Abrir menu principal

Desciclopédia β

Universidade do Vale do Rio dos Sinos

(Redirecionado de Unisinos)
Típica aluna de Direito da Unisinos.
Você ao receber o boleto da mensalidade.
Unisinos vem crescendo rapidamente.

Índice

SobreEditar

UNISINOS ou Universidade do Vale do Rio dos Sinos é uma prisão universidade situada na região metropolitana da grande Porto Alegre. É comprovadamente a melhor universidade particular católica alcoólica jesuítica apostólica capitalista romana do vale do Rio dos Sinos de todo o planeta. Tem a maior biblioteca do mundo, e o maior campus da galaxia! Somente o valor das mensalidades supera seus atributos.

A UniversidadeEditar

Pouco se sabe sobre essa instituição de ensino. Sabe-se que existem cultos de veneração a grande religião do Deus-Bola, com monumentos à ele espalhados por todo campus. Os avatares, em forma de patos e gansos, visitam diariamente o campus, convertendo mais fieis.

Na escola existe o famigerado centro comunitário, conhecido popularmente como o redondo, e não muito pode ser dito a respeito dele, a não ser piadas infames.

Existem 6 centros de graduação, de acordo com suas especialidades. Os Homens de Preto, da divisão 6, estão lá. Disfarçados de roqueiros e emos, vestindo preto, estudando essas coisas de linguagem de computadores. Alguns gostam de quebrar pedra, fazer cimento e sujar as mãos com óleo de máquina, mas cada um cada um... Tem também os lesados do curso de matemática e o prédio da física, isolado de tudo devido à alta periculosidade. O centro 6 é mais ou menos como um navio de guerra: só tem homem e canhão...

Na lógica ordem, o centro 3 é o centro de estudante de comunicação, conhecido como o coléginho da Uni, por ter a maior taxa de crianças por metro cúbico. Também é o local mais alternativo do campus, muitos destes, acham que estão na ufrgs...

No centro 1, de humanas, tem humanos. Lá você aprende sobre pedofilia, visita clinicas de dependentes químicos, presidiários, fala sobre mortos, deuses e letras. Super útil.

Sobre o centro 4... bem... dizem que as alunas de lá fazem direito... tuudo beeem direitinho. Em geral, logo no primeiro semestre as patricinhas dedicadas alunas do centro 4 se acham já formadas e fazedoras-super-poderosas-da-justiça. Mas tudo bem, até o fim do curso muda...

No centro 2 existe a maior concentração de mulheres por metro quadrado. São as enfermeiras, fisioterapeutas, psicólogas... enfim. Elas adoram sair de jaleco no intervalo com o intuito de serem confundidas com médicas, é claro...

No centro 5 há uma fauna interessante, que se divide essencialmente em cinco tipos de estudantes: 1) Os desocupados que não decidem o que querem da vida que fazem Administração; 2) os iludidos do Comércio Exterior que acreditam que ao, fazer o curso, irão viajar o mundo, só para descobrir que vão ficar emitindo documentos a vida toda; 3) Os mafagafos do curso de Ciências Contábeis; 4) as gravatas do curso de Economia e 5) e os habitantes diários, que vivem na Unisinos, do Gestão para Inovação e Liderança.

LaguinhoEditar

A boca de fumo O laguinho da UNISINOS é o lugar mais interessante do câmpus. Muitos apenas estudam nesta universidade por causa dele. Alguns estudantes saem das aulas e depois de coçar o saco estudar vão para o laguinho fumar maconha conversar e descontrair com os colegas.

 
Apenas o reservatório da cerveja foi salvo do incêndio do DCE e estava vazia :(

DCEEditar

Atualmente servindo de albergue para intelectualóides, o DCE da UNISINOS foi fundado em 1848 durante o lançamento do livro A Revolução dos Bichos, de George Orwell. Desde então e até 31 de fevereiro de 2008, a sede ocupava a mesma maloca estrutura daqueles áureos tempos, período no qual os proto-revolucionários ainda acreditavam que os Estados Unidos da América se transformariam na maior potência comunista do mundo.

