Abrir menu principal

Desciclopédia β

Programa Voyager

(Redirecionado de Voyager)

Cquote1.png Você quis dizer: Voyeur Cquote2.png
Google sobre Programa Voyager

Programa Voyager foi um programa espacial na NASA proposto e coordenado por Carl Sagan, utilizado pelos Estados Unidos como uma boa desculpa para torrar o dinheiro arrecadado com os impostos incidentes sobre os seus cidadãos, embora eles aleguem que na verdade era para contribuir com avanços científicos para a exploração de novos mundos como se alienígenas existissem mesmo e a vida real fosse um filme de Hollywood. O fato é que foi torrado bilhões de dólares para construir um par de pequenas naves não tripuladas consistindo de um barril de cerveja (combustível) equipada com uma antena parabólica da antiga TV a cabo que existia no Pentágono e foi trocada por uma que pegasse o Sexy Hot e Playboy TV sem bloqueio. Essas geringonças foram lançadas para além da órbita do Acre para explorar o infinito e além.

HistóriaEditar

 
Uma das fantásticas fotos tiradas pelo Programa Voyager que não significam coisa alguma.

Quando o Programa Mariner começava a ficar obsoleto, ao invés de lançarem as sondas Mariner 213652341 e Mariner 213652342, decidiram renomeá-las para Voyager 1 e Voyager 2 respectivamente.

O grande objetivo desse programa era explorar os planetas Júpiter, Saturno, Urano, Netuno, Plutão, Coruscant, Tatooine e Alderaan para explorar a provável existência de wookies em cada um destes respectivos planetas, mas devido a cortes de orçamento, as sondas Voyager visitaram apenas metade do previsto e era equipado com uma câmera antiga daquela usada pelo Seu Madruga.

As Voyager tiraram fotos borradas escuras indecifráveis incríveis de todos planetas gasosos do sistema solar fazendo quase nenhuma descoberta que um telescópio na Terra não tenha feito anteriormente.

As sondas eram equipadas com três sistemas de funcionamento: O Computer Command System (CCS) que é a bateria e inteligência artificial utilizada no Tibia (que na época já existia). O Flight Data System (FDS) que é o sistema de coleta de dados base de 30 pega-moças. E o Attitude and Articulation Control System (AACS) que regula a trajetória através de um GPS universal.

Com antenas de 70 metros de poliestireno espalhadas na Califórnia, Acre e Tuvalu Ulterior, as Voyager podem ser monitoradas 24 horas por dia na central localizada na Área 51.

MissõesEditar

DescobertasEditar

  • Júpiter - Concluiu-se que a Grande Mancha é na verdade uma espinha, de carater semi-permanente, pois seria um nojo espremê-la.
  • Saturno - A descoberta foi de que no planeta há ventos de até 5.000 km/h, e em seu Polo Norte há um símbolo wicca que remete alguma civilização como a do planeta Bespin.
  • Urano - Descobriu-se seu eixo de inclinação de 90° que faz o planeta parece que não gira. O seu satélite Miranda levou um Kame hame ha e deu origem aos anéis de Urano.
  • Netuno - Além da descoberta de novos satélites irrelevantes, foi feito um estudo sobre o Ciclone Olho de Gato que fica percorrendo o planeta. Nada que alguém não-nerd se interesse.

Com todos planetas estudados, as sondas Voyager continuam vagando rumo ao infinito e além até 2020, data prevista para o fim de sua bateria feita de batatas. A única descoberta feita até agora na Nuvem de Oort foi que o sistema solar tem formato de panqueca.

Programa Voyager
Voyager 1Voyager 2
Voyager Golden Record