Abrir menu principal

Desciclopédia β

Night creature.JPG UnP surgiu das trevas!!

E está aqui pra puxar seu pé!

Puro osso.gif


Cquote1.png resposta errada, tente novamente... Cquote2.png
computador para vestibulando da UNP
Cquote1.png É 200 reais... Só pra entrar na sala! Cquote2.png
Aluna da UnP em um dia típico de trabalho
Cquote1.png No dia do vestibular, traga o conta-cheque do seu pai para vermos o se você é capacitado intelectualmente para ingressar na nossa universipague Cquote2.png
Atendente a um vestibulando no dia da inscrição do vestibular
Cquote1.png Nós realizaremos todas as suas fantasias. Cquote2.png
Alunas dos cursos de enfermagem e odonto
Cquote1.png Parece uma extensão de Ponta Negra e da Ribeira! Cquote2.png
Alunos de enfermagem sobre sua sala e suas colegas de sala
Cquote1.png Parece uma extensão de Ponta Negra e da Ribeira![2] Só tem puta meu!!! É o paraíso! Cquote2.png
Alunos de odontologia sobre sua sala e suas colegas de sala
Cquote1.png Alô? é da farmácia? Cquote2.png
cliente desatento ligando errado para a UnP
Cquote1.png Não. É da UnP. Mas pode vir matricular-se no curso de Fármácia. O sr já está pré-aprovado no vestibular e as aulas começam segunda. Cquote2.png
Atendente da UnP atendendo à chamada errada.


UnP (Universipague Passe) é uma pseudo-universidade sediada no Rio Grande do Norte que, diferente de outras universidades BBB (Boa, bonita e barata), adota a filosofia PPP (Papai pagou, passou). Dizem por ai que é um pré-estágio para formação de putas, inclusive Bruna Surfistinha até hoje não se conforma de não ter conseguido pagar um boquete matéria por lá.

Trocados que a universidade ganha por mês de Doações caridosas dos pais

Índice

A UnPEditar

A UnPé uma pseudo-universidade privada situada em Natal formadora dos mais incompetentes profissionais do estado. Antro da elite da cidade, abrange desde patricinhas que, às escuras, vendem o corpo na Roberto Freire, passando por Playboys que só estão lá porque querem mostrar que fazem uma pseudo universidade privada até pseudo-playboys pobretões que estudam lá porque receberam uma esmola bolsa do governo. A instituição transcende a ideia pedagógica atual, pois não há relatos de provas, notas, trabalhos ou quaisquer meios avaliativos. O burrico aluno deve apresentar, a cada semestre, o cartão de crédito do papai, e a quantidade de números em sua conta bancária irá determinar a nota do determinado período. Formaram-se lá ilustres da intelectualidade brasileira como Carla Perez , Íris Stefanelli, Tatá Werneck, Geisy Arruda, Luiza Mell, Nicole Bahls e Luciana Gimenez .

As primeiras orientações aos professores, vindas dos altos escalões da Instituição, é que enrolem o máximo possível, fazendo com que os alunos achem que estudam enquanto os professores fingem que ensinam. A UnP adota o contemporâneo método de 'avaliação sequenciada': dar pontinho para cada presença dos alunos na sala. A chamada é feita no começo e os alunos presentes ganham nota. Depois podem ir para praça de alimentação (totalmente climatizada e com wifi) para acessar redes sociais e xavecar quem passar na frente (inclusive os professores).

Com o fim da mamata governamental (Prouni, Pronatec e outros programas para sustentar a fábrica de diplomas), a UnP passou a primar pela ampliação da 'excelência do ensino', demitindo todos os professores que tem Doutorado e contratando graduados (de preferência ex-alunos que já conhecem os esquemas) até a próxima visita do MEC, quando contratarão alguns doutores de volta para poder continuar recebendo a verbas da Dilma Rousseff, outra famosa ex-aluna.

VestibularEditar

A UnPague desenvolveu um avançado sistema de processo seletivo, com seu elogiado "Vestibular Agendado", onde o aluno escolhe o dia e a hora em que vai fazer a prova, escolhe também a nota, uma vez que a mesmo é feita num avançado sistema de computadores, que avisa ao vestibulando se aquela é realmente a resposta correta. Lembrando que na hora da inscrição, um dos documentos exigidos (por sinal, o mais importante) é o contra-cheque de seu pai, assim eles têm certeza se o aluno tará capacidade "intelectual" para cursar a faculdade.

 
Estagiária da UnP

EstágioEditar

A UnP ao longo dos anos implantou um regime de excelência profissional, tendo como o mais importante de seus pilares o estágio de seus alunos, que desde os primeiros períodos passam por intensiva rotina de trabalho fora do horário de aulas.

Os estágios atualmente realizam-se na Av. Engenheiro Roberto Freire (principalmente nas esquinas) e nas orlas da Praia de Ponta Negra e Praia do Meio — nestes dois últimos locais o estágio acontece no calçadão, agraciado pela bela visão da praia e pela brisa que sopra do mar. Os alunos e alunas ganham experiência à medida em que executam tarefas manuais, orais e corporais, interagindo com pessoas comuns de todas as classes sociais.

O estágio também permite aos alunos e alunas o exercício e desenvolvimento de idiomas estrangeiros, com direito ao exercício de expressões coloquiais e exercícios de fortalecimento da boca e língua.

Esse é um modelo educacional que americaniza a lei de estágios brasileira, tornando-a mais própria para menores e menos abastados financeiramente e provenientes do bolsa esmola. Foi idealizada por um ex-presidente americano (Mister Clinton, que traduzindo é: Sr Clitoris. Lembram da Levinsks, que levou a Mônica?), que a adotou no pais através da UNP, e que vem sendo seguida à risca pelos (as) afiliados(as) pagantes, principalmente os(as) do sexo feminino (sexo cada vez mais raro de se encontrar, devido ao BI-Mestre), que fazem parte dela.

Ver tambémEditar