Abrir menu principal

Desciclopédia β

Universidade Caótica do Salvador

Nova Bandeira da Bahia-Desciclopédia.PNG Colé moral, essi negoçaqui é da terra do dendê. O tio qui feiz issáqui é cuncerteza baiano, intõ, sinhá disgraça de lá do sul da minha caceta, num méxi nas porra daqui nã, vu? Ô vô rumaladsgraça e inda chamo a barrêra pá ti pancá, seu comédia.


Cquote1.png Ê Mangue! Cquote2.png
interjeição comum dos Estudantes de Direito quando são avisados que os professores estão ocupados "trabalhando" em Brasília, São Paulo...
Cquote1.png É uma cilada Bino! Cquote2.png
Pedro para Bino sobre fazer vestibular da UCSal
Cquote1.png Pede pra sair!! Cquote2.png
Capitão Nascimento sobre aluno da UCSal
Cquote1.png A maioria das pessoas ficaria CHATEADA!!... DESMOTIVADA!!! Cquote2.png
Narrador sobre professores que faltam as aulas
Cquote1.png Hum? Cquote2.png
Joseph Climber sobre a frase acima
Cquote1.png Nunca tinha conhecido uma universidade onde os professores matam as aulas pelos alunos Cquote2.png
Você sobre Católica
Cquote1.png Atooooron o perigooon!! Cquote2.png
Gracie Kelly sobre UCSal
Cquote1.png Na União Soviética, a aula mata O PROFESSOR!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre UCSal
Cquote1.png O jardineiro é Jesus... Cquote2.png
Estudante de Filosofia na UCSal
Cquote1.png ...E as árveres somos nozes Cquote2.png
Estudante de Biologia na UCSal
Cquote1.png Vagabundo!!! Vagabundo!!! Cquote2.png
Prefeito Kassab sobre Professores da UCSal

Universidade Caótica do Salvador ou UCSal, sediada nesta mesma cidade no estado da Bahia é uma unidade privada de ensino superior brasileira, reconhecida pelo Decreto de nº 58 de 18 de Outubro de 1961, embora acredita-se que verdadeiramente já existia na época do Padre Antônio Vieira. Apesar de sua importância histórica, ela ainda não recebeu o selo pontifício de Roma, porque os responsáveis estão com preguiça de ir até lá requerir para o Papa, isso porque ainda estão muito ocupados catequizando a população indígena na Bahia, devido a tudo isso ela é uma das poucas universidades do gênero que não é Pontifícia. Seu chanceler é o Cardeal Arcebispo Primaz do Brasil Dom Geraldo Majella Agnelo, arcebispo de Salvador.

Índice

HistóricoEditar

Com núcleo inicial, autores e historiadores divergem, o grupo oficial diz que foi no antigo Convento da Lapa, palco de dramas da História da Bahia, como o martírio da abadessa Joana Angélica que se negou a abrir a porta para as tropas portuguesas na luta pela Independência do estado; lá teve lugar o Curso de Letras, depois acrescentado pelo de Direito - núcleos da futura Universidade no bairro da Federação, outro palco de dramas (constantes) na Bahia, como as frequüentes invasões de unidades especiais da Polícia Militar e Civil para enfrentar os traficantes que vivem e abastecem toda a região universitária e os bairros nobres da Graça, Caminho da Vitória e Barra - incluindo aí os próprios alunos da católica e da federal (UFBA). Na versão não-oficial, a universidade foi fundada por padre Antônio Vieira, por exigência de Diogo Álvares Correia, o Caramuru, para catequizar e instruir indíos e ensinar os filhos da pequena burguesia da recém-criada cidade do Salvador. Essa versão é reforçada pelas velhas estruturas, e baseada na única evidência de ainda haver professores contemporâneos dessa figura histórica.

EstruturaEditar

A UCSAL conta com 980 professores e 770 funcionários, com unidades de ensino nos Campi de Pituaçu, Federação, Garibaldi, Lapa e ainda o Instituto de Música (que ninguém sabe onde fica), atendendo em 2006 17.000 alunos em 26 cursos de graduação - nas áreas de Ciências Humanas, Naturais e da Saúde, Ciências Exatas, Tecnologia e Artes.

CursosEditar

DireitoEditar

O curso de Direito da Católica é, das instituições privadas, o mais tradicional do estado da Bahia, graças aos docentes decanos. Na média, todos tem mais de 100 anos de experiência na instrução e na prática da advocacia, magistratura, política e trambicagens. Alguns professores acompanharam o surgimento de todas Constituições que o Brasil já teve, outros estudaram com Rui Barbosa, Castro Alves e Fagundes Varela, na inauguração do curso de Direito no Brasil, e alguns foram os professores destes. Outros professores estavam lá em Roma quando Justiniano, o último imperador romano, resolveu codificar todas as leis no Corpus Juris Civilis, e outros professores estavam lá antes dele, quando Sêneca, Marco Aurélio e Cícero debatiam no Senado os rumos do Império, e outros mais antigos ainda, presenciaram e pantrearam a execução de Sócrates e andaram nos caminhos de Platão e Aristóteles, respectivamente. Obviamente, essa vantagem é seguida de uma desvantagem tremenda - devido a extrema idade, muito desses professores tem problemas sérios de memória, como por exemplo, esquecem que dão aulas e faltam, esquecem aquele teste que você fez, de lhe dá presença, de marcar a prova de substituição, de suas notas, de que não deu aquela matéria que ele cobrou no teste, o que prejudica muito todos os alunos. O coordenado do curso é Thomas Bacellar, ex-presidente da OAB, da IAB, e do Institutus di Advocatus que funcionava em Viena, na Austria em plena Idade Média. Um dos professores que ensina a matéria de Introdução ao Direito é Connor MacLeod (Highlander - O Guerreiro Imortal).

CuriosidadesEditar

  • No campus da Federação é comum as aulas serem interrompidas pelos saguis, macacos, galinhas da Angola, micos e onças pintadas, já que a universidade fica no meio de uma floresta.
  • Ainda no campus da Federação há uma pracinha no fundo perto da biblioteca que funcionava como fumódromo dos estudantes de filosofia. Hoje, os estudantes entram no meio da floresta, onde a administração não pode chegar, ocasionando de vez em quando um pequeno incêndio por lá - alguns alunos foram e jamais voltaram.
  • De vez em quando alguns fenômenos inexplicáveis ocorrem no Pátio do Saguão de Aulas principal do campus da Federação. Em determinadas épocas do ano, um forte fedor de material orgânica em decomposição toma conta do ambiente. Em outras, ainda, uma infestação de insetos minúsculos atrapalha a visão e respiração dos estudantes. Alguns já morreram engasgados. O mais curioso é que no campus da Federação da UCSal, toda época é época de mosquito da dengue.

Ver TambémEditar


v d e h
Universidades da   Bahia