

O filme é velho, o garoto quer ficar rico mas não quer estudar muito, então dias antes da inscrição para o vestiba ele dá uma vasculhada no site da UEPG pelo curso mais fácil e que "dê dinheiro"... logo, Administração de Empresas!!!. "Deve tá cheio de mulher", pensa nosso futuro calouro de Adime. Com essa premissa (e as gostosas que aparecem, ano sim, ano não, nos cartazes de propaganda do vestibular), milhares de jovens (que não sabem o que querem ser quando crescer) são seduzidos todos os anos a tentar a sorte gastando os noventão de mesada do papai com o reitor do bigode. Um mês dentro do curso basta para a desilusão bater forte e 70% dos pra lá de alegres calouros desistirem da empreitada e decidirem estudar alguma PROFISSÃO DE VERDADE (ou se mudarem para Curitiba, como qualquer ponta-grossense sensato faria). Para quem fica a batalha é cruel, com professores que parecem viver na década de 50 (Osvaldo Pau no Cú Calegari, Mariliza Baranga do Rocio, Mugnaine (Tutankamon), Silas capitão Gancho (o filho do Mau), Luiz Alexandre TAYLOR Pirassununga da Boa, Luiz Laertes (Lula)), salas caindo aos pedaços, falta de material pra estudo, viagens, festas, baladas e o pior é você se tocar que jogou quatro anos no ralo, ao passo que em duas semanas no site do Sebrae você teria aprendido todo o conteúdo do curso e mais um pouco. O Bloco A é realmente bizarro, cheio de faixas do tipo "conceito A no Mec", "Parabéns ADM Uepg", "Acompanhante, para ambos os sexos, oral não incluso, fone..", etc etc.. É o único lugar da face da Terra onde o povo se orgulha em ser pessoas exemplares, cristãos convictos, secretárias, operadoras de telemarketing, frentistas de postos de gasolina, figurinhas carimbadas da night ponta-grossense, pastores evangélicos, DJ do Bignáites, segurança da Magic Sounds, gaioteiros, sorveteiros e jesusmariajosé... estagiários em bancos!! Não há nada mais loser do que ser estagiário e os caras REALMENTE acreditam que vão catar as colegas de faculdade com camisa da Caixa Econômica, Bradesco, inclusive indo às aulas com a mesma roupa do trabalho (e reclamam do fedor dos bichos-grilos...) Ao final do curso, todas essas antas que o fizerem não saberão nem mesmo administrar um carrinho de pipoca mas já poderão abrir um bar nas ruas ao lado do Bloco Central e faturar em cima dos novos universotários, continuando o ciclo...

Agronomia

  Você quis dizer: "Jack Armadillon" (Jeca Tatu)  
Google sobre Agronomia na UEPG

Curso caracterizado por sitiantes beócios sem um pingo de educação, trajados em botinas e calças jeans socadas no rego. Locomovem-se através de tratores e mantém uma filosofia de vida baseada em ouvir música "sertanoja", apreciar atos de degradação comportamental e orar para seu Deus máximo: Chico Bento. Perceba que mesmo o bloco onde estudam tendo água encanada, luz elétrica (gerada por alunos escravizados do Colégio Agrícola que fica andando em círculos presos pelo pescoço girando uma gerador), telefone, parede e piso, os mesmos ainda assim vão fantasiados de agroboys pra aula. Isso inclui dias da semana em que os alunos de agronomia têm apenas uma aula teória, e esta ser ministrada no Central de Salas, eles irão fantasiados de Chico Bento de um jeito ou outro (menos em festas juninas, onde todos vão vestidos de prenda). O curso caracteriza-se por aulas práticas extremamente complexas como plantar feijão no algodão e poda de arbustos. Os testes de Q.I. utilizados nos universitários ainda não chegaram à conclusões significativas sobre o fato dos mesmo serem ou não seres racionais. O curso, na maior parte do tempo é ministrado em áreas anexas ao campus de Uvaranas, como por exemplo o bar do Tiço e a cachoeira da mariquinha...

Odontologia

  Você quis dizer: sauna gay  
Google sobre Odontologia na UEPG

 
Galera de Odontologia em mais uma festinha do curso.

Se for homem é viado. Se for mulher geralmente é puta arrogante que tem inveja das meninas dos outros cursos do bloco M. Assim como direito, os estudantes de odonto não se relacionam com mais ninguém do campus da UEPG. Resume-se a um curso onde você aprende a tirar dentes, aquele que faz o paciente sentir menor dor se dá bem.

 
Material escolar obrigatório do curso de Odonto (taí o motivo de ser tão caro ser formar neste curso...)

Estudam no bloco M, o bloco da Saúde, onde não se bebe, não se fuma, não se chapa, não se transa, só se estuda e onde os alunos de Educação Física são tratados como um câncer pelo aparente contraste causado com os alienígenas desse bloco. Imaginemos então quando todos os cursos da UEPG do Centro forem para o Campus de Uvaranas. Será uma guerra tremenda entre Direito x Odonto x Medicina x O resto Como a formação é ruim, a grande maioria vai trabalhar em obras, trabalhando com furadeiras, já que é igual às brocas usadas no curso.

Direito

  Este artigo pretende ser ofensivo!

Se você não se sentiu ofendido, edite-o até se ofender.

E se se sentiu ofendido, VÁ A MERDA, PORRA!!!


  Você quis dizer: viados e putas  
Google sobre Direito na UEPG

 
Acadêmico de Direito da UEPG

Outro curso com muito carisma na UEPG é o de direito. Assim como no resto do país (e acredita-se no mundo), os estudantes de direito da UEPG são os mais odiados. Eles chamam os outros cursos de "sub-cursos" porque o papai deles usa terno e gravata. Para eles, quem não fez faculdade de Direito, faz parte da plebe inculta. Se você sentar na carteira em que um deles sentava na aula passada, pode esperar por uma gritaria, chiadeira, cadeira na cabeça e certamente um processo. Não esqueça que apenas ELES estudam, apenas ELES se formam, e apenas ELES têm um emprego decente. Os outros cursos (incluindo Farmácia, Engenharias e Exatas) são extremamente fáceis e NINGUÉM precisa estudar pra passar. Somente ELES leem livros técnicos com mais de 50 páginas. Os alunos de Direito da UEPG sabem que o curso deles é um dos melhores do estado do Paraná (fonte: Terça Insana), por isso sempre pensam ser melhores que a UFPR, a qual, infelizmente, o seu pai de terno e gravata não conseguiu "pagar a matrícula".

