Página de redirecionamento
Redirectltr.pngTV Maresol



Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.


Vaches em sua Villa

Cquote1.pngRezid siuq êcoV: SevahX?Cquote2.png
elgooG sobre Vaches


Cquote1.svg Você quis dizer: cafetão aposentado Cquote2.svg
Google sobre Vaches
Cquote1.svg Na União Soviética, o Vaxhes é CHOVÊ!!! Cquote2.svg
União Soviética sobre Vaxhes
Cquote1.svg Vaxhes é o Chaves do Mundo do Contra Cquote2.svg
Capitão Óbvio sobre Vaxhes
Cquote1.svg Vaxhes é o meu idolo, depois do Silvio Santos Criador da tv diário, claro. Cquote2.svg
nerd punhetero agradecido pela criação da Visatele sobre Vaxhes
Cquote1.svg Eu odeio a Visatele, eles mostram coisas horriveis... Cquote2.svg
Nhuck Chorris sobre Visatele

Antes de criar a TvDiario, Vaxhes era um maconheiro e traficante de gatinhos

Vaches é o Chaves do Mundo do Contra. Suas principais características são: a inteligência notória e o grande poder aquisitivo (dinheiro, cascalho, bufunfa). Ele mora na vila em um grande condomínio de luxo, no qual é o dono (Beu Sarriga o perdeu após um jogo de poquer). E nesse condomínio residem a Quichinha (moça muito bela e inocente), Coqui (rapaz pobre que ficou mudo após uma colisão violenta com seu Chevette 80. 0 turbo rebaixado, nitrado, agora é sua vez em cima de um outdoor), Meu Sadruga (o único que pagou 30 meses de aluguel adiantados), Flona Dorinda (mora de favor) e outros personagens.

PersonagensEditar

  • Vaches: Personagem milionário da série, possui um QI altíssimo em relação aos demais, disputa sempre com Coqui para ver quem é mais inteligente.
  • Coqui: Personagem mais pobre da vila que tem a cara magra e é mudo, vive junto com sua mãe Flona Dorinda, uma pobre e humilde senhora.
  • Meu Sadruga: Homem mais rico da vila milionária que sempre cobra o aluguel atrasado de Beu Sarriga. Tem uma filha gostosa pra caraio que toda a vila quer pegar, Quichinha.
  • Flona Dorinda: Humilde senhora que ama Meu Sadruga e despreza o professor Formigales. Não se importa com seu filho Coqui e deixa ele fazer o que bem quizer da vida.
  • Quichinha: Uma gostosa que mora na vila onde todo mundo quer pegar, ela é extremamente calma e burra.
  • Professor Formigales: É um homem anão desprezado por Flona Dorinda, um professor que todo o mundo gosta de ouvir atentamente suas aulas, e é conhecido por todos como professor anão de jardim.
  • Clona Dotilde (Fada do 17): Uma jovem senhora por quem Meu Sadruga tem uma paixão não correspondida, jamais Clona Dotilde deu bola para ele. Conhecida como fada por ser tão bela e elegante e tem um gato chamado Jesus.
  • Beu Sarriga: Um pobre homem que mora na vila e deve 14 meses de aluguel para Meu sadruga, tem um filho que é anorexo chamado Ohnohn.
  • Maijinho: Um homem bem disposto a fazer tudo pelas pessoas, vive sempre se exercitando.
  • Ohnohn
  • Pispó
  • Tapy
  • Nodiguez

Como tudo começouEditar

 
Obra de maior sucesso da Visatele, a Turma da Villa também virou quadrinhos hentai, e fez muito sucesso no mundo do contra
Vaches não nasceu rico. Filho de uma atriz pornô no fim da carreira, ele nunca chegou a conhecer seu pai, mas aprendeu como se virar. Aos 5 anos, ele já dava o cu ajudava sua mãe no trabalho, mas quando ela viu que ele não dava conta do serviço, ela o abandonou.
Logo depois, Vaches foi levado a um abrigo, onde conheceu Coqui, e a partir dali eles começaram um poderoso tráfico de gatinhos. Aos 6 anos, Vaches era um dos maiores traficantes de Tangamandápio, mas ele foi denunciado e preso aos 8 anos (as leis de Tangamandápio são rígidas).
Lá ele perdeu sua virgindade e escreveu sua autobiografia.
 
A Visatle se aventurou na indústria de brinquedos eróticos também. Aqui você pode ver um boneco Vaches com vibrador de dupla penetração.

Início e sucessoEditar

Depois de ter vendido milhões de cópias e de ter o tamanho do cu aumentado, Vaches viu que sua vida começou a mudar. Junto com Coqui, Vaches montou a Visatele, um poderoso canal pornô que exibia um seriado com seu nome (Vaches), mas nem tudo eram flores.
Fazer filme pornô gay parecia ser uma ideia genial, mas o público masculino heterossexual queria ver uma boa e velha XOTA.
Então eles foram à mais vagabunda melhor zona, e selecionaram a pior melhor puta, a Quichinha. Quichinha apresentou algumas amigas, como a Pipos, a Tapy e a Clona Dotilde, as três prostitutas. Coqui convidou a mãe dele, já que ela também era puta, e então a coisa começou a melhorar.
Surubas, sexo vaginal, oral e anal; a Visatele estava se tornando uma empresa poderosa, e seu público-alvo eram os nerds punheteiros e os tiozões solteiros. A empresa estava dando bons lucros ao Vaches, que se deu bem na vida. Depois vieram outros artistas como o Meu Sadruga, o Jeu Saiminho, e o Girassor Prossarrales, daí a suruba ficou melhor ainda.

Fim da corporaçãoEditar

Nos anos 70, a empresa tinha se tornado poderosa, e ultrapassou a Danb com aqueles filminhos baratos.
Já nos anos 80, a empresa se tornou uma megacorporação. Mas nos anos 90, após escândalos com Viagras, a empresa começou a cair, e logo foi à falência.

Vida após a empresa falirEditar

Vaches se reergueu e deu a volta por cima. Começou a frequentar cassinos e bares, e com sua inteligência, Vaches viu no pôquer sua salvação. Com uma habilidade jamais vista, Vaches começou a ganhar dinheiro, e logo voltou a enriquecer.

A posse da VillaEditar

Beu Sarriga era um magnata, dono da Villa, um condomínio de luxo. Certo dia ele foi jogar pôquer e viu Vaches. Sem saber da habilidade de Vaches com o pôquer, Beu Sarriga apostou sua Villa, e após 920 exaustivas e seguidas rodadas, ele a perdeu.

HojeEditar

Hoje, Vaches vive do aluguel de sua Villa, e de direitos autorais, já que Santos Silvio transmite os filmes pornôs da antiga Visatele.
  Conheça também a versão oposta de Vaches no Mundo do Contra: