Abrir menu principal

Desciclopédia β

Vara

Vara é um objeto fino, com formato de um cilindro, longo e normalmente feito a partir de matérias orgânicas como a madeira. A vara é extremamente útil para sociedade globalizada e sociedade moderna dos dias atuais. Sendo que, a vara ganhou o prêmio Nobel por ser a invenção mais útil do século XX.

HistóriaEditar

 
Varazilla, o monstro varado de fome.

O início da existência da vara marca o ano de 193213213213213 a.c. (isso nem foram números aleatórios, para a sua seguridade), quando o papa Papão queria uma invenção de certa forma útil, moderna, e que possa ser admirada por todos e tudo. Então, o obstinado doutor em nada, o senhor Chopinho, decidiu por mãos a obra e criar a coisa mais útil de todos os tempos. "Eles mal podem esperar, MWAHAHAHAHAHA!", disse o Chopinho, enquanto pensava no que ele iria fazer. Quando terminou, saiu correndo em disparada até a igreja, onde o papa Papão deu (ui!) uma olhada no seu invento, porém, já era tarde, pois quem realmente criou a vara foi o Sr. Taka Kara no Muro XII, um japa muito bolado que perdeu 50% da sua vida criando a vara, de tão complexa ela é para o entendimento humano...

Então, desde aquele momento de criação, a vara se tornou algo de extrema importância para a sociedade humana, animal e universal. O Sr. Taka Kara no Muro XII, segundo o livro japonês: "Cara, Li Ô", criou essa preciosidade após uma conversa entre os deuses anciões do sucrilhos com maconha, eles deram ao mero mortal um conhecimento absoluto capaz de criar qualquer coisa. Porém, esse conhecimento iria sumir após as 3 da tarde, então o Sr. Taka Kara no Muro teve de se apressar. E depois de dez minutos, de puro jejum (que qualquer um conseguiria aguentar) e estudo o Sr. Taka Kara no Muro teve conhecimento suficiente para poder desenvolver uma grandiosa vara de madeira. Reza a lenda que ele conseguiu o difícil preparo de pegar um tronco de uma árvore e raspado ela todinha, dizem que isso é algo que somente os grandes monges conseguiriam fazer isso.

UtilidadesEditar

 
Rei Vara VII, rei, obviamente, das varas.

A vara é um objeto extremamente versátil que pode servir para diversas coisas e meios práticos. No seu primórdio era usada como um animal de estimação, por se assemelharem muito com os cachorros, dá para perceber isso quando vê que sua ponta se parece perfeitamente com o estômago de um cão, e a outra ponta se parece igualmente com uma pata canina. E segundo os arqueólogos Jó e José os cidadãos do antigo Egito já usavam as varas para caçar camelos dos desertos. Além disso eles também usavam para espetar coisas criando o famoso espetinho. Só que eles colocavam carne de camelo e de múmias como aperitivo, e foi levada a ideia para a China pelo explorador Xixizin.

A vara, com a chegada da idade do Bronze, ela parou de ser usada como armamento tanto para a caça, quanto para as guerras. Porém, ela não deixou de ser usada momento algum isso porque durante a idade média um novo tipo de tortura foi-se criado: o empalamento. Criado por Vlad, o Empalador, ou pelo menos extremamente usada (o nome já diz tudo). Essa tortura consiste em introduzir uma vara pelo cu do desinfeliz e atravessar até passar pela boca, isso nem é tortura para quem for querer ter relações sexuais com um motumbo, e isso seria apenas uma massagem preparatória...

Saindo de uma época obscura, e adentrando aos dias atuais, podemos encontrar as varas ainda em grande escala na nossa sociedade. Para começar a listagem temos a vara de pescar, usada, obviamente para pescar sua mãe... Também podemos citar o varal, que seriam várias varas juntas forma um bagulho que serve para secar as roupas, porém por ser muito cara (são três varas, ou seja, muita coisa...) alguns pobretas não conseguem comprar-las, e acabam por colocando para secar as roupas na janela, e geralmente casas com esse tipo de coisa se chama cortiço.

Com a mais nova tecnologia, a ciência pode agora criar objetos que são uma fusão de uma vara com outras coisas. Como por exemplo uma pedra amarrada a uma vara se transforma em um martelo, útil na arte de martelar coisas, e na igreja durante a pregação. Uma vara com pelos se transforma em uma vassoura, muito útil em limpar a sua casa. E também temos, por fim, mas menos importante, pelo contrário até, uma vara colada em outra vara se transforma numa vara mais forte, mais comprida e mais gostosa para sentar perigosa nas horas quentes, quentes no sentido de perigo, ou em o que você estava pensando?

TiposEditar

As varas foram criadas para expurgar os problemas do homem moderno, e do antigo também. Por isso mesmo ela tem seus vários tipos, formas e características, para não deixar nem sequer um problema sem solução. A vara mais comum é a vara de madeira. Uma vara clássica e tradicional, de simples manuseio, feita para pessoas conservadoras e apegadas ao passado. Também existe a vara áspera, para pessoas que curtem experiencias mais difíceis de descer.

Existe a grandiosa varinha de condão. Ela é uma espécie diferente da vara, mas não deixa de ser uma. Ela é caracterizada por soltar macumbas, ter mais glitter do que tudo em sua composição. Cuidado, se olhar diretamente a essa varinha, por conta do brilho do glitter, ela pode te deixar cego. Seria indecente não citar a vareta e o varão. A vareta tem como sua origem a Ásia, já o varão tem origens na Africa, e o nome já diz tudo...