 
Aluno de Direito da UEPG dançando em um CHUPASTO da turma.

As gostosas do curso, em geral não dão pros caras do curso (pois são viados e não gostam da fruta). Em geral, as boazudas estão nos barzinhos ao redor da UEPG, procurando os homens dos cursos de Bacharelado em Informática, Serviço Social e Pedagogia que queiram comer elas em troca de uma cerveja. Já os viados do curso de direito, vivem junto com os Emos de Comércio Exterior (que por serem ótimos muambeiros, sempre trazem vibradores tailandeses para o pessoal de direito e aGAYnomia).

PS: Alguém percebeu que não foram citados nomes de professores? Pois é, o perigo do processo é maior que a coragem dos alunos! Cambada de cagões!

Serviço Social

  Essi artigu é faveladu!

Nem por isso tá involvida cum droga, putaria ou ladruagi!

Os traficantes e as milícias estão de olho.


 
Gatinha de Serviço Social esperando por você que está necessitado.!

  Você quis dizer: barangas  
Google sobre Serviço Social na UEPG

O curso, como o próprio nome já diz, é um serviço social do governo para com os alunos que mal conseguem atingir um quinto da pontuação do vestibular e não sabem o que fazer da vida, é o ponto de encontro de mulheres feias, dragões e mulas-sem-cabeça; também é o curso onde todo dia é dia de ligar pra alguma panificadora e pedir alguns comes e bebes para uma reuniãozinho qualquer no meio do corredor. Se você quiser viver cercada de pobres, pedindo ajuda pra processar o ex marido pra pagar pensão, faça serviço social

Comércio exterior

  Você quis dizer: muambeiro  
Google sobre Comércio Exterior na UEPG

 
Onibus da UEPG usado por comex pra buscar muamba no Paraguay.

O curso de "risonhos, meigos e alegres rapazes indecisos" acerca de sua personalidade. Dentre os carros que estão estacionados em volta do esplendoroso estacionamento da UEPG, 95% são de Comex e os outros 5% são os Taxis. Por incrível que pareça, eles estão em todos os lugares, espalhados pelas ruas e recintos de PG City. É impossível não encontrar um deles perdido por aí: "O que você faz?", "Comex!". Apesar de tudo, Comex tem mais garotas gostosas do que Direito, Letras, odonto, História, Jornalismo, Administração e Engenharia Civil juntos (em se tratando da UEPG, isso não é tão difícil assim)... Mesmo com essa sorte eles nunca se relacionam entre si, acabam sempre formando casais com Adm, Química, Jornalismo, História e Turismo, além de uma singela relação com os homens de Direito. Deus é um cara gozado mesmo.

 
Davi, um exemplo de profissional de Comex formado pela UEPG

Quando o reitor do Bigode assumiu, seu lema era "zelar" pela moralidade pública da Universidade, o que na pratica significou "Vamos foder algum curso!" então "Comex" sofreu um duro golpe por trás ficando sem vestibular nesse ano. A tradição da troca de "calor humano" em festas por meio de lombos, espetos de carne e avantajados legumes entre veteranos e calouros foi quebrada e as conseqüências para os estudantes dos outros cursos poderão ser assustadoras. Entre os grandes profissionais formados pela UEPG em Comex, o mais ilustre é o grande Davi, vendedor de cigarros paraguaios na frente do terminal Central, aquelo do "Vamo ajudá o Davi? Quinze, oito, oito, oito. E que Deus nóis ajude"...

Engenharia de Materiais

  Você quis dizer: Hospício  
Google sobre Engenharia de Materiais na UEPG

 
Linda acadêmica de Engenharia de Materiais!

O único curso da UEPG (quem sabe do mundo) em que foi inserida cotas para ruivos. Sendo que a maioria (ou todos) os rapazes ruivos estão fazendo esse curso. Ninguém sabe direito que curso é esse, mas consegue captar 150% dos recursos da universidade. São um bando de metidos a loucões (porém não fazem física), que consideram seu curso o mais foda do universo e acham que todos os outros cursos são inferiores (idem a direito e odonto). Como prova, leia a seguir o que os estudantes escreveram sobre si mesmos no artigo Engenharia de Materiais: "A Engenharia de Materiais é a mais nobre e sacra de todas as engenharias". Na realidade, é um curso com um alto número de homens que se acham fodões e bonitos que, na verdade, não passam de menininhos dependentes da mesada do papai, já que o curso é integral. As mulheres do curso (raridades) ou são femininas de menos e sem graça... Ou são femininas demais e metidas. Os alunos de Engenharia de Materiais acham que têm competência para analisar e explicar tecnicamente QUALQUER coisa - desde que não respire - que exista no universo. Conseguem a proeza de ter um ego maior que de todos os alunos de Direito e Odonto juntos. Se acham o máximo porque sabem a resposta para perguntas típicas do "Yahoo Respostas" ou de crianças de 5 anos, como: "Por que o Teflon não gruda?" ou "Se o Teflon não gruda em nada, como eles conseguem fazer ele grudar na panela?". Quando chegam no terceiro ano ficam ainda mais insuportáveis porque descobrem o nome oficial IUPAC do Teflon. Todos os materiais e equipamentos usados por eles são absurdamente caros e ninguém sabe quem banca toda aquela extravagância. Orgulham-se de precisar estudar muito, mas a verdade é que passam 5 anos enfiando o pé na jaca nos "congressos" de estudantes, congressos esses que jamais registraram um aluno sequer assistindo às palestras promovidas.

Engenharia de Alimentos

  Você quis dizer: Puteiro  
Google sobre Engenharia de Alimentos na UEPG
  Você quis dizer: Doceiras  
Google sobre Engenheiras de Alimentos da UEPG

 
Aluna de Eng de Alimentos oferendo o seu alimento para um acadêmico de Contábeis, Economia ou outro curso que seja no campus central (menos direito)

Elas são mulheres. Elas fazem engenharia! Elas passaram em um curso superior, diferentemente daquelas que fazem Tecnologia de Alimentos no Cefet(quem não conseguiu passar em Alimentos na UEPG faz Tecnologia no CEFET, porque é muito mais fácil de entrar)... Ao contrário do que ocorre em Civil, Materiais e Computação (principalmente), as mulheres de alimento não têm perna peluda e bigode. Em compensação, elas falam. Elas falam demais: Basta permanecer por mais de 10 minutos segundosnos corredores da Central de Salas para você descobrir onde essas danadinhas se escondem. Dizem as lendas que os alunos (???) de Alimentos se formam no quinto ano com apenas 20% da audição que tinham quando entraram na faculdade. Dividem-se em dois grupos: As feias e as bonitas. As feias tendem a andar com outras feias, formando grupinhos de pouco destaque. As bonitas geralmente são sem-vergonha, e metidas pra caralho. E como passam o dia todo confinadas (por ser um curso integral), sua maior especialidade além de conservas e docinhos é fazer intriga.

