Abrir menu principal

Desciclopédia β

Capitão Nascimento é o caralho! Meu nome é Wagner!


MarioStalin.jpg ATENÇÃO, CAMARADA

Este artigo é comunista, e portanto, foi escrito por um Comunista, ou por um torcedor do Liverpool, ou do Manchester United, ou de qualquer torcedor de um time vermelho ou ainda, por fãs da Ferrari.
Se você não dialogar com a classe descíclope, será mandado pra um gulag.

Wagner Desnascido Moura
Wagner Moura.jpg
Wagner Moura bem à vontade no Projac
Nascimento 1972
Rodelas, BA
Nacionalidade baiano

Cquote1.png Você quis dizer: Cadê o Baiano? Cquote2.png
Google sobre Wagner Moura
Cquote1.png Você quis dizer: Wagner Zorra Cquote2.png
Google sobre Wagner Moura
Cquote1.png Você quis dizer: Falso Músico Cquote2.png
Google sobre Wagner Moura
Cquote1.png Você quis dizer: Gerard Way Cquote2.png
Google sobre Wagner Moura
Cquote1.png Cadê o Baiano? Cadê a porra do Baiano? Cquote2.png
Diretor da Rede Globo procurando Wagner Moura
Cquote1.png Tá comendo farinha Cquote2.png
Contra-regra sobre onde está Wagner Moura
Cquote1.png Garçon, bota essa na conta do papa... Cquote2.png
Wagner Moura sobre Saindo sem pagar a conta
Cquote1.png Pede pra sair! Cquote2.png
Roberto Justos sobre Wagner Moura
Cquote1.png Nunca será, nunca Cquote2.png
crítica sobre ganhador do oscar de ouro
Cquote1.png Você não é caveira, você é muleque! Cquote2.png
Selton Melo sobre Wagner Moura
Cquote1.png Pega a vassoura. Cquote2.png
Wagner Moura sobre vibrador
Cquote1.png Na cara não chefe, pra não estragar o velório Cquote2.png
Baiano sobre Wagner Moura

Wagner Massatsétóba Nascimento de Moura é um baiano da cidade de Ruelas Rodelas no sertão da Bahia que ficou muito lembrada por interpretar o Capitão Gay Capitão Nascimento.

Índice

A vida no sertãoEditar

 
E aqui temos Wagner Moura, em mais um papel marcante em sua carreira e prestes a ser enrabado por seu bofe, Lázaro Ramos. Sim, este é o intérprete do Capitão Nascimento, símbolo de masculinidade da Desciclopedia.

A mãe de Wagner Moura é uma quenga nativa de Rodelas e engravidou de um guardinha noturno que andava armado de cacetete. Foi até Salvador para parir a criança, mas acabou parindo na calçada por falta de vagas e o bebê wagninho surgiu ali entre a calçada e a guia e eles voltaram para o sertão das ruelas. Com um mês de idade a mãe do menino Wagner foi para Piracicaba cortar cana de açucar na fábrica da 51 e abandonou o menino para o pai guardinha noturno cuidar. Na escola Wagner Moura já despontava seu Capitão Nascimento que viria a desabrochar. Ele participava juntou dois capangas e montou um clubinho que dominava o pátio do intervalo. Eles pegavam as criançinhas indefesas que faziam o giro do azanguief. No colegial Wagner Moura foi estudar na Passarela do Alcool e se graduou em batidas de pinga com vódka. Foi para o Rio de Janeiro e ingressou na faculdade do Projac. Lá ele moldou-se nos formatos globais e passou a ser um figurante de qualquer coisa que rendesse uma pontinha.

 
Ele perdeu o papel do gay no filme Carandiru e só sobrou o papel do viciado baleado

Carandiru, Carga Pesada e Sexo FrágilEditar

  Isso é uma cilada Bino.  
Antônio Fagundes sobre Wagner Moura no Carga Pesada

Quando ficou sabendo dos testes para o filme Carandiru ele se empenhou para pegar o papel do traveco, mas esse ficou com Rodrigo Santoro que estava mais no auge e sobrou o outro papel de Zico um traficante viciado que é esfaqueado depois de matar o amigo de infância. Com esse personagem Wagner Moura consegue por a cara na mídia e Antonio Fagundes convida ele Pedrinho, o filho de Bino. Aí já que tava cagado, continua cagado, Wagner Moura continuou na Rede Globo aceitando qualquer coisa em qualquer novelinha e é aí que se revela homossexual em Sexo Frágil onde foi muito fácil pára ele interpretar a bicha que existia presa dentro dele. E continuou nessa linha gay trabalhando para novelinhas podres de Miguel Falabella.

 
Wagner e seu ursinho querido de estimação

Capitão gay NascimentoEditar

Para inerpretar esse papel, Wagner lembrou de seu pai, o guardinha do cacete, lembrou que seu pai fazia nas noites enquanto levava ele para fazer a vigília noturna. O pai de vagner tinha um caso com o outro vigia e os dois passavam a madruganda enfiando os cacetetes um no rabo do outro. Wagner assistia aquilo no início horrorizado, mas depois se acostumou e participou da festinha dos guardinhas. Foi essa a inpiração que Wagner tirou para interpretar o famoso Capitão Nascimento, um capitão do bope vicado em calmantes e antidepressivos que não aguentou o reggae e pediu demissão da corporação.Mas interpretar esse personagem foi traumatizante para Wagner que como bom comunista caviar e maconheiro abomina a violência contra as pobres vítimas do capitalismo chamadas traficantes , e hoje defende a inocência e honestidade de Lula Molusco para que em troca ele aprove seu projeto de distribuição de maconha para crianças carentes.

 
não bastou a fama para Wagner Moura emplacar sua voz de peido

O desastre musicalEditar

Wagner Moura tentou atacar de músico, mas a fama não bastou para ele emplacar nas paradas e seu barco musical naufragou. Ele passou vergonha em vários programas de televisão e teve que vender a banda para Selton Mello que estava viajando em uma kombi vestido de palhaço. Desde então Wagner só foi visto quando arrumou uma treta com o Panico na band e desde então sumiu e ninguém mais viu.