Abrir menu principal

Desciclopédia β

Vitreous

Cquote1.png VAE VITREOUS! Cquote2.png
Kain sobre Vitreous

Vitreous.gif

Vitreous é a prova concreta que Shigeru Miyamoto é tarado por olhos gigantes flutuantes malignos. O chefe é o terceiro do tipo só no The Legend of Zelda: A Link to the Past, sem contar os olhos flutuantes insanos dos outros jogos de The Legend of Zelda.

Vitreous é um olho mãe, rodeado de pequenos filhotes olhinhos kamikazes, imersos numa geleia verde sabor limão dentro de Misery Mire, aquele calabouço chatíssimo alagado, agradeça a Deus pelo chefe não ter sido tão chato quanto seu dungeon.

BiografiaEditar

 
Vitreous soltando um daqueles raios do Agahnim.

Não há nada sobre Vitreous na sua biografia oficial no site da Nintendo. Nada! Ele não passa de mais um de milhares chefes que são olhos gigantes flutuantes que morreram e foram substituídos por outro olho gigante flutuante de nome diferente. Por isso permanecem sem respostas perguntas cruciais para a história de Zelda, como "de onde veio tanto olho?", "esses olhos se movimentam graças a magia negra?", "quem é a mãe do Vitreous?", "onde fica o órgão reprodutor do Vitreous?", "o que ele faz na sua sala enquanto Link está vagando por aí? Como ele não morre de tédio?" e "Ele consegue ver 10 playboys ao mesmo tempo?"

CombateEditar

Realmente faltou muita criatividade na confecção desse chefe. É um olho gigante, não faz nada, até os golpes são um Ctrl + C dos raios do Agahnim. Se já não bastasse toda essa coisa manjada ele ainda é um dos mais fáceis de todos zeldas, e disputa com Kholdstare e Morpheel qual é o chefe mais ridículo da história.

Após matar todos os pequenos olhos usando flechas, o olho maior sai quicando igual um imbecil como se estivesse pedindo "por favor, meta a faca no meu globo ocular". Link atende o pedido e acaba com a palhaçada. Esse foi muito fácil e sem assunto mesmo heim...