 
Alunas de Alimentos delirando devido a falta de homem no campus Uvaranas...

Elas bem que tentam arrumar namorados no campus Uvaranas, mas como o pessoal de lá não gosta muita da fruta (ou são Agroboiolas, ou Engenheiros Enrustidos, ou Nerds, que não sabem o que é uma mulher de verdade), elas acabam vindo até o campus Central em busca de alegria. Curso das meninas que entraram pensando que era parecido com nutrição. Passa 1 semestre e elas ficam denegrindo as nutricionistas achando que em algum dia serão engenheiras de verdade. Elas não sabem explicar o que uma engenheira de alimentos faz, mas enfim, dietas elas não poderão fazer. Talvez inventem algum novo tempero de Miojo ou alguma batata-frita com sabor bizarro. Cerca de 96,3% das patricinhas da universidade se concentram neste curso. Uma figura emblemática do curso é a guria do cabelo rosa, que todo mundo reconhece a quilomêtros de distância. Qualquer pontinho rosa no Google Earth no Amarelinho ou Amarelo, pode saber que é ela.

Farmácia

O Ministério da Saúde adverte:
Este artigo contém receitas e drogas que não devem ser usadas em hipótese alguma!
Procure um veterinário, aqui não é o SUS!
O uso dos medicamentos e produtos mencionados pode causar coceira no brioco e verminoses.

  Você quis dizer: Balconista de Sex Shop  
Google sobre Fármácia na UEPG

 
Típica aluna da Fármacia fazendo o professor aumentar sua nota
 
Aluna de Farmácia mostrando o material escolar e a cola...

Concentra a maior quantidade de boyolas, maria-gasolinas e putas metidas (em vários sentidos e orifícios). Não admitem, mas são um bando de frustrados que queriam fazer medicina e não conseguiram. Juntamente com odonto, formam o grupo dos "branquinhos" ou dos zé gotinhas. Passam 5 anos decorando nomes de remédios e aplicando injeções em ratos para depois de formados trabalharem como balconistas de farmácias. Se acham usando aqueles guarda-pós que você não sabe se parecem pipoqueiros ou pais de santos. Uma das piadas mais comuns que existem em Ponta Grossa é perguntar a um aluno de Farmácia vestido com seu avental branco se ele finalmente conseguiu aquele emprego no açougue. As mulheres do curso até que são bonitinhas, mas o fato de serem metidas pra caralho (em todos os sentidos e buracos) torna-as alguns dos seres mais insuportáveis da UEPG. Muitas, a exemplo de biologia, fazem programas á noite, a fim de arrumar mais dinheiro para as festas. Vivem bêbadas nos botecos da cidade, e ainda assim, mesmo caindo na valeta, se acham a próprias gurias super poderosas. Nenhum cérebro. Além disso,todas juram que o curso é difícil, e ficam em média dez anos nele. Mas a verdade é que o curso é fácil, e elas estão mesmo é dando um tempo a mais nas costas dos pais burros que todo mes mandam uma grana pra elas, que é torrada em festas regadas a muita cachaça e outras bebidas (além é claro dos baseados básicos né.) Estão sempre muito cheirosas (e cheiradas), o que é muito fácil de conseguir quando se faz farmácia.

Engenharia de Computação

 
Professora de cálculo com roupa pra evitar que os alunos da área de informática se masturbem durante a aula

  Você quis dizer: Trouxas achando que irão fabricar computadores]  
Google sobre Engenharia da ComPUTAção na UEPG
Os wannabe Bacharéis. Um dos cursos com maior concentração de homem por metro quadrado em sala de aula. Suas poucas alunas (quase nenhuma) são muito esquisitas, feias ou lésbicas. Os integrantes do curso passam 5 anos se fodendo de tanto estudar para fazer aparecer algo em seu monitor. Seus laboratórios são todos mendigados do curso de bacharelado. Possui algumas figuras conhecidas por toda universidade pela sua aparência, principalmente por usarem camisas de personagens irreverentes, como chapolin e robin. A ocupação principal dos formados neste curso, é trabalhar com montagem e manutenção de computadores caindo os pedaços em lojas de assistência técnica, ou, se for um caso excepcional (QI em torno de 20), irá buscar peças no Paraguay.

Bacharelado em Informática

    Você quis dizer: digitador  
Google sobre Bacharelado em Informática na UEPG

 
Aluno de Bal. em Informática em aula prática (foto de 8 de abril de 2009)!!
 
Estampa de camiseta de estudante nerd de Informática...

Queriam prestar vestibular para Engenharia de Computação, mas como não possuem a malemolência necessária, fizeram para Bacharelado, com a desculpa de fazer um curso à noite para poder trabalhar de dia. Passam 5 anos no curso para não conseguir fazer nada aparecer em seu monitor, então acabam fazendo programação para web. Se orgulham de seus 20 anos de um curso que não existe mais no Brasil, somente na UEPG. São muito úteis na limpeza de laboratórios e como estagiários que limpam os laboratórios. Sua principal linha de atuação é a Programação Orientada a Cliques, da qual até mesmo um ser que passou por cotas pode se especializar. Basicamente, o curso forma nerds que irão trabalhar como digitadores em empresas de telemarketing, afinal, programa que é bom, nenhum dos retardados é capaz de fazer. Como diria Bóris Casói: "isso é uma vergonha". O computador mais moderno que dos laboratórios é um super ultra potente Itautec IS 30 Plus, muito melhor que os demais, que são MSX. Afinal, ser nerd é bom, usar camiseta da Monalisa loira com um dos peitos de fora e ser "normal".

Engenharia Civil

  Você quis dizer: auxiliar de ajudante de servente de pedreiro  
Google sobre Engenharia Civil na UEPG
  Você quis dizer: não servem pra fazer nem casinha de [[bonecas]]  
Google sobre Engenharia Civil na UEPG

 
Mais uma obra projetada com a qualidade dos engenheiros formados na UEPG

.]]

As mulheres de Eng. Civil são pau pra toda obra. São tão insuportáveis que possuem um bloco só pra eles totalmente isolados dos demais (junto apenas dos agroboys).

 
Acadêmico de eng. civil no estágio usando a sua vestimenta típica

Têm a vantagem de conseguir estágio facilmente no próprio campus, trabalhando como pedreiros em alguma das obras superfaturadas em construção. O curso oferece matérias como bater massa, e cálculo de um de areia, para dois de cimento. O uniforme básico é uma camiseta fodida do Iron Maiden, e um capacete de obras. O curso requer uma alta capacidade em praticar exercícios físicos, visto que o curso forma pedreiros. A maior parte dos alunos trabalha em saunas e boates gays, atuando como go go boys. Seu pais são todos trabalhadores da construção civil (serventes de pedreiro) que sonham com os filhos seguindo os seus passos na profissão. A maioria é faveleiro e frequenta a Magic. Recentemente, houve grande revolta por parte dos homens dos outros cursos do Campus. Organizaram até mesmo passeatas, cujo objetivo é retirar o curso de Engenharia de Alimentos dos arredores do Bloco de Engenharia. Eles alegaram que não tinham interesse em mulheres sem bigode, sem perna peluda e que não cheiravam a sovaco. Foi o fim da pícada.

Geografia

  Você quis dizer: Maconheiros  
Google sobre Geografia na UEPG

 
Aluno de Geografia no intervalo de aulas

Outra peculiaridade da UEPG, o curso de Geografia. Reza a lenda que realizar manifestações e protestos conta como horas de atividades extra-curriculares. Lembre-se que se um ser de cabelo ruim, camiseta do MST e sotaque de maconheiro invadir sua sala de aula perguntando se a manifestação promovida já foi informada, instrua seu professor e alunos à responderem "Já!", caso contrário o adorável geógrafo tomará o restante da tua aula pronunciando palavras incompreendíveis sobre um tema EXTREMAMENTE útil a você e à sua comunidade. A única finalidade da existência desse curso é ter fornecedores de maconha dentro da UEPG, os quais abastecem cursos como Turismo, Jornalismo, História e toda a turma de ciências sociais aplicadas do Campus Central (exceto Serviço Social e Letras, é lógico). A "Vela Santa" de geografia, lenda urbana, nada mais era que um baseado enorme, no qual usava-se uma grama de maconha e meio quilo de bosta de vaca. São também muito frequentes nas páginas dos jornais da cidade, na seção polícial, pois vivem se metendo em confusões que até Deus duvida. Os que fingem ser honestos, trabalham como guardadores de carros no Campus Central a noite (disfarce pra vender drogas).

Física

  Você quis dizer: manicômio judiciário  
Google sobre Física na UEPG

 
Típico aluno de Física.Depois de assistir a aula de calculo do Profº Trevisan

Está aí o curso mais bizarro. Se você acha o Ronaldinho Gaúcho feio é porque você nunca viu um aluno de física (incluindo alunA). Eles são estranhos e falam sozinhos. Na verdade, são o que há de pior em toda a UEPG. Acompanhe o processo de construção do seu próprio acadêmico de física:

  • Pegue a feiura das garotas de serviço social.
  • A simpatia e humildade dos alunos de direito.
  • O pescoço avantajado, mão peluda e a total ausência de sociabilidade dos alunos de Engenharia da Computação.
  • Adicione uma aparência de alienígena e deslocado junto com uma malinha escrito "FÍSICA UEPG" e pronto. Está aí um perfeito acadêmico de física!

Mesmo carecendo de professores, livros, laboratórios, e empregos para seus formandos, os alunos e professores de Física se consideram os melhores de toda a universidade. A última tentativa de dominação da UEPG por parte de Física foi lançando um candidato a Reitor pró PT-MST-KGB-SS-VIA CAMPESINA-HUGO CHAVEZ "Pedro". O seu plano era transformar a UEPG na UEFPG (Un. Estadual de Física de Ponta Grossa). E por incrível que pareça os estudantes de jornalismo e geografia o apoiaram cegamente.

Felizmente, o pessoal dos setores de Biológicas e Engenharias, professores e funcionários, votaram no outro candidato, o Professor Bigode, atrapalhando assim os planos de dominação global dos físicos. Física é o curso mais inútil: 17 anos (pois considere que você reprovará 13 devido ao grau de satisfação dos professores com o próprio curso) pra sair da universidade e fazer nada. Se der sorte, você conseguirá ser professor de cursinho, mas prepare-se para encarar a concorrência de qualquer outro formando.

Matemática

  Resumindo: 1+1...=400.

  Você quis dizer: Solteiros de quarenta anos que ainda moram com os pais  
Google sobre professor de Matemática na UEPG

Outro curso pra loucos. Se você conseguir resolver a questão aí de cima, faça esta porra deste curso. Basicamente, entram trinta desgraçados infelizes neste curso todo ano. Todos aproveitando "vagas remansecentes", já que ninguém opta por matemática em primeira opção. Durante o curso, vinte e oito abandonam, pois vão fazer outros cursos (como física por exemplo).

 
Aluno que se forma em Matemática.

Os dois que se formam, são um casal, formado por um nerd e uma baranga lazarenta de feia, que se casaram durante o curso, pois a lazarenta pegou cria e agora tá buchuda, e agora, não têm mais a menor chance de poder cursar um curso integral (aliás, integral é com eles mesmo). Depois de formados, só conseguem trabalho como professor ferra turma, nada mais que isso. A não ser, é lógico, que vão dar aula em cursinhos, onde não poderão reprovar ninguém. O gente esquisita sô....

No princípio, criou Deus a Matemática... A Matemática, porém, era sem forma e vazia. Havia trevas que ninguém compreendia e o Espírito de Deus “boiava” na matéria. Disse Deus: - Que sejam feitos os professores!. E eles foram feitos. E eles disseram que a matemática estava muito simples e precisava ser mais complicada. E, para começar, separaram a Geometria da Álgebra. E viu Deus a Geometria e não entendeu nada, viu a Álgebra e entendeu menos ainda. E assim foi o primeiro dia. No segundo dia, como Deus continuasse a não entender nada de Matemática, resolveu criar companheiros que como Ele também nada compreendessem. E assim foram feitos os estudantes de Matemática. Quando Deus viu os novos seres e percebeu a “besteira” que tinha feito, ficou tão chateado que resolveu terminar o expediente mais cedo (afinal, Deus é brasileiro!). E assim foi o segundo dia. No terceiro dia, Deus chegou atrasado, e os professores resolveram se reunir para pensar em algo útil. Como não conseguiram, decidiram inventar o Cálculo, só para complicar. No momento em que Deus chegou, foi-lhe mostrada a nova obra. Naturalmente, Deus não “pescou” nada e pediu aos professores que lhe explicassem, mas eles responderam que não iriam “meter a mão naquela cumbuca”. Enfim, Deus chamou o inventor do Cálculo e ordenou-lhe que explicasse que diabos! (perdão, Senhor...), o que era aquilo. O homem explicou pela primeira vez, Deus não entendeu nada; o homem explicou pela segunda vez, Deus na mesma; o homem explicou pela terceira vez, “neca” de Deus entender o homem... Bem, a paciência de Deus é eterna, mas uma pela explicação 9.4E+151375987... Deus mandou o inventor parar. O Cálculo lhe dera uma ideia divina. E assim foi criado o inferno. Então perguntaram: - Deus, o que iremos fazer com o Cálculo?. Deus pensou, mas como isso doesse muito, resolveu deixar que os alunos tentassem descobrir o que era aquela coisa, e‚ por isso, que nenhum estudante entende de Cálculo até hoje. E assim foi o terceiro dia. No quarto dia era feriado e... ninguém apareceu... No quinto dia, os professores e alunos enforcaram. Quando Deus chegou e viu que ninguém fora trabalhar, foi para casa e deixou para decidir o que fazer com a Matemática depois do fim-de-semana. Porém no (que dia mesmo?), o Plano Collor extinguiu a Fundação Jardim do Éden e todos foram demitidos do Paraíso. E assim, até hoje, nem Deus, nem os professores, nem os estudantes sabem o que é Matemática.

Música

  Você quis dizer: fanfarra de segunda  
Google sobre Música na UEPG

 
Viado, quer dizer, alundo de música na aula de berimbau

Ninguém sabe, ninguém viu! Se você é um felizardo, bata uma foto e mande-nos, pois eles são uma lenda urbana, só temos os mitos.O curso não tem estrutura, não tem professor, não tem porra nenhuma. O curriculo preve basicamente aulas de berimbau, que tem apenas uma corda. Qualquer outro instrumento, que tenha mais de uma corda, foi banido do curso devido a falta de capacidade motora e intelectual dos alunos para tocá-lo.

 
Mascote oficial dos cursos de Música, Artes Visuais e Moda

Também tem aula de canto com Joelma e Ximbinha, Kelly Key, Lacraia, Mulher Melancia e outros expoentes da música clássica brasileira. Na real, a única coisa que tanto os homens quanto mulheres do curso aprendem é a dar cantada em indivíduos do mesmo sexo.... Bando de Viados e Sapatas. Agora, estão montando uma fanfarra, para puxar o desfile da UEPG no dia sete de Setembro (onde o povo de Pedagogia, História e Letras vai desfilar para ganhar um ponto...) Reza a lenda que estagiam no projeto Sexta as Seis, onde estão também os maconheiros de Geografia.


Moda

  Você quis dizer: alfaiataria ou costureira  
Google sobre Moda na UEPG
  Isso Ecziste?  
Padre Quevedo sobre Curso de Moda

 
Clóvis Bornay, prof. de moda na UEPG

Típico curso de quem não pensa sozinho, e só se veste de um jeito que todos também se vestirem. Alunos são gays e loiras fúteis. Na moral, essa porra desse curso é sequencial, ou seja, dura apena dois anos e, apesar de ser em uma Universidade pública, essa porra é paga... A grande maioria dos alunos não tem a menor noção do que seja moda especificamente. As grandes inspirações para suas criações veem de pessoas muito antenadas na moda, como a Rainha Elizabeth II, Tiririca, Beyonce (essa vaca usa roupa????), Falcão e outros. A maior criação feita por eles até hoje é a indefectivel "JAQUETA AZUL DO REQUEIJÃO", a qual por ser lazarenta de feia e não ter quem comprasse, teve seu estoque todo doado ao nosso ilustre Ditador, quer dizer, Governador... De tão pobre que as criações são, ninguém quer bancar um desfile delas, então o jeito é improvisar os desfiles nos corredores do Campus Central mesmo. Este é mais um curso que faz parte do novo setor criado na UEPG, o Setor de Ciência Inuteis, que engloba, junto como Moda, os cursos de Música e Artes Visuais.

Química

  Você quis dizer: Ala Psiquiátrica  
Google sobre Química na UEPG

  As academicas são garotas de programa assim como as de biologia só que cobram mais barato.  
Chuck Norris sobre Academicas de química

  Eu acertei um round kick na cabeça dele e ele ficou assim.  
Chuck Norris sobre Zé de química

  E pode dize pra minha mãe que eu matava o Zé mil vez!!!Eu sô cabra homi!!!  
Jeremias sobre Zé de química

 
Foto tirada durante uma aula do curso de Química (infelizmente, todos morreram e não sabemos o resultado da experiência, antigo laboratorio M-80, hoje seve de estacionamento para o lendário Hospital Regional)

Os acadêmicos de química (e de outros cursos com química no curriculum) são torturados todos os dias por professores como a Criatura Alienígena conhecida por J.J.M.M.(esta sigla não Oficial utilizada por nem mesmo a criatura sabe o porque, a correcta J.M.M.), que se reproduz por brotamento e sofreu mutações em nos locais muito saudáveis onde trabalhou, como fábricas de tintas, onde utilizava (ou cheirava, não se sabe) vários galões de éter por dia. Este espécime só é controlado por pauladas ou tacadas de beisebol seqüenciais na cabeça. E também existem alguns acadêmicos de química que são muito estranhos, mas não tanto como os de física. O curso tem duas subdivisões: Licenciatura em Química (pobres que estudam a noite) e Bacharelado em Química (pobres que passam o dia na UEPG e comem marmita no almoço). Ambos os cursos são ruins.

Medicina

  Você quis dizer: Açougueiro  
Google sobre Medicina na UEPG

 
Um médico formado na UEPG no exercício de sua profissão.

Se você é paulista e não consegue passar em uma universidade de São Paulo, venha para a UEPG. Finalmente, vamos tirar o privilégio de UEL e UEM de terem um monte de paulistas semi analfabetos fazendo medicina em Ponta Grossa. O curso não tem estrutura (está sendo construído no campus de Uvaranas o IML Regional), não tem professores (estão contratando açougueiros), ou seja não tem porra nenhuma. Mas vai ajudar o Requeijão a se eleger.

 
Instrumental cirúrgico comprado pela UEPG para Merdicina.

Ainda há outros lugares que serão usados para as aulas, como o Matadouro Municipal e todos os matadouros clandestinos de Ponta Grossa. As chances de algum dia sair um médico famoso de Ponta Grossa é grande, principalmente se você procurar nas páginas policiais, em notícias sobre erros médicos.

