Cquote1.svg Virou bosta em Japurá! Cquote2.svg
provérbio municipal sobre Uchoa

Cquote1.svg Hoje vou lá do outro lado pagar umas contas Cquote2.svg
conhecido morador sobre Uchoa

Cquote1.svg Uchoa merece... Cquote2.svg
político local sobre Uchoa

Cquote1.svg Fui Eu que fiz isso? Cquote2.svg
Deus sobre Uchoa

Cquote1.svg Eu nunca morei lá! Cquote2.svg
nativas que crescem e se mudam sobre Uchoa

Cquote1.svg Puta merda! ninguém famoso é de lá... Cquote2.svg
Alguém sobre Uchoa

Cquote1.svg Maior concentração de açougueiros por metro quadrado do mundo! Cquote2.svg
Jack, the ripper sobre Uchoa

Cquote1.svg Saudade da escada do banespa Cquote2.svg
Cabeça de Guidom sobre Uchoa

Cquote1.svg Olha uma Dodi rã Cquote2.svg
população uchoense sobre Caminhonete do Guri

É, esse fim de mundo que é uchoa. Não é toa que nem os paulistas conhecem esse fim de mundo!

Uchoa, porção de casebres cercado de mato por todos os lados, é um sítio que fica no interioRRRRR de São Paulo, onde não se tem absolutamente nada pra se fazer e menos ainda pra se comer depois das 10 da noite, motivo pelo qual tem-se tempo para editar a Desciclopédia com fome.

HistóriaEditar

Uchoa foi fundada em 1683 por ninguém menos Ignácio Uchôa, que fora um padre pederasta responsável pela desvirtuação da opção sexual de muitos cidadãos nas infância e juventude hoje ditos homens ditos "homens". Em 1980, com a chegada da maconha, Uchoa foi devastada por uma epidemia do vírus HIV, fato este que foi documentado na obra "Uchoa uma historia" do infame autor Dema Andarilho. Com o passar das décadas Uchoa foi se repovoando com pessoal de vários lugares do Brasil e do mundo trazendo consigo muitas doenças e pragas como o Caramujo Africano. Que em outrora fora uma praga, mas atualmente se tornou uma iguaria tradicional da cidade e está no prato de praticamente todos os habitantes de Uchoa. Hoje, esse pequeno posso de merda, outrora devastado pela AIDS, ostenta a beleza de sua população que faz questão de passar necessidade em casa para poder andar bem vestido e com carro do ano.

A LendaEditar

Depois da fundação de Uchoa ninguém esperava que a cidadezinha iria crescer. Daí os moradores indignado pelo belíssimo nome da cidade perguntava pra Ingácio por que ele deu nome de Uchoa. Ele respondia: _ Eu que falei sem pensar, agora me arrependo roendo as unhas.

Frase que séculos depois inspirou o tio Beto em Refrão de Bolero. Uchoa, foi responsável pelo filme de Peter Pan e sua cidade 'Terra do Nunca'. Na verdade coisa que pouca gente sabe é que Peter Pan existiu realmente e seu sonho era conhecer Uchoa. Só que ele nunca conseguia por que Uchoa não está no mapa, o jeito então foi ele fazer o filme.

Atualmente ocorre boatos que Uchoa também teria inspirado o seriado Lost. O prefeito da cidade entrou com um processo contra os criadores entre eles J.J. Abrams acusando-os de plágio, ele alega que iria fazer um seriado onde ninguém consegue localizar, chegar ou sair da cidade. Já os criadores se defendem dizendo que nunca ouviram falar em cidade mais gorda.

Ele, o prefeito, na esperança de provar a existência da cidade fica todos os dias horas de baixo do sol com uma folha escrita "Galvão ô nóis aqui!" na esperança do Google Earth filmá-lo.

Enquanto isso em Londres, Dan Brow está escrevendo outro livro, mas desta vez nada de fraternidade como o Priorado de Sião, Illuminati ou coisas assim. O livro falaria de uma possível cidade que possa provar a existência de Deus. Logo que Uchoa existe Deus também.

Sem ganhar a causa o prefeito protesta fazendo vários quebra-molas, arrancando árvores, matando jabuti, jogando cocô de galinha na rua e apertando a campainha da casa dos outros e saindo correndo. Desse jeito Uchoa vai acabar mesmo e o que nos restará é essa triste lenda.

Fatos atuaisEditar

Bem, a cidade é tão sem graça, que nem se tem muito o que falar sobre ela. Por isso esse artigo está pequeno e igualmente sem graça.

Ah i tem sim as figura cunhecida da cidadi tem o Zé da Dula, tem o Zé do Padre, tem o Silvão pedreiro, tem o Ivã açoguero,tem o neguim(que não é neguim), tem o Prefeito Will, tem u Betin du betu, xo vê que mais...axo que é só sô.

Aconteceu em Uchoa:

Teve um carnaval que veio um caminhã o da BandFM cheio de dançarinos. O pessoal da cidade resolveu pegarumas 300 bexigas, encher de água gelada e atirar neles. heheheh.

Num desfile de festa do peão teve uma pequena briga (coisa pouca) e a rota de Rio Preto foi chamada. Aqui, gentilmente, distribuíram cacetetes para todos de lá. Quem chegou para ver o que estava aconteceu, entrou na distribuição de borrachada nas costa.

TransportesEditar

Uchoa, assim como a maioria das cidades vizinhas, possui uma linha de trem que separa a cidade em dois lados. O primeiro lado é o conhecido bairro "São Miguel" e o outro lado é chamado pelos uchoenses de "Do outro lado" (???).

Caso não queira ficar em Uchoa, pode sair pra São José do Rio Preto ou... São José do Rio Preto, afinal essa é a única cidade "grande" por perto.

PopulaçãoEditar

Em Uchoa só tem peão, mas o rodeio não é bom (curioso isso, não?). Cidade pacata onde pessoas andam a cavalo pelas ruas, cavalgaduras essas que estão "cagando e andando pra cidade" motivo pelo qual tem-se que tomar cuidado pra não pisar nas fezes dos "animal".

EsportesEditar

Uchoa também é muito conhecida pelos times de futebol que fazem a alegria da cidade(vide São Miguel FC ). Os jogos são levado tão a sério que os times evitam fazer muitos gols para não ferir os sentimentos do adversário. As muitas disputas de penaltis (em que a maioria dos campeonatos são decididos) são repletas de erros tanto grotescos quanto amáveis e portanto vêm atraíndo muitos turistas para a cidade, sendo uma das principais fontes de renda da pequena cidade do interior.

Quem é de fora diz que não pode fazer gol no time de Uchoa, senão tem pau na saída. Simples assim!!!!

A lenda do Curintia dos anos 90, Tupãzinho, nasceu em Uchoa, sendo assim o uchoense mais famoso do mundo.