160 anos após sua fundação e insatisfeito com a presença do stalinismo na universidade cristã, Inri Cristo - reitor da UNISINOS - em reunião do CONSUN propõe o incêndio da antiga sede da entidade, como ato de retaliação ao ataque promovido por bolcheviques à Redução Jesuíta de São Miguel das Missões, em 1917. Por unanimidade a Reitoria aprovou o incêndio, acatado de imediato pelo Póóói de Inri Cristo que, sem hesitar, esquentou o ano do Movimento Estudantil.

Desamparados e sem local adequado para não fazerem nada, a Gerência de Assuntos Estudantis colocou a disposição dos parasitas a sala 3E105, local onde se localizou a sede provisória do DCE. Por ridículo que possa parecer, foi a primeira vez que muitos dos então coordenadores da entidade entraram em uma sala de aula.

Hoje a sede do DCE conta uma uma moderna e bonita estrutura de alvenaria, enquanto grande parte das salas do centro 6 continua com cadeiras de madeira da época que o Carmo estudava na Unisinos e, vale ressaltar, sem ar condicionado.

CursosEditar

 
João Bittencourt, o coordenador do curso de Jogos Digitais (antes do regime).

Jogos Digitais

O curso é muito conhecido por ser o único a admitir alunos extraterrestres, os quais ainda tentam descobrir de que mundo vieram. É a maior concentração de otakus da universidade, injustamente chamados de emos por estudantes caretas desinformados dos centros 4 e 5. Se você acha a bagunça que acontece no ensino médio de seu colégio um absurdo, vai achar ele legal depois de ver o 1º semestre do curso (que tem cadeiras fáceis para roubar preparar os estudantes). A partir do segundo semestre em uma cadeira chamada "Processamento Gráfico" os ETs estudantes descobrem que não tem muita afinidade com programação e trocam de curso, o que resulta na permanência de 2 alunos e uma aluna bigoduda. No terceiro semestre uma disciplina chamada "Projeto de Motores de Jogos" irá fazer com que somente um aluno sobreviva, provavelmente alguém do BOPE. Ao passar por esta cadeira o aluno conseguirá se formar, depois de formado ou ficará louco e morrerá ou descobrirá que não tem onde trabalhar no Brasil.

Realização Audiovisual A maior concentração de indies da universidade. Já se orgulharam muito de ser o curso mais underground da região, mas hoje estão perdendo para os alunos do curso de rock. O aluno que começa a estudar no CRÁVI (sim, esse é o apelido íntimo do curso) se acha super cool e sonha em trabalhar no cinema europeu, mas a maioria acaba ganhando a vida fazendo bicos de fotografia, curtinha bunda-mole na RBS TV e vídeo pro casamento da sua prima. Além de tudo isso, no Crávi, pode-se encontrar todo o tipo de sexualidade existente.

Geologia O curso de geologia agrega os maconheiros estudantes interessados em pedras (aerolitos), embora se sintam ofendidos se alguém chama as rochas aerolitos de pedras, coisa com a qual ninguém se importa. Em geral, são et's pessoas diferentes, usam dreads, cabelos compridos, piercings e amam a natureza, embora muitos, depois de formados, optem por trabalhar com mineração e extração de petróleo. O diretório acadêmico (boca de fumo) é conhecido pela universidade toda pelas festas e bizarrices em geral que lá acontecem.Arquivo:Http://www.sefosse.com.br/wp-content/uploads/2013/07/professor-maconha-maconheiro-reggae.jpg

Gestão Para Inovação e Liderança

O GIL - apelido íntimo do curso - é um curso onde os alunos - abonados, geralmente - ficam na Unisinos durante todo o dia "estudando" como se inova nesse mundo, estudam, inclusive, como estudar - são escravizados preparados o futuro em 12 cadeiras por semestre. São a "menina dos olhos" da Unisinos, "O" case que sempre que tem oportunidade é citado pela coordenação. Eles tem dois intercambios durante o curso de 3 anos e meio: passam um mês no Chile e outro no Canadá, o que - na verdade, mas não espalha - não passa de uma maneira legal de darem uma bandinha pro exterior no meio do ano. Em geral os alunos do GIL vão assumir o negócio da família e falir com ele.

 
Jesus Cristo João Bittencourt no ano de 30 D.J.B. (Depois de João Bittencourt)

Ver TambémEditar