Enfermagem

  Você quis dizer: Anymaniacs  
Google sobre Enfermagem na UEPG

 
Professor de enfermagem ensinando a fazer curativos de forma asséptica

A grande maioria dos alunos (70%) é mulher feia. Os homens são viados, e só gostam de cuidar de homens. Uma vergonha total. Mas agora, com a construção do IML regional no Campus, finalmente eles poderão ter aulas práticas, dissecando todos os pobres que forem lá atrás de atendimento. Outro fato que chama a atenção é que quando as alunas se reúnem nos bares, falam mais que o homem da cobra. São insuportáveis após o primeiro copo de cachaça que tomam.

 
acadêmica de enfermagem mostrando o amor por Ponta Grossa.

A grande maioria, como não arruma emprego em hospitais, coloca anúncios nos jornais, oferecendo-se para trabalhar como babá ou assistente geriátrica (cuidar de velhos caquéticos). O colegiado é cercado com arame farpado, para os alunos não poderem chegar nas cobras e reclamar de nada.

Economia

  Você quis dizer: Mão de Vaca  
Google sobre Economia na UEPG

 
Computador reciclado do lab. de informática do depto. de Economia, por motivo de economia.

Os acadêmicos de economia passam 3 anos estudando economês e no 4º ano não sobra tempo de aprender Economia, mas pelo menos eles conseguem enrolar com aquele papo de Macroeconomia, Elasticidade, Deseconomias de Escala (sabe Deus o que é isso!!!), Custo Marginal (talvez seja o custo de um marginal na sociedade), Econometria,com aquele papo que tudo é econometricamente possível desde que o modelo não apresente heterocedacidade, sem contar aquelas pira com beta 1 e beta 2 etc... Sem considerar sua grande concentração patricinhas e boyzinhos (que não tem onde caírem mortos) frustrados que não conseguiram passar em Direito, mas enfim, é um típico curso da UEPG. Observa-se também o grande número de Paulistas, que, sei lá, por incapacidade, ou outros motivos, não conseguem estudar em uma faculdade de sua região como USP, Unicamp ou Unesp e trocam seu estado de origem para se aventurar em Ponta Grossa. Como Ponta Grossa não tem mercado de trabalho para um Economista (e as poucas vagas abertas são preenchidas por economistas vindo de grandes universidades) a maioria acaba indo trabalhar como auxiliar de escritório mesmo, ganhando um grande salário (na última pesquisa, o valor era de R$ 415,00 mais VT e cesta básica).

Pedagogia

  Você quis dizer: Tiiaaaa  
Google sobre Pedagogia na UEPG

 
Típica aluna de pedagogia.

Esse curso forma as tias que vão cuidar de crianças ranhentas em creches da prefeitura. Suas alunas vivem em bares, enchendo a cara pra esquecer o futuro salário que receberão.... São gordas, têm chulé e pé chato. Acham-se as últimas cocas do deserto, mas não passam de umas barangas. São tão burras que nem pra passar em Letras ou História serviram. Aí, ficam zanzando pelo bloco B atrás de algum louco que coma elas... Mas ninguém come.

 
Pedagoga dos sonhos, só em sonho mesmo (na UEPG não tem).

Muitas delas são sapata, o que ajuda muito as feias a do curso a terem sexo, mesmo que seja com outra mulher. Durante o curso, as alunas aprendem metérias muito importante, como "Introdução a Cantigas de Roda", "Xuxa só para Baixinhos", "Uso da Massinha de Modelar", "Arquitetura de Play Ground", "Barbie" e "Hot Weels", "Pega-Pega", "Recorte e Colagem", "Uso da Cinta", "Pular Corda" e outras do gênero, as quais preparam para o seu futuro trabalho na creche. São estas grandes profissionais das artes lúdicas que dão as respostas de que as crianças precisam para crescer. Por exemplo, uma criança pergunta por que o céu é azul, e a pedagoga, usando de toda a psicologia e conhecimentos de que dispõem dá a resposta certa: "Porque sim!"

Biologia

  Você quis dizer: Garota de Programa  
Google sobre Biologia na UEPG

 
Aluna de Biologia indo fazer estágio na área de Biodiversidade Sexual nos fundos do cemitério municipal

Curso composto exclusivamente por mulheres. Os poucos homens, supõe a lenda, encontram-se escondidos em laboratórios secretos a vários kilômetros de profundidade do bloco M onde desenvolvem pesquisa transgênicas de baixo calão. A maior parte das mulheres, como em Farmácia, Enfermagem e Odonto, são frustradas sem capacidade intelectual pra passar em Medicina. As que sobraram queriam estudar os golfinhos mesmo mas já desistiram (afinal de contas onde é que iriam achar golfinhos em Ponta Grossa?!). Boa parte atua como garota de programa pra ganhar algum, pois o curso é integral. Recentemente, capturaram um aluno de Física, que está sendo mantido em cativeiro, pra servir de cobaia em suas experiências malígnas. Outro fato que chama a atenção é que quase todas se acham ricas, pensamento típico de quase todas as garotas do Bloco M. Mas a verdade é outra. São consideradas a pobreza do bloco M, vão pra aula de ônibus e levam marmita pra comer na hora do almoço. Muitas moram em kitinets ao lado do campus (ou seja, longe pra caralho do centro), pois assim não precisam de ônibus pra chegar no campus. Para pagar o aluguel, trabalham como faxineiras nas repúlicas de Odonto e Farmácia, também ao lado do campus, enquanto as moradoras estão fazendo programa por ai, pois estas gastam o dinheiro que seus inocentes pais mandam em festas e afins. Vivem fazendo experiência sem utilidade nenhuma, mas todas macabras. Recentemente, tentaram reativar o DNA de uma múmia (coletaram o sangue da Dercy Gonçalves). Na real, é um curso que nem Darwim explica. Usam Laboratórios de outros cursos, pois são pobres e não tem verba pra fazer os próprios laboratórios, visto que a verba enviada para uma universidade pública não deveria ser restrita a determinados cursos. Este curso é também chamado de Boiologia (ou Biolorgia), devido à quantidade de frutas e bichas estudadas ao longo do tempo. É o único curso que possui estufas, mas estas são mais eficientes como sala de aula que as proprias salas de aula. Uma das principais diversões dos alunos é dissecar animais e plantas e experimentar o uso de novas ervas como remédios para criação de loucura passageira. Famosos são os professores nostálgicos que fizeram doutorado na Puta que Pariu pra ensinar outro idiota a seguir o mesmo caminho para ensinar outro tacanha a continuar a façanha pelo bem da espécie deles.

História

  Você quis dizer: gente feia  
Google sobre História na UEPG

 
Professora do curso de História da UEPG.

São metidos a ativistas do Partidos dos Trabalhadores, Fidel Castro e GreenPeace, vulgos senhores da razão, aconselhamos a não discutir com um deles, pois eles vão ressuscitar algum fato acontecido na Chechênia para defender seu ponto de vista. Normalmente, trafegam de sandália, calça, uma camiseta com algum dizer revolucionário e socialista e um celular de 1000 reais com câmera excluída. Ultimamente tem aparecido algumas figuras mais estranhas que o normal, como por exemplo, o aumento significativo de "nazistas" nos recentes primeiros anos do curso. Pessoal "nórdico", saca?

 
Xuxa do Calçadão: ela se formou na primeira turma de História da UEPG, e hoje é professora titular de História do Calçadão!

Costumam auxiliar organizar as passagens em sala juntamente com o pessoal de Geografia e acabam tomando o tempo restante da aula. Parecem um bando de sem terra (ou sem sala). Tentam organizar passeatas, mas o objetivo real e encher a cara de cachaça, e ficar doidão com maconha, crack, bosta de vaca e tudo o que for fumável. São grandes colaboradores dos militantes do MST, Via Campezina e outras porras por aí. Se acham os próprios Robert Langdon's da UEPG. Mas não fazem a menor ideia do que sejam Templários, Illuminatti, Simbiologia e outras coisas do género. Aliás, gênero (feminismo e homossexualismo retraído dentro do ...) é algo extremamente discutido no corredor de História, por um lado pelas pseudo-feministas que são tão feministas que adoram dar pros caras de outros cursos só porque eles tem carro e por outro pelas bichas loucas e emos do curso que se dedicam a discutir homofobia mas na verdade também só querem dar pros caras dos outros cursos (só que eles, diferente das feministas, acabam conseguindo).

Letras

  Você quis dizer: MOBRAL  
Google sobre Letras na UEPG

 
Alunos de Letras pixaram o ponto de ônibus na frente do manarim e mostram o Português plenamente aplicado!

E Letras, além de serem cumpadres dos historiadores (só que com menAs profundidade), tem algumas coisas a serem ditas. Primeiro, quem quer entrar em um curso que só tenha mulheres (os poucos homens acabaram se contagiando com a vida cor-de-rosa), algumas bonitas, é esse o canal. Quem quer sair do armário e se deliciar no mundo gay, é esse o canal. Quem quer saber o que afinal é a Lingüística e ler Grande Sertão: Veredas, Os Lusíadas e uma coleção Machadiana, é esse o canal. Afinal, quem quer sofrer dando uma porrada de aulas e ganhando miséria do governo, se inscreva no vestibular (mas se inscreva em Letras Português/ Espanhol: é menos concorrido).

 
Gordinho feliz por saber que passou no vestibular para Letras

É basicamente um curso entupido de meninas crentes que ainda tem medo do escuro, mas que possuem tesão reprimido e têm o sonho de dar para os cabeludos hard-rockers de História. E como todas as licenciaturas, os alunos se vangloriam que pelo menos não ficam desempregados. Infelizmente, os formados na UEPG são tão ruins que nem em concursos da Prefeitura (elaborados pelo Penkoski) elas conseguem passar. São, no final das contas, analfabetas funcionais com diploma de curso superior.

Ciências Contábeis

  Você quis dizer: Egocentrismo  
Google sobre Ciências Contábeis na UEPG

 
Material escolar obrigatório aos estudantes de Contábeis.

Localizado no bloco D (aquele que desabou em 2006), é composto por dois grupos bem distintos: Alunos empenhados que querem ser alguém na vida (minoria, encontrados geralmente na sala de aula) e vagabundos bêbados que não sabem nem porque ainda estão no curso (maioria, geralmente encontrados no Thribus e nos outros bares ao redor da UEPG). Não se sabe ao certo, mas acredita-se que apenas 0,01% do curso realmente pretende seguir a profissão de contador um dia, o resto está lá porque contabilidade (teoricamente) da dinheiro, porque o pai quer ou porque só conseguiu passar nesse curso. O curso tem as suas beldades, mas são todas casadas ou têm namorado.As amizades formadas no curso são para a vida inteira: primeiro, vivem juntos no bar, depois sempre estão juntos na fila do emprego, e depois, sempre estão juntos nas reuniões dos Alcolatras Anônimos.

 
Aula de Contábeis, veja como o aluno já sugou toda a matéria direto na fonte

Outra constatação científica com números que não servem pra porcaria nenhuma diz que: 100% dos alunos vão votar no Lopatiuk pra vereador, na esperança de que ele não volte a dar aulas; 73% dos alunos já disseram que as aulas do Brandalize são fodas, mas que ele pelo menos ensina alguma coisa; entretanto, 100% das mulheres do curso reclamam quando o Brandalize entrega as notas (mais ou menos dois anos após a prova) e 100% dos alunos já falaram pelo menos uma vez na vida: "porra, que merda, vou ter aula com a vaca da Nelma, é pra fuder!";ou será pior as aulas do Alcidio como seu (Jooooiiiaaaaa)que dá pra dormir na aula, outros 100% dos alunos homens já tiveram sonhos eróticos com a prof. Patrícia...

 
prof. Brandalize dando o Exemplo para os alunos de como pegar a mulherada

Atualmente, o curso tem dois professores com doutorado, mas apenas um serve pra dar aula (o outro tá mais interessado em ganhar a eleição e meter a mão na câmara de vereadores). Já mestres tem um monte (mestres em faltar aula e dar desculpas esfarrapadas).

 
Prof. Nelma, sempre de cabeça fria com a turma de custos...

Sem contar que foram os últimos a editarem essa bosta de artigo, por isso dele estar "disfarçadamente" puxando a sardinha pro curso. Mas na real é um curso tão zero à esquerda, que ninguém dá bola mesmo. Nem editam esse texto mais....

Zootecnia

  Você quis dizer: colono  
Google sobre Zootecnia na UEPG

 
Aluna de Zootecnia dando um fora no namorado.

Esse curso, literalmente, se localiza no meio do mato, para ser exato em zoocastro. E se você resolver cursá-lo, trate já de comprar um CD do Vitor e Léo ou Londrina e Sorocaba (ou qualquer cidade por aí hehe), é uma prerrogativa necessária.

