Verónica Boquete

Verónica Boquete recebe uma camisa comemorativa da Croácia das mãos de Franco Foda, seu mentor.

Verónica Boquete, que prefere ser chamada de Vero Boquete por não gostar muito de seu nome e achar que Verónica é constrangedor[1], é uma futebolista espanhola, considerada uma das melhores de seu país de todos os tempos, por isso sempre que atua carrega a faixa de capitã. Sua especialidade é atuar como atacante banheirista, botando um monte de bola na boca rede, mas na seleção nacional, quando necessário também pode recuar um pouco e atuar como camisa 10 clássica, dando liberdade para que sua companheira Ana Buceta jogue aberta.

HistóriaEditar

Verónica Boquete nasceu na Espanha, no ano de 1987. Apesar de desde sempre gostar de jogar futebol, encontrava dificuldades para conseguir treinar na escola, pois os moleques a excluíam dizendo que o esporte era coisa de homem. Mas como Boquete sempre foi especialista em oratória e consegue qualquer coisa usando a boca, ela conseguiu cavar sua vaga como atacante na equipe escolar, e surpreendia a todos, sempre tratando a bola com muito carinho e sabendo muito bem o que fazer com a redonda.

Na adolescência, Verónica Boquete matriculou-se em uma escolinha de futebol galega patrocinada pelo Bahamas, para melhor desenvolver as suas habilidades naturais com a bola. Após muitos treinos árduos, nos quais ela até ficava com a língua de fora por falta de fôlego, Verónica Boquete chamou a atenção de um olheiro do Philadelphia Independence, equipe americana que estava precisando de Boquete com urgência, para conseguir crescer e gozar de prestígio no Campeonato Americano. Acertados os detalhes, Verónica Boquete enfim iniciou sua carreira profissional.

No Philadelphia Independence, Verónica Boquete, atuando como centroavante pivô, conseguiu resolver os problemas da falta de gols da equipe americana, e se tornou a atleta favorita dos torcedores. Muitas pessoas pagavam ingressos apenas para ver Boquete ao vivo. Com suas boas atuações, inclusive com 4 gols decisivos que causaram orgasmos no narrador da partida, Verónica Boquete foi convocada pela primeira vez para a seleção espanhola, além de receber uma proposta do Paris Saint Germain[2].

Seleção EspanholaEditar

 
Boquete na Fúria.

Verónica Boquete é convocada com frequência para defender a seleção de seu país, pois é considerada uma pessoa de confiança nossa no momento pela treinadora da Fúria, a sra. Piper Blush. Muitos dizem que Verónica Boquete é a dona do time. Ela é a capitã, a camisa 9 e pode jogar em qualquer posição que queira do meio pra frente. Uma boa Boquete sempre consegue o que quer. Mas apesar de seus talentos, Boquete não foi capaz de livrar a Espanha de um desempenho pífio na Copa do Mundo de 2015, com a ejaculação eliminação precoce ainda na fase de grupos após perder a partida decisiva contra a Coreia do Sul. Nesta partida, Verónica Boquete até conseguiu deixar a sua marca, porém aparentemente as coreanas não ligam muito pra Boquete, apenas pra Lambidinha, então foram pra cima e venceram por 2x1[3]

Vida pessoalEditar

No ano de 2015, poucos dias antes de ir para a Copa do Mundo, Verónica Boquete assumiu estar em um relacionamento afetivo com o jogador francês de rúgbi Louis Picamoles. O affair foi noticiado com grande surpresa pela mídia internacional, especialmente pela ESPN, que destacou o quanto os atletas foram feitos um para o outro. Os jornalistas Amigão e Antero Greco se surpreenderam tanto que até ficaram sem palavras[4], não conseguindo descrever exatamente a situação. Porém, após a lesão de Picamoles, que o fez ficar 10 meses sem poder entrar nos gramados, Verónica Boquete decidiu encerrar o relacionamento. Após alguns meses, divulgou para a imprensa que agora estava namorando com o futebolista argentino Milton Caraglio, um homem que entende a sua língua.

Referências

  1. Verónica Boquete não gosta muito do Verónica, só do Boquete. Terra. Página visitada em 22/07/20.
  2. Vai ter Boquete no PSG SIM. Extra. Página visitada em 22/07/20.
  3. Boquete não dura muito. YouTube. Página visitada em 22/07/20.
  4. Boquete e Picamoles, o relacionamento onde um complementa o outro. YouTube. Página visitada em 23/07/20.