 
Professor de Zootecnia na porta do Campus de Castro.

Outra coisa importante no curso é o acadêmico sempre lembrar-se que ele é filho de um colono de algum lugar no cú do juda, perto da casa do caralho, e portanto, não trata-se de um ser civilizado. Passam o dia inteiro tirando leite de touro. Uma coisa tão horrível que o curso fica longe da Universidade, mais especificamente na cidade Custro, um lugar feio pra caralho, onde tem mais sapo que gente (aliás, gente não tem muito mesmo, a maior parte é uma polacada feia). Este curso também é conhecido como "Nem Nem", ou seja, nem agrônomo, nem veterinário...


  Sei não, acho que tá doente. Hoje eu ordenhei ele e só deu 10 litros do leitinho...  
AlunO de Zootecnia após ordenhar o Touro Pé de Mesa

Educação Física

  Você quis dizer: dependentes químicos  
Google sobre Educação Física na UEPG

 
Acadêmicas de Ed. Física da UEPG em mais uma gincana

É o segundo pior é o curso da UEPG devido ao QI baixo e imaturidade de seus alunos. Possuem uma pista de atletismo esburacada que ainda precisam dividir com as crianças do Jardim Paraíso que vão lá soltar pipas.

 
Aluna de Ed. Física indo pra aula de futebol.

Possuem um bloco com algumas salas de aula com quadro negro para obterem noções básicas de posições de jogadores em uma quadra, ou desenho ilustrativo de como rebater uma peteca. A maioria de suas aula é no ginásio ou na ótima pista de atletismo. É um curso conhecido pelo seu vagabundismo, pois seus integrante nas fazem nada durante as aulas senão jogar bola, ou ficar correndo em círculos, e o pior.. conseguem ficar em dependência nessas matérias. Seus alunos podem ser encontrados 22 horas por dia nos botecos próximos a universidade. As mulheres do curso possuem uma vasta fama de serem "fácil", e os homem de serem metidos a pegador, porém nunca nimguem os viu pegando algo diferente de bolas nos vestiários. Ao menos o curso tem um lema inteligente: "Jogo é jogo e ... e ... vice-versa." O símbolo é uma bola de futebol, e só!

Algumas frases verídicas, famosas sobre o curso: "Nos orgulhamos de passar 4 anos sem pegar um livro!!!!" ( Alguns acadêmicos?(maioria?) do curso, orgulhando-se de sua proeza)

É HANDBALL!!!! , Não ANDEBOL!!! (Professora de outro departamento, nervosa com os alunos de Educação Física)

Turismo

  Você quis dizer: vagabundos bêbados  
Google sobre Turismo na UEPG

 
Professor de Turismo se preparando pra mais uma aula...

Ninguém sabe ao certo pra que serve esse curso. Os acadêmicos juram que não é para ser guia turístico. Alguns pensam que turismo dá dinheiro, ou que vão viajar pelo mundo todo, mas geralmente depois de formados acabam trabalhando como recepcionistas de hotel em Ponta Grossa ganhando R$ 590,00 + Vale Transporte. O índice de maconheiros também é muito alta nesse curso, só perdendo para geografia e história. Depois de formados, a única coisa que conseguem é ir trabalhar como guias turísticos (sexuais ou não) em Ponta Grossa mesmo. Iniciam com estágios dentro da própria UEPG, guiando os calouros até os bares da vizinhança ou até locais onde eles possam consumir suas drogas de preferência sem nenhum incômodo (dentro do departamento é um ótimo lugar, atrás das caixas de pinga dos professores). Depois, vão mostrar pra quem quiser, onde fica o Cocozão, o Cú do Padre, o Mágic, o Tradição, o Gaiola e o SeKiSab. Costumam saber onde ficam as festas mais agitadas da cidade, entretanto, depois das festas, não fazem a menor ideia de onde fica qualquer coisa, inclusive suas casas, e por este motivo, são frequentemente vistos dormindo em valetas ou dentro de latas de lixo, normalmente acompanhados de um cachorro sarnento.

Jornalismo

  Você quis dizer: boca de fumo  
Google sobre Jornalismo (ou jornaleiros) na UEPG

 
Acadêmicos em uma reunião do Centro Acadêmico de Jornalismo.

Hoje você é anarquista, amanhã é hindú, depois vira xintoísta, viado, puta, hippie, metaleiro, adorador de Che Guevara (e acha que o "El Che" era jornalista), ainda se acha historiador, gosta de fumar muita maconha, usar drogas e pirar a cabeça, encher a cara, andar com um visual totalmente estranho, mas que as pessoas acham isso maneiro, esse é o seu curso, existem gatinhas, porém, ou tem namorados ou se fazem demais. Esse é um curso onde você pira totalmente e se der muiiita sorte acaba arranjando um empreguinho num jornaleco qualquer por aí. Ah, não esqueça de virar ativista do teatro Ópera ou ter uma bandinha e achar que manda bem, antes do final do curso. Também é legal depois da fase Che, tirar um sarrinho do próprio. Uma camiseta com o Che de orelhas do Mickey é uma boa pedida!

 
Recém-formado em Jornalismo na UEPG no ínicio da carreira...

O pior curso ainda continua sendo jornalismo, onde é tudo puta e viado, e, mesmo sem material nenhum, muito menos professor, as aulas ainda continuam. E os universitários desse curso acham que são os "revolucionários" mesmo tendo sido tratados a vida toda com Ovomaltine e leite com pera, estudando no Sepam e sendo sustentados pelos papais. No curso de jornalismo também são encontrados as mais variadas formas de vida, digo, tribos! Num passeio no horário do recreio podemos ver como a socialização universal é aceita pelo curso, são emos, hippies, pattys, góticos, punks, mods, gays... todos amiguinhos! No curso de Jornalismo você possui diversas opções, participar do Centro Acadêmico e virar pau-mandado do Departamento de Comunicação ou fazer como alguns, muito influênciados pela proximidade com os alunos de História, que fundaram o 'Lado B', que não faz nada, além de estampas alternativas para as mochilas do curso. Sem ter muita perspectiva de um futuro promissor, os alunos de Xornalixmu¹²³ acabam por escrever besteira na Desciclopédia. Depois de formado, vira um misantropo que acha que o resto da humanidade é um lixo... E não meta mais a mão, seu filho da puta! O lugar de jornalismo é aqui em baixo mesmo, como os "homens" do curso gostam, embaixo de todo mundo!

UNIVERSIDADES DO PARANÁ